A Chave Para a Compreensão da Palavra

23/09/2017

A Chave Para a Compreensão da Palavra

23 de setembro de 2017

São Joaquim-RJ

Diógenes Dornelles

Mateus 16:13-19

Indo Jesus para os lados de Cesaréia de Filipe, perguntou a Seus discípulos: Quem diz o povo ser o Filho do Homem? E eles responderam: Uns dizem: João Batista; outros: Elias; e outros: Jeremias ou algum dos profetas. Mas vós, continuou Ele, quem dizeis que Eu sou? Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Então, Jesus lhe afirmou: Bem-aventurado és, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelaram, mas Meu Pai, que está nos céus. Também Eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a Minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus.

Chave é Símbolo de Autoridade

As chaves aqui era um símbolo da autoridade do mordomo para abrir e fechar um aposento ou propriedade. Isso é provavelmente uma referência a Isaías 22:15-25 onde Deus diz que daria autoridade a Eliaquim dizendo: "Porei sobre o seu ombro a chave da casa de Davi; ele abrirá e ninguém fechará, fechará e ninguém abrirá".

O ligar e desligar são termos que os rabinos usavam com o sentido de excluir e admitir, respectivamente.

Mas Jesus também usou essa palavra "chave" para se referir àqueles que retêm o acesso ao conhecimento daqueles que desejam aprender.

Lucas 11:52

Ai de vós, intérpretes da Lei! Porque tomastes a chave da ciência; (Ou seja, vocês assumiram um cargo de autoridade para transmitir ao povo conhecimento) contudo, vós mesmos não entrastes e impedistes os que estavam entrando.

O que Jesus está dizendo é que esses escribas e mestres da lei se recusaram a entrar na casa do conhecimento e aprender. Eles então trancaram a porta e esconderam a chave para a casa do conhecimento e impediram aqueles que estavam tentando entrar. É a imagem mais lamentável de ministros cegos que tentam manter os outros tão cegos quanto eles.

Paulo fez a mesma crítica a estes:

Romanos 1:18

Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça.

Eles sabotam a Palavra e os ministérios que Deus tem usado para levar ao Seu povo o conhecimento. Os doutores da lei não aceitaram João Batista como profeta de Deus e depois quando Aquele que ele precursou veio, Jesus Cristo, tampouco quiseram aceitar que Jesus tinha a verdade, então além de combater a verdade que Jesus pregava, incitava Israel a crer que Jesus era um falso. Hoje nós temos exatamente o mesmo problema. Alguns por não aceitarem a correção tentam seguir o seu próprio caminho guiando outros ao erro e impedindo que outros enxerguem a verdade.

Vinde e Arrazoemos (04/10/1955) § 43 [Sem tradução]

Se não conseguimos andar onde Josué andou, e onde Enoque andou, não fiquemos no caminho de alguém que está tentando andar lá, de alguma forma. Vamos ser razoáveis sobre isso: se você não crê, ora, saia do caminho do outro e deixe-o andar. Se você só consegue andar tão alto quanto os seus credos ensinam, bem, então saia do caminho e deixe o seguinte homem... Não tente puxá-lo para trás; deixe-o continuar.

Se alguém não quer crer que Deus enviou um profeta nestes últimos dias, deixe pelo menos os outros que desejam aprender livres para julgarem por si mesmos. Se alguns ministros não entendem sobre o batismo em nome de Jesus, sobre a Deidade, o ensino do irmão Branham sobre a Parousia, etc, que pelo menos saiam do caminho daqueles que querem aprender sobre essas coisas.

A Chave Para a Compreensão da Palavra

Porém nós não podemos entender a Escritura e nem a Mensagem da hora, a menos que tenhamos recebido aquela Chave de Deus para fazer isso. Isso porque a compreensão das Escrituras foi escondida do homem, e sendo assim, deve haver uma chave para abrir essa Escritura para você. Veja que com tantos sinais que Jesus fez nos Seus dias e mesmo assim aqueles que estavam assentados na cadeira de Moisés e que liam e guardavam a lei e os profetas, não conseguiram ver a Chave de Deus personificada em Seu Filho cumprindo com cada Escritura que havia sido escrita sobre Ele. É por isso que eu considero muito desconcertante quando vejo um rabino ou mestre ou ainda um profeta judeu querendo falar a você sobre Deus, se eles mesmos deram demonstrações práticas da sua incapacidade de discerni-Lo ou conhecê-Lo quando Deus esteve entre eles na forma de carne. Sem uma Chave você não tem como decifrar as Escrituras.

Agora, algumas pessoas acreditam que a própria chave para a revelação é o próprio profeta de Deus. Mas então, qual profeta? Jesus disse:

Lucas 24:25

E Ele lhes disse: Ó néscios, e tardos de coração para crer tudo o que os profetas (plural) disseram!

"Tardo de coração" era uma expressão antiga que queria dizer "lento para compreender ou agir". Neste caso Jesus havia dito isso para crentes, mas que mesmo assim, custavam a juntar os fatos com as Escrituras e processar isso na forma de fé ou testemunho. Mas veja que aqui Jesus citou profetas no plural e não no singular, isso porque Ele não está falando de apenas um profeta, mas de todos os profetas, e de tudo que eles falaram. Em outras palavras, é toda a Bíblia de capa a capa que você precisa conhecer, crer e aceitar.

A Mira e a Alça de Mira do Cristão

Para que um caçador ou soldado atinja o seu alvo com sua arma, ele precisa usar ambos os lados da mira que acompanham a arma. Sua arma tem um local na frente chamada mira e uma parte posterior chamada massa ou alça de mira e essas duas precisam estar alinhadas se você quiser atingir o seu alvo. Se você tentar olhar através de apenas uma das miras, você perderá o alvo. E hoje, pela graça de Deus, a mira da frente é a Bíblia Sagrada, e a alça de mira é a Palavra Falada.

Hoje o que temos visto são verdadeiros extremos. Alguns cristãos usam apenas a mira da frente, mas rejeitam o ministério vindicado por Deus nesse tempo do fim; e por outro lado, alguns usam apenas a alça de mira, ou seja, as fitas de William Branham, e esquecem-se de alinhar isso com a mira de frente que é a Bíblia. Eles perdem o alvo toda vez que usarem somente uma dessas miras.

Você deve então olhar através de ambos os lados para atingir o alvo ou para entender a Palavra para a hora em que vivemos. Você não pode fazer isso usando apenas um ou outro. Você deve acreditar em tudo o que os profetas disseram.

Agora, nós não devemos culpar os irmãos que rejeitam aqueles que se dizem ser do ministério quíntuplo porque muitos dos que assim se chamam não vivem o verdadeiro papel ou ensinam doutrinas erradas, por se encontrarem fora do alvo.

Você deve usar ambas as miras, a Palavra escrita e a Palavra falada ou você falhará na Revelação de Jesus Cristo. Você não pode dizer que pode aceitar um dom que Deus enviou à igreja e rejeitar o outro dom que Ele enviou. Sabemos que Deus enviou o Seu profeta como um dom para a igreja, mas também enviou um ministério quíntuplo como dom, que é para o aperfeiçoamento da igreja.

Ter o Espírito Santo é Ter a Chave

Mas a chave para a revelação é ter o Espírito Santo, porque se você não O tem, e ainda assim você pensa que O tem, você nunca entenderá as coisas de Deus. As coisas de Deus estão escondidas do homem, e sem o Espírito Santo você simplesmente não consegue entender qual é o plano de Deus.

1 Coríntios 2:7

Mas falamos a sabedoria de Deus em mistério, outrora oculta, a qual Deus preordenou desde a eternidade para a nossa glória.

Então vemos que a sabedoria de Deus esteve escondida em um mistério, mas foi dada para a nossa glória. Portanto, precisamos obtê-la independentemente se estiver oculta ou não. E a chave é ter o Espírito Santo.

1 Coríntios 2:9-14

Mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que O amam. Mas Deus no-lo revelou pelo Espírito; porque o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus. Porque qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o seu próprio espírito, que nele está? Assim, também as coisas de Deus, ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus. Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, e sim o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos o que por Deus nos foi dado gratuitamente. (Então o Espírito Santo nos é dado não somente para se obter poder, mas para entender o que Deus faz e ensina) Disto também falamos, não em palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito, conferindo coisas espirituais com espirituais. (Neste caso, comparando a Bíblia com as fitas) Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; (O homem natural, ou seja, o incrédulo, dirá que as fitas estão erradas e que não dizem o mesmo que as Escrituras. Enquanto que os fanáticos e idólatras farão o contrário.) e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

É Preciso Nascer de Novo Para Entender

Então a menos que alguém seja cheio com o Espírito de Deus, ele não terá ideia de quais são as coisas de Deus. Então, a chave para a revelação é que você tenha o Espírito Santo, porque se você tiver o Espírito Santo, você poderá entender as coisas de Deus. Jesus mesmo nos disse que a menos que alguém nasça de novo, nunca entenderá o Reino de Deus.

João 3:3

Jesus respondeu, e disse-lhe: Em verdade, em verdade te digo que, a menos que um homem nasça de novo, não pode ver o reino de Deus.

E como o irmão Branham nos ensinou, ver é entender.

Há de Acontecer Assim Como a Mim Me Foi Dito (18/08/1950) § 23 [Sem tradução]

De qualquer forma, "ver" não significa olhar. A palavra "ver" significa "entender". Jesus disse: "Aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode ver o Reino de Deus". Em outras palavras, ele não consegue entender o Reino de Deus até que ele nasce novamente. Vê? Você deve aceitar isso pela fé. E então, quando Ele entra em você, você entendeu.

E Pedro disse que é pela Palavra que somos nascidos de novo.

1 Pedro 1:23

Pois fostes regenerados não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a Palavra de Deus, a Qual vive e é permanente.

Então nós temos Paulo e Pedro e todos os demais apóstolos que foram o ministério Alfa da Igreja, a nossa mira da frente, a Palavra escrita. Mas agora, no ministério do Ômega, na mira de trás, temos a Palavra falada. Nossas almas precisam estar alinhadas com essas duas miras a fim de acertarmos no alvo.

O Filtro do Homem Que Pensa (22/08/1965) § 122

Agora, se você quer a evidência do Espírito Santo, aí está. Quando essa alma sua se alinhar com a Palavra de Deus em todos os aspectos, isso mostra que você tem delineado a sua vida através do Filtro do pensamento do homem, o Filtro de Deus.

Nós somente podemos entrar na igreja por uma revelação espiritual da Palavra, e não por ser membro de algum grupo ou estar sob uma determinada liderança humana ou muito menos com base em alguma doutrina teológica que tira o crente do alvo certo.

Rainha de Sabá (19/02/1961) § 19 [Sem tradução]

Se você notar, Pedro, por revelação, recebeu as chaves do Reino porque Deus sabia que ele tinha a revelação da Escritura. Porque ele perguntou aos Seus discípulos no todo: "Quem o homem diz que Eu, o Filho do homem, sou?" E um deles disse: "Tu és Elias". E o outro disse: "Tu és o profeta". E um disse "Moisés". Ele disse: "Mas Eu estou perguntando a vocês, quem vocês dizem que Eu sou?". E Pedro disse: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo". E Jesus disse: "Bem-aventurado, filho de Jonas, carne e sangue não revelou isso a você, mas Meu Pai que está nos céus. (Veja, foi uma revelação). E sobre esta Pedra edificarei a Minha Igreja; e os portões do inferno não podem prevalecer contra ela". Vê? Era uma revelação direta que tinha sido conhecida ao apóstolo, de que Ele era o Filho de Deus. Agora, se a igreja de Deus ainda existe, então aqueles na igreja vieram lá pela revelação espiritual, porque assim é como entramos na igreja. Mas muitos de nós tentamos entrar através da teologia doutrinária, e de um lado para outro, e tudo bem. Não falo nada contra isso. Mas eu estou tentando diferenciar o que é verdade e o que é parte da verdade. A revelação de que Deus revela a você que esse é o Seu Filho, que morreu em seu lugar, então essa é a revelação, Quem Ele é.

Só Há Uma Revelação Que Realmente Interessa à Igreja

Portanto entramos na igreja não exatamente por uma revelação em termos gerais, mas por uma revelação específica, que é a Revelação de Jesus Cristo. Paulo disse em Efésios 4:5

Há uma só fé e um só Senhor.

E essa única revelação é de que só há um Senhor. É isso que constitui um novo nascimento. As pessoas podem se preocupar com essa ou aquela doutrina, mas há somente uma fé e que é a fé desse único Senhor. Muitas pessoas dizem: "Deus revelou isso para mim" e "Deus revelou aquilo para mim", mas há somente uma revelação que nos interessa e que é a revelação de Jesus Cristo, e de Quem Ele é.

Divindade Explicada (25/04/1961) §§ 163-166

Agora, Mateus 28:19, e se-se Mateus 28:19 contradiz Atos 2:38, então há uma contradição na Bíblia, e Ela não é digna do papel em que Ela está escrita. Agora se você notar em Mateus capítulo 16, Jesus deu a Pedro a revelação, e lhe deu as chaves. Agora, lembre-se, a Bíblia não é revelada por teologia de algum esquema feito pelo homem. Não é. É uma revelação. Isto foi uma revelação, para começar. Por que Abel ofereceu a Deus um sacrifício mais excelente do que Caim? "Isto foi revelado a ele," que não foram pêssegos, e maçãs, e laranjas, e maçãs. Se maçãs fizerem as mulheres compreender que estão nuas, seria melhor nós passarmos as maçãs novamente, irmão. Você não pensa assim? Agora, isso, isso soa sacrílego, porém não é essa minha intenção. Porém, não foi maçãs. Não, senhor. Agora, e se isso é assim, então: "Foi revelado a Abel," que ele era o sangue de seu pai. Assim que ele ofereceu sangue, porque foi uma revelação. A coisa toda está edificada sobre isso.

Então não importa se alguém crê em ouvir apenas as fitas, ou se acredita que deve ouvir a um ministério quíntuplo. Se alguém não tem o Espírito Santo, essa pessoa não entenderá a revelação de Jesus Cristo de qualquer maneira. Não importa quantas fitas ouça ou quantos sermões um ministro qualquer pregue.

As Cinco Identificações (11/09/1960) § 143

Agora, aqui se encontra Pedro com as chaves do Reino, em seu lado, as chaves para o Espírito Santo. Jesus disse: "Eu digo que tu és Pedro. Sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra Ela." O que é isto? Uma Verdade espiritual revelada. "Não foi carne e sangue quem te revelou. Nunca aprendestes Isto em um seminário. Alguém não te ensinou Isto, a partir de livros. Mas, é uma revelação que vês. Revelação! Eu digo que tu és Pedro. Eu te dou as chaves do Reino. Tudo o que ligares na terra, eu ligarei no Céu. Tudo o que desligares na terra, eu desligarei no Céu." Ele tem de cumprir Sua Palavra. No Dia do Pentecostes, quem foi o porta-voz? Pedro, porque ele tinha as chaves.

A Chave Para a Porta da Revelação

Agora, a respeito desta chave que nos abre a Palavra sobre a revelação de Jesus Cristo, o irmão Branham disse o seguinte:

Chave Para a Porta (07/10/1962) §§ 34-35

Agora, uma chave... Eu observo aqui enquanto lemos, que esse Anjo que desceu do céu, tendo a chave na mão. Eu creio que é Apocalipse 13 ou 19, encontramos novamente, outro Anjo vindo com uma chave. E uma chave é, o propósito de uma chave, é desbloquear algo, algo que foi trancado, ou algo que deve ser trancado. Mas uma chave é dada para esse propósito. Agora, existem muitos tipos de chaves, porque temos muitos usos de chaves. Há chaves para armazéns; há uma chave para a sua própria casa; há uma chave para o seu automóvel. E nós as chamamos de chaves, e elas são chaves. E elas podem ser duplicadas muitas vezes.

O Único Lugar de Adoração Provido Por Deus (28/11/1965) §§ 50, 53-54, 56

Há somente uma chave para cada porta. Isso mesmo. E nenhuma outra chave, não importa o quanto se pareça com ela, Deus não tem chave mestra; só tem uma chave. E agora, você tem de ter essa chave, ou a porta não destranca. Não importa quão sincero seja, ainda assim não consegue destrancar essa porta. (...) Eu disse isto porque tenho sido tantas vezes mal entendido, e as pessoas têm-me dito... Eu digo: "Você é cristão?" "Sou batista." "Você é cristão?" "Sou metodista. "Você é cristão?". "Sou pentecostal." Agora, veja, isso não quer dizer nada para Deus. Você está somente querendo fazer entrar a chave errada. Mas há uma chave certa, há uma onde Deus... Deus nunca prometeu encontrá-lo na metodista, ou na batista, ou nos pentecostais, ou nenhuma outra denominação. Ele nem mesmo considera as denominações, elas são contra Ele. (...) Agora, as pessoas agem como se Deus simplesmente estivesse obrigado a encontrá-las baseado na teologia delas. Agora, as pessoas agem assim. Elas nem se associam umas com as outras. Os trinitários ou os pentecostais não se associam com os unitários, nem os unitários se associam com os trinitários. A metodista não se associa com a batista, porque uma é legalista e a outra é calvinista, de modo que não têm companheirismo algum. E torcem a mente das pessoas de tal modo que elas até mesmo ficam umas contra as outras.

A verdade é que ninguém pode saber nada dos mistérios de Deus a menos que Ele mesmo os revele.

Deuteronômio 29:29

As coisas encobertas pertencem ao Senhor nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei.

Deus Sempre Usou Profetas Para Revelar a Sua Palavra

Deus prometeu revelar certas coisas para nós e isso com o propósito de que possamos cumprir com toda a Palavra. Mas Ele sempre usou profetas para fazer isso.

Amós 3:7

Certamente o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem ter revelado o Seu segredo aos Seus servos, os profetas.

Se Jesus disse em Mateus 16 que a Revelação vem de Deus e é a Chave do Reino, e se Deus não faz nada a menos que Ele revele isso por meio de um profeta, então vemos a importância de um profeta na economia de Deus. Você tem que ter a Palavra escrita e também a Palavra Falada ou você nunca estará no alvo certo com as coisas de Deus.

Jesus é a Nossa Porta

Uma chave serve para abrir uma porta e Jesus disse que Ele é a nossa porta.

João 10:9

Eu sou a porta; se alguém entrar por Mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.

O que Jesus disse que acontece quando entramos nesta Porta? Ele disse que somos salvos. Então nós vemos aqui o quão importante é esta chave. Ela é necessária para nos salvar. Então nossa salvação depende de ter ou não essa Chave de revelação. Então vemos que esta Chave é muito importante para nós, pois sem ela não poderíamos entrar na porta, que é Cristo, a Palavra, e, portanto, não poderíamos ser salvos.

O irmão Branham disse que as pessoas são tão dependentes da teologia ou doutrina da sua igreja que eles pensam que aquilo está correto. Se houver mais de mil denominações e cada uma delas acreditarem que elas é que estão certas e as demais não, então como elas podem estar todas certas? Eles não podem estar certos. Deus disse que deve haver um profeta, pois Deus nos fala por meio de profetas. O padrão disso está em Deuteronômio 18. Essa Escritura se cumpriu literalmente em Jesus Cristo, mas cada profeta que Deus enviou para o Seu povo deve seguir estes mesmos pré-requisitos, como ser alguém enviado por Deus e que fala da parte de Deus.

Deuteronômio 18:15-22

O Senhor teu Deus te levantará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis; conforme a tudo o que pediste ao Senhor teu Deus em Horebe, no dia da assembléia, dizendo: Não ouvirei mais a voz do Senhor teu Deus, nem mais verei este grande fogo, para que não morra. Então o Senhor me disse: Falaram bem naquilo que disseram. Eis lhes suscitarei um profeta do meio de seus irmãos, como tu, e porei as Minhas palavras na sua boca, e ele lhes falará tudo o que Eu lhe ordenar. E será que qualquer que não ouvir as Minhas Palavras, que ele falar em Meu nome, Eu o requererei dele. Porém o profeta que tiver a presunção de falar alguma palavra em Meu nome, que Eu não lhe tenha mandado falar, ou o que falar em nome de outros deuses, esse profeta morrerá. E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o Senhor não falou? Quando o profeta falar em nome do Senhor, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele.

Deus não nega que ele seja um profeta, porém o que Deus nega é que esse profeta fosse enviado por Ele. Mas quanto aos que Deus mesmo envia Ele disse: "É melhor você ouvir a esse profeta porque Eu vou exigir isso de você". Seria morte rejeitar o que um profeta enviado de Deus dissesse no passado, e seria morte rejeitar ou tomar como falso o que um profeta enviado por Deus nos dissesse hoje. Deus é o mesmo. Ele não muda. Não há chave para porta alguma para alguém que crê que basta apenas ouvir a um dos cinco ministros e rejeitar o que um profeta enviado por Deus ensinou.

A Finalidade da Palavra Vinda Por Um Profeta

Qual é a finalidade de Deus enviar um profeta para o Seu povo? A própria lei nos dá a resposta:

Deuteronômio 5:1-5

E chamou Moisés a todo o Israel, e disse-lhes: Ouve, ó Israel, os estatutos e juízos que hoje vos falo aos ouvidos; (Aquilo que o profeta Moisés estava falando era algo que Deus lhe deu para falar, então ouvir a ele seria o mesmo que ouvir a Deus) e aprendê-los-eis, (estudar) e guardá-los-eis, (cultivar, meditar, memorizar) para os cumprir. (praticar).

Então, o propósito de Deus para a Igreja não é apenas ouvir, sejam ministros ou fitas, mas aprender, guardar e cumprir.

O Sinal (01/09/1963) § 230

Não chegue simplesmente você até aqui, dizendo: "Eu creio na Mensagem." Obedeça a Mensagem! Entre em Cristo! Você diz: "Bem, eu creio em tudo que a Palavra diz, irmão Branham." Isso é bom, mas isso é simplesmente - isso é ser capaz de ler. Tome a Mensagem, tome-A em seu coração, que você tem de ter o Sinal, que a própria Vida que estava em Cristo esteja em você.

Provando os Espíritos

Um profeta verdadeiro virá com o Espírito de Cristo para vindicar a Sua Palavra, mas um profeta soberbo virá com um falso espírito a fim de vindicar apenas a si mesmo. É por isso que João disse que todos devem ser postos à prova.

1 João 4:1

Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo.

E como você prova os espíritos? Dando a eles o teste da Palavra. Foi exatamente isso que a primeira era da igreja fez. Eles colocaram os espíritos e ministros no teste da Palavra.

O apóstolo Paulo disse em Gálatas 1:8-9

Mas, ainda que nós mesmos (Paulo também se incluiu nisso) ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.

A medida-padrão é o que foi ensinado. Naqueles dias só havia o Antigo Testamento escrito. Paulo nunca imaginou que suas cartas fossem tidas como sagradas e unidas aos rolos da Bíblia do seu tempo. Porém suas palavras eram a Palavra falada daquele dia e que aos poucos ia sendo registrada na forma de escrita. Qualquer coisa que fosse contrário à Palavra escrita e falada deveria ser rejeitada, porque essas são as duas miras do cristão. Qualquer coisa que esteja desalinhado com isso fará o crente falhar no alvo. Para que William Branham seja um profeta vindicado, sua Mensagem precisa ecoar o que as Escrituras disseram, e com o seu ministério, sabemos que obtemos a chave da revelação para compreender muitas coisas que Paulo nos ensinou e que mesmo em seus dias para muitos era algo difícil de compreender.

A Parousia de Cristo nos Vivifica Agora

E entre tantas coisas que Paulo ensinou em suas epístolas uma delas foi acerca da Parousia de Cristo.

1 Coríntios 15:22-23

Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo. Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na Sua Parousia.

A palavra "Parousia" no grego foi traduzida nas diversas bíblias por "vinda", quando a tradução correta deveria ser "presença". Então Paulo diz que a Igreja seria vivificada quando Cristo aparecesse, e para o irmão Branham, a aparição de Cristo seria ainda anterior à Sua vinda física, mostrando agora a Sua Presença na forma do Espírito Santo. Portanto essa Sua Presença é a Sua Parousia, primeiro na forma do Espírito Santo, e que de qualquer forma vivificaria a igreja no tempo do fim espiritualmente, antes que ela fosse vivificada em sua carne no arrebatamento, quando Cristo viesse corporalmente para buscá-la. Foi isso que o irmão Branham nos ensinou e a Palavra falada desse dia não está de forma alguma em contradição com a Palavra escrita, pois ela nos dá a revelação que é a chave para entendermos o que Paulo e a Palavra escrita falaram.

Embora Paulo esteja aqui se referindo claramente à ressurreição do corpo físico que será vivificado na Presença física de Cristo, o irmão Branham ensinava que essa Presença em Espírito que está em nós agora também nos vivifica, porque isso é a Sua Parousia, que é Cristo mostrando-Se presente em meio à Igreja.

A Voz do Sinal (21/03/1964) §§ 31-33 [Sem tradução]

Jesus curou para que isso pudesse cumprir a Palavra. Ele fez essas coisas para que a Palavra de Deus fosse cumprida. É isso que Ele está fazendo hoje, para que a Palavra possa ser cumprida, como eu citei para você, noite após noite. Agora observe, então quando Sua Presença está próxima, isso certamente produz emoção. Como eu falei esta manhã: "Qualquer coisa sem emoção está morta". E qualquer religião que não tenha tido alguma emoção, é melhor enterrá-la; ela está morta. Isso produz emoção. Ele nos vivifica. Mas quando somos vivificados, vamos nos lembrar do que nos vivificou. O que foi isso? É a Presença do Espírito Santo, Jesus Cristo em nosso meio, mostrando-Se que Ele está vivo. Não é um corpo físico; (Jesus não está presente agora fisicamente entre nós, mas Sua Parousia está aqui de qualquer forma) quando naquela hora, aquele corpo físico retorna do céu, o tempo não será mais. Isso é tudo. E nós sabemos que estamos dentro, vivendo nos últimos dias, quando essas coisas estiverem para acontecer.

Quais coisas? A vivificação, tanto de nossas mentes e espíritos como também de nossos corpos. Então há uma vivificação espiritual antes que ocorra a física. É isso que a alça de mira nos mostra, e isso está perfeitamente alinhado com a mira das Escrituras, de forma que conseguimos acertar o alvo.

Ao Nascer do Sol (18/04/1965) § 215

"Se o Espírito que ressuscitou Jesus dentre os mortos habita em vós", oh, aleluia, "Ele vivificará vossos corpos mortais". Isso fará com que você faça coisas que você não fez antes. Eles estavam cheios de energia vivificadora então. Vê?

Mas se por um lado a vivificação de nossos corpos mortais só ocorrerá literalmente na vinda de Cristo, por outro lado temos a segurança de que isso já é nosso, pois como Paulo disse, já estamos potencialmente ressuscitados e assentados em lugares celestiais juntamente com Cristo, pois Sua Parousia entre nós agora já vivificou nossos corpos.

Efésios 2:6

E nos ressuscitou juntamente com Ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus.

Então a vivificação de nossos corpos já nos pertence, pois Sua Parousia ou Presença já está entre nós para nos confirmar isso.

O Lugar de Adoração Provido Por Deus (25/04/1965) § 137

Observe agora, quando este grande mover do poder de Deus entra em um filho de Deus, isso o vivifica, o Espírito da Vida entra nele. Então, o que isso faz? Assenta-os nos lugares celestiais, agora mesmo. Eles não "serão". Nós estamos agora. Agora já estamos ressuscitados, a dinâmica e a mecânica que estão em funcionamento, nos vivificou, e estamos vivificados na Presença de Deus, onde o Seu Espírito está. E agora estamos assentados juntamente nos lugares celestiais, em Cristo Jesus.

Este é um exemplo muito simples para provar a você que a Parousia não é um evento que ainda está para acontecer, mas que já está em andamento.

Paulo citou essa palavra "parousia" em várias outras ocasiões.

1 Tessalonicenses 2:19

Porque, qual é a nossa esperança, ou gozo, ou coroa de glória? Porventura não o sois vós também diante de nosso Senhor Jesus Cristo em Sua Parousia?

I Tessalonicenses 3:13

Para confirmar os vossos corações, para que sejais irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na Parousia de nosso Senhor Jesus Cristo com todos os Seus santos.

O Ensino da Parousia Está Alinhado Com a Bíblia

Alguns na Mensagem estão dizendo que o ensino sobre a Parousia está errado ou que é falso, porém como vimos, Paulo mencionou isso, e se o irmão Branham não tivesse feito o mesmo, então ele não teria ensinado tudo o que Paulo ensinou. E Paulo disse que deveria ser maldito quem não pregasse o mesmo que ele pregou. Então William Branham precisaria pregar a mesma coisa ou ele seria amaldiçoado porque foi isso que o apóstolo Paulo nos disse. E devemos nos lembrar que o irmão Branham nos disse também que ele ensinava a mesma coisa que Paulo ensinou.

A Era da Igreja de Sardes (09/12/1960) § 78

Ele disse: "Todo aquele que tirar ou acrescentar, o mesmo será tirado (a sua parte) do Livro da Vida". Isso cobre toda a coisa então. Deste modo, não há espaço para você pular ou apertar qualquer outro lugar (vê?), Porque é isso. Foi o que Deus disse; Isso é o que o Espírito disse; e isso é o que as igrejas disseram. Agora, se você tenta forçar qualquer outro tipo de doutrina do que Paulo ensinou, isso está errado!

Paulo disse mais sobre a Parousia:

1 Tessalonicenses 4:15

Dizemo-vos, pois, isto, pela Palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a Parousia do Senhor, não precederemos os que dormem.

Aqui o apóstolo Paulo nos ensina que haverá um povo vivo e permanecerá até a Parousia de Cristo. Então tem que haver uma Parousia de Cristo, e sendo assim, ensinar que existe uma Parousia de Cristo não é um ensinamento falso. As testemunhas de Jeová tinham um falso ensino sobre a Parousia, dizendo que Cristo já veio à terra em 1914, porém o irmão Branham nos deu o ensino correto sobre isso. Nós tratamos sobre isso no estudo "A Mensagem de William Branham Versus Testemunhas de Jeová".

Novamente ele disse em 1 Tessalonicenses 5:23

E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a Parousia de nosso Senhor Jesus Cristo.

Novamente o apóstolo Paulo disse em 2 Tessalonicenses 2:1

Ora, irmãos, rogamo-vos, pela Parousia de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com Ele.

Aqui o apóstolo Paulo fala da Parousia do Senhor Jesus Cristo e ele a associa com um tempo em que estaremos reunidos. Então agora estamos olhando para a Parousia do Senhor Jesus Cristo e para uma reunião com Ele. Portanto, se alguém não está ensinando isso, não estará ensinando o que Paulo ensinou.

Em 2 Tessalonicenses 2:8 Paulo ainda diz mais:

E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da Sua boca, e aniquilará pelo esplendor da Sua Parousia.

Essa palavra "esplendor" ou "brilho" vem do grego "epiphanea" que quer dizer "manifestação da aparição". Alguns podem ter dificuldade para compreender isso, mas o irmão Branham ensinou a Parousia de Cristo, assim como o apóstolo Paulo, porém ele usou a palavra equivalente no inglês para Parousia que é "Presença" em vez de usar a palavra grega "Parousia". Para ele, essa aparição da Presença de Cristo era algo prometido para vir nestes últimos dias, pouco antes da vinda de Cristo. Essa Parousia seria uma manifestação ou aparição peculiar da Presença de Cristo entre nós na forma do Espírito Santo, ou em uma Coluna de Fogo ou como Anjo, com inúmeros sinais que vindicassem esse evento em meio à Igreja.

Desde Então (13/07/1962) § 102 [Sem tradução]

Quantos sabem que há uma diferença entre a aparição de Cristo e a vinda de Cristo? São duas palavras diferentes. Agora é a aparição, a próxima será em breve. Ele está aparecendo no meio de nós, fazendo as obras que Ele fez uma vez, em Sua igreja. Agora, você é parte dessa igreja e, pela graça, você crê. Eu sou membro dessa igreja. Agora, eu não sou um pregador. Você sabe que eu não sou. Eu não tenho instrução para fazer isso. Às vezes eu me sinto relutante em pé aqui por homens de Deus, que são chamados para esse ofício. Há apóstolos, profetas, mestres, pastores e evangelistas. Nem todos são apóstolos, nem todos são profetas, nem todos são mestres, nem todos são evangelistas. Eu estou aqui de pé... Mas o meu ministério é um ministério diferente de um pastor ou mestre. Eu sou... eu não sou. E se eu disser coisas erradas, irmãos, perdoe-me. Eu não quero dizer isso. Mas este é o meu ministério (vê?) Para declará-Lo, que Ele está aqui.

Ou seja, a Parousia está aqui! O irmão Branham está falando da parousia, a Presença de Cristo, e nós precisamos crer que esse ensino também se encontra na Bíblia e principalmente nas cartas de Paulo, do contrário isso estaria errado. Lembre-se do que o irmão Branham disse:

Se você tenta forçar qualquer outro tipo de doutrina do que Paulo ensinou, isso está errado!

Então nós precisamos ter o cuidado de dizer o mesmo que Paulo disse, pois assim não falharemos no alvo. O irmão Branham disse que na visão além da cortina do tempo, foi-lhe dito que ele seria julgado pelas coisas que ensinou, e ele então declarou que estava tranqüilo quanto a isso, pois sabia que havia dito tudo como Paulo havia ensinado.

Adoção Nº. 4 (22/05/1960) § 94-96

"...Mas algum dia glorioso, o Filho de Deus virá, e você será julgado segundo a Palavra que você pregou a eles" . Oh, irmão, eu disse: Será que Paulo deve trazer o seu grupo?". "Sim, senhor". Eu disse: "Eu preguei exatamente como Paulo o disse. Eu nunca dividi; nunca adotei nenhum credo de igreja ou qualquer outra coisa. Eu permaneci o mesmo". E todos gritaram de uma só vez: "Nós sabemos disso. Estamos descansando com segurança". Disseram: " Você nos apresentará a Ele, e então todos voltaremos à terra para viver para sempre". Oh, que coisa.

Jesus falou acerca da Sua Parousia também disse:

Mateus 24:37

Mas, como foi nos dias de Noé, assim também será a Parousia do Filho do Homem.

Mateus 24:39

E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a Parousia do Filho do homem.

O apóstolo Pedro também fez várias menções à parousia de Cristo em suas epistolas como em

2 Pedro 1:16

Porque não vos fizemos saber a virtude e a Parousia de nosso Senhor Jesus Cristo, seguindo fábulas artificialmente compostas; mas nós mesmos vimos a sua majestade.

Tiago também fez as suas considerações acerca da Parousia:

Tiago 5:7-8

Sede pois, irmãos, pacientes até à Parousia do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia. Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima.

O mesmo também fez João:

1 João 2:28

E agora, filhinhos, permanecei nele; para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança, e não sejamos confundidos por ele na Sua Parousia.

Então vemos que a Parousia de Cristo não era uma falsa doutrina, nem era uma doutrina estranha para a igreja primitiva. Foi ensinado primeiro por Jesus e depois pelos apóstolos Paulo, Pedro, João, Tiago, os autores do Novo Testamento e, finalmente, por William Branham, o profeta de Deus do tempo do fim. Portanto esse Alarido dos últimos dias tem nos dado a chave da revelação que nos abre a Porta, que é Cristo sendo revelado a nós. Se mantivermos essas duas miras sempre alinhadas, nunca falharemos no alvo.