Aparição e Vinda

24/09/2017

Aparição e Vinda

24 de setembro de 2017

São Joaquim-RJ

Diógenes Dornelles

A Diferença Entre Aparição e Vinda

Nosso objetivo com esse pequeno estudo é demonstrar através dos sermões de William Branham mais um de seus ensinos peculiares acerca das Escrituras Sagradas e que até então havia sido passado por alto por vários grupos cristãos. O irmão Branham ensinava que antes mesmo que Cristo viesse fisicamente, Ele deveria primeiro aparecer espiritualmente e que nestes dias atuais essa Sua aparição espiritual já estava acontecendo. Absolutamente nenhuma outra corrente cristã ou algum seminário teológico ensinou ou interpretou as Escrituras dessa maneira. Entretanto essa foi a interpretação do irmão Branham e nós veremos aqui as várias ocasiões em que ele fez menção disso e os argumentos que ele utilizou para consubstanciá-los.

Desde Então (13/07/1962) § 102 [Sem tradução]

Quantos sabem que há uma diferença entre a aparição de Cristo e a vinda de Cristo? São duas palavras diferentes. Agora é a aparição, a próxima será em breve. Ele está aparecendo no meio de nós, fazendo as obras que Ele fez uma vez, em Sua igreja. Agora, você é parte dessa igreja e, pela graça, você crê. Eu sou membro dessa igreja.

Não se tratam de duas palavras diferentes apenas, mas são dois eventos distintos que devem ocorrer em tempos diferentes.

Não Temais (20/02/1962) § 66 [Sem tradução]

Existe uma palavra diferente usada. A aparição de Cristo e a vinda de Cristo (Vê?), são duas palavras diferentes. Vê? Agora, Cristo está aparecendo nestes últimos dias à Sua igreja, reunindo a Sua igreja em unidade, fé e poder na Palavra, todos juntos; que quando Ele retornar encontrará a mesma igreja. O que o gafanhoto deixou a lagarta comeu; o que a lagarta deixou o pulgão comeu; até a locusta. Mas Deus disse... "Eu restaurarei", diz Deus.

O Evangelismo do Tempo do Fim (3/06/1962) § 50

Agora, nós já temos visto e estamos testemunhando a Aparição do Senhor. Lembre-se, "aparição" e "vinda" são duas palavras diferentes, "aparecer" e então "vir". Agora é a aparição. Ele já tem aparecido nestes últimos dias. Bem aqui conosco nestes últimos poucos anos. Agora, isto é o sinal da Sua Vinda.

Jesus Cristo é o Mesmo Ontem, Hoje e Eternamente (18/07/1962) § 82 [Sem tradução]

Pai celestial, estamos gratos por sabermos que estamos vivendo neste último dia, antes da vinda daquele Único, Aquele Seu maravilhoso, glorioso e amoroso Filho, o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que nós amamos. E sabemos que a Bíblia fala de uma aparição antes da vinda, e há uma grande diferença na palavra "aparecer", e depois "vir".

Sua Explicação Bíblica

Observe que o irmão Branham afirmava que a Bíblia menciona uma aparição de Cristo para os últimos dias antes mesmo que Ele venha. Vejamos então como o irmão Branham argumentava biblicamente essa sua afirmação sobre a existência da separação entre esses dois eventos que estavam previsto a acontecer no tempo do fim.

Jeová Jiré 2 (06/07/1962) § 174 [Sem tradução]

Ele está aqui, a aparição de Cristo. Você alguma vez já tentou dividir... Há um lugar na Bíblia, sabe, eu não tenho tempo para entrar nisso, que diz "a aparição de Cristo", e depois "a Vinda de Cristo".

Essa expressão "aparição de Cristo", na sua bíblia em inglês King James, aparece em pelo menos seis ocasiões no Novo Testamento. A palavra "aparição" em inglês é "apperaring", porém em nossas bíblias, essa palavra foi traduzida de diferentes maneiras. Vejamos então quais são as seis ocorrências onde essa palavra aparece no texto inglês e que tem relação com Cristo:

1 Timóteo 6:14

Que guardes o mandato imaculado, irrepreensível, até à manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo.

Na Revista e Corrigida está "aparição".

2 Timóteo 1:10

E manifestada, agora, pelo aparecimento de nosso Salvador Cristo Jesus, O qual não só destruiu a morte, como trouxe à luz a vida e a imortalidade, mediante o evangelho.

2 Timóteo 4:1

Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela Sua manifestação e pelo Seu reino.

Na Revista e Corrigida está "vinda".

2 Timóteo 4:8

Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a Sua vinda.

Tito 2:13

Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus.

Na Revista e Corrigida está "aparecimento".

1 Pedro 1:7

Para que, uma vez confirmado o valor da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro perecível, mesmo apurado por fogo, redunde em louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo.

Não sabemos se o irmão Branham se referia a todas essas Escrituras ou algumas delas, porém essas são as ocorrências que nós encontramos no texto em inglês, onde a palavra "aparição" relacionadas a Cristo estão presentes. Como dissemos, em nossas bíblias essas passagens foram traduzidas de formas diferentes, porém em inglês todas elas foram traduzidas iguais, e para o irmão Branham essas ocorrências que mencionam a Sua aparição estavam relacionadas não exatamente à vinda literal de Jesus Cristo, mas a algo que Ele mesmo faria nestes últimos dias pouco antes de vir. Com a exceção da Escritura de 1 Pedro 1:7, onde no inglês a palavra "aparição" foi traduzida do grego "apokalupisis", todas as demais foram traduzidas da mesma palavra grega "epiphanea", e que tem a ver com uma manifestação ou aparecimento peculiar de Deus e da Sua glória em meio ao Seu povo. Essa palavra significa "que vem à visão", "tornar-se visível" ou "aparecer", ou ainda "resplandecer". "Epiphanea" pressupõe a aproximação de algo que pode ser visto e testemunhado publicamente; também implica uma emanação de luz ou algo que brilha.

Então diferente do que muitos teólogos interpretam, o irmão Branham ensinava que essas Escrituras, ou pelo menos em boa parte delas, não tratavam da vinda literal de Jesus à terra, mas de algo que Ele estaria fazendo aqui em Sua igreja pouco antes de vir fisicamente.

Porém, como dissemos, este ensino do irmão Branham, de que primeiro deveria haver uma aparição de Cristo no final dos tempos em Espírito antes que Ele viesse fisicamente, foi algo que ninguém estava ensinando. Então como foi possível o irmão Branham interpretar a palavra "aparição" de Cristo como um evento isolado da Sua vinda física? De onde exatamente ele tirou isso? Nós não temos a menor sombra de dúvida de que isso somente pode ter sido por meio de uma revelação que Deus lhe concedeu.

A Busca Desesperada Por Uma Resposta

Porém como comprovar que essa revelação está correta à luz das Escrituras? Existiria alguma outra Escritura que respaldasse a isso? Onde está na Bíblia essa informação ou pelo menos algo indicativo de que a Vinda de Cristo seria antecipada por algum outro evento no tempo do fim? Embora a maioria dos irmãos e ministros da Mensagem parecesse não ter se importado nem um pouco com essa questão, o irmão Lee Vayle orou insistentemente a Deus para que lhe mostrasse uma prova bíblica disso. Ele já havia escrito o livro "O Profeta do Século XX", onde tentou comprovar minuciosamente pelas Escrituras, que William Branham era um profeta que estava prometido vir para a igreja gentílica antes do tempo do fim, e da mesma maneira, durante todo o seu ministério, o irmão Vayle também se esforçou em provar que cada ensino do irmão Branham era igualmente bíblico.

E agora ele estava desesperadamente angustiado por uma resposta, seja ela divina ou estivesse ela nas próprias mensagens do irmão Branham. Então ele continuou com a sua investigação, até que em 1977, em meio à sua busca e pesquisas, encontrou a palavra grega "parousia", e o Espírito Santo lhe indicou que se detivesse nisso, pois ali estaria a sua resposta. Então o irmão Vayle começou a buscar por uma compreensão ampla para o sentido dessa palavra, que nas bíblias foi despreocupadamente traduzida por "vinda". Ele examinou todos os comentários dos especialistas do grego, até que encontrou os trabalhos dos tradutores do grego Rotherham e Vine, os quais entendiam que a tradução literal para essa palavra só poderia ser "presença" e não vinda. Rotherham chegou a traduzir todo o Novo Testamento do grego para o inglês, e nas ocasiões em que "parousia" era mencionada, ele traduziu por "presença". Na verdade, Rotherham sugeriu que essa palavra nunca deveria ser traduzida para qualquer outro idioma, dado a sua peculiaridade, mas que deveria ser conservada como ela é, assim como a palavra "batismo" foi conservada pelos tradutores conforme o original. Isso porque a palavra "parousia" não está tratando apenas de uma vinda física e literal de alguém, mas de uma aproximação que anteciparia a esse evento. Portanto a palavra "parousia" se refere a uma série de eventos que deveriam culminar em seu encerramento com a vinda literal de Cristo. Mas reduzir essa palavra apenas à vinda física de Jesus, poderia promover à negação e incompreensão desses outros eventos que precederiam àquele. Que eventos seriam este? Rotherham não soube dar nenhum palpite, mas sabia que essa era a compreensão que todos deveriam ter para essa palavra.

Outro estudioso do grego, chamado Karl Barth, chegou a dividir a parousia em três formas, sendo que a primeira foi quando Cristo ressuscitou dos mortos; a segunda forma de parousia seria a atual, onde Cristo Se faz presente em nosso meio através de Seu Espírito, e a terceira forma ocorrerá quando Cristo vier na Sua segunda vinda e Se tornar novamente visível para todos.

Mas de qualquer maneira, a tradução de "Parousia" por "vinda" nem sempre dava uma compreensão clara para as Escrituras. Podemos verificar um exemplo disso no evangelho de Mateus.

Mateus 24:3

E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a Ele os Seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da Tua vinda (do grego "parousia", que deveria ter sido aqui traduzido por "Presença") e do fim do mundo?

Aqui os discípulos de Jesus estavam perguntando por algum sinal que indicasse o momento em que Ele Se manifestaria abertamente como o Rei de Israel para governar sobre a nação. Eles não tinham a menor noção de que Cristo deveria morrer e partir a fim de voltar em uma segunda vinda. Portanto não faria sentido nenhum eles estarem perguntando-Lhe sobre os sinais de Sua segunda vinda, quando eles sequer imaginavam que Ele teria que partir e depois retornar.

O próprio João Batista mostrou que não sabia que teria que haver uma segunda vinda, pois vemos que Ele questionou certa vez se Jesus era o Messias por não vê-Lo fazendo o que ele vaticinou.

Mateus 11:2-3

E João, ouvindo no cárcere falar dos feitos de Cristo, enviou dois dos seus discípulos, a dizer-lhe: És Tu Aquele que havia de vir, ou esperamos outro?

Uma das razões da sua pergunta é que após ouvir sobre os feitos de Jesus, observou que Ele não estava cumprindo com tudo aquilo do qual João profetizou que Ele faria.

Mateus 3:11-12

E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas Aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; Ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo. Em Sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará.

Ele não tinha ouvido ainda notícias de que Jesus estivesse batizando o povo com o Espírito Santo - pois isso era para acontecer somente depois no pentecostes e novamente nos últimos dias - e muito menos soube de Jesus queimando a palha com fogo, que é uma referência ao julgamento que Ele fará contra as nações, e isso só ocorrerá na Sua segunda vinda. Porém João esperava que tudo isso acontecesse ainda em seus dias. Ninguém ainda possuía um indício de que teria que haver uma segunda vinda.

Em 2 Tessalonicenses 2:8 Paulo diz:

E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da Sua boca, e aniquilará pela epiphanea da Sua Parousia.

"Epiphanea" quer dizer "manifestação da aparição". Então Paulo falava que deveria haver nos últimos dias a aparição da Parousia ou Presença, e se para o irmão Branham essa aparição já estava acontecendo, então é porque Alguém já deveria estar presente entre nós para assim Se manifestar.

De qualquer maneira, para o irmão Vayle, a tradução e compreensão correta da palavra "parousia" lhe ajudou a entender definitivamente o ensino do irmão Branham de que antes que Cristo viesse, algum outro evento deveria anteceder a isso. Realmente a revelação que o profeta de Deus havia recebido era de fato bíblica.

A Parousia é Um Conjunto de Eventos

E quando analisamos todos os argumentos que o irmão Branham utilizou para esse seu ensino peculiar, concluímos que eles satisfazem perfeitamente o sentido que a palavra "parousia" possui, pois ele também ensinava que apesar de distintos, a aparição e vinda eram eventos que estavam em conjunto, exatamente como Parousia sugere.

Jeová Jiré 2 (06/07/1962) § 174 [Sem tradução]

Ele está aqui, a aparição de Cristo. (O irmão Branham não estava com isso dizendo que Cristo já tivesse chegado, mas que Ele estaria dando sinais de que Sua vinda estava próxima) Você alguma vez já tentou dividir... Há um lugar na Bíblia, sabe, eu não tenho tempo para entrar nisso, que diz "a aparição de Cristo", e depois "a Vinda de Cristo". São duas coisas diferentes, em conjunto, a "aparição" e a "Vinda". Ele está aparecendo agora, operando conosco na forma do Espírito Santo, tornando-a simplesmente perfeita, a Igreja. Tem que ser.

Então ainda que a Aparição e a Vinda sejam dois eventos diferentes, eles estão em conjunto. E a palavra "parousia" na Bíblia, compreende justamente uma série de eventos em conjunto que ocorrem durante um período de tempo, que envolve primeiramente a aparição de Cristo por meio de uma série de manifestações, e que culminará com a Sua subsequente vinda física e visível. Portanto a Parousia envolve tanto o que Deus está fazendo agora mesmo com Sua Igreja na forma do Espírito Santo, como também quanto ao que Ele fará quando enviar o Seu Filho fisicamente de volta à terra.

Como essa palavra no grego foi traduzida na maioria de todas as Bíblias por "vinda", isso acabou limitando drasticamente o seu sentido - que é bem mais amplo - para apenas aquele único evento, que ainda está para se cumprir. Portanto todas as vezes em que essa palavra "parousia" aparece nas Escrituras relacionadas a Cristo, elas não estão se limitando apenas a esse evento futuro, mas também a outros eventos que se antecipariam, e que conforme o irmão Branham nos ensinou, já estão em andamento.

Antes que ocorra a vinda de Cristo, haverá sinais que promovem essa vinda, e estes sinais são produzidos pelo próprio Espírito Santo que está aparecendo agora e que depois virá encarnado no Filho que voltará. Sendo assim, essa Parousia ou Presença, não está limitada somente à vinda de Jesus Cristo, mas àqueles sinais que O antecede.

É por isso que o profeta de Deus nos alertou que muitos estão focados em eventos que ocorreram no passado e para outros que ainda irão acontecer, sem dar-se conta de coisas que foram prometidas para esse dia presente e que já estão acontecendo.

Dessa maneira, a tradução de Parousia por "vinda", que é um evento ainda para o futuro, faz o leitor da Bíblia nos dias de hoje olhar somente para a aparição de Cristo também como sendo um evento vindouro, e não para algo que Ele pudesse estar fazendo agora mesmo, como o irmão Branham entendia.

A Aparição na Forma do Espírito Santo

Como já pudemos observar, essa aparição de Cristo agora trata-se de algo que Ele estaria fazendo em meio à Igreja na forma do Espírito Santo.

Não Tenhais Medo, Sou Eu (11/06/1962) § 66 [Sem tradução]

Sabe, há uma diferença entre a aparição de Cristo e a vinda de Cristo. São duas palavras diferentes. Ele está aparecendo agora à Sua igreja. Nós O vemos; nós sabemos que é Ele. É o Espírito Santo. Vê? Nós sabemos que é. Agora, nós cremos que o Espírito Santo é Deus. Todos nós sabemos disso. Como o Pai, o Filho e o Espírito Santo, não cremos que hajam três deuses. Nós cremos que existem três ofícios do mesmo Deus. O Pai, o Filho e o Espírito Santo são três ofícios em que o mesmo Deus operou.

Deus Tem Um Caminho Provido (28/07/1962) § 81 [Sem tradução]

Não perca isso. O Espírito Santo, Cristo está aqui. Agora, lembre-se dessas duas palavras antes de eu deixar você: a aparição de Cristo e a vinda de Cristo são duas coisas diferentes. Cristo agora está aparecendo na plenitude de Seu poder. Sua vinda será depois: Sua aparição antes da Sua vinda. Deus seja misericordioso.

Convencido e Então Preocupado (21/05/1962) § 31 [Sem tradução]

Agora, João estava tão seguro de que ele veria o Messias, que até ele disse: "Ele está em nosso meio agora". Agora, preste atenção. Observe. Há uma grande diferença no sinal de Jesus aparecendo, e então Jesus vindo. Há duas palavras diferentes, que significa duas coisas diferentes: a aparição do Senhor e a vinda do Senhor. Agora, a aparição do Senhor é agora, quando Ele está aparecendo ao Seu povo, Seu Espírito operando entre eles, provando que Ele está com eles, preparando-os para o arrebatamento, para a vinda do Senhor para levar o Seu - a Noiva (Vê?): A aparição e a vinda. Tudo bem.

O Evangelismo do Tempo do Fim (3/06/1962) § 50

Ele está aparecendo em Sua Igreja, sob a forma do Espírito Santo, mostrando que é Ele, porque as pessoas não podem fazer essas coisas que você vê o Espírito Santo fazendo, então é a aparição do Senhor. Lembre-se, falado ambos os lugares, "aparição" e "vinda".

Essa aparição de Cristo é também ao mesmo tempo do Messias, e que não é outro a não ser do próprio Espírito Santo, que é a mesma unção que estava em Cristo.

Jeová Jiré 3 (07/07/1962) §§ 197-198

Essa é a razão pela qual Jesus poderia ficar diante do público e dizer-lhes. Os fariseus disseram: "Ele é Belzebu". Jesus virou-Se. Eles não falaram em voz alta, mas Ele disse a eles. Essa é a razão pela qual Ele pode falar com a mulher sobre o seu fluxo de sangue. Dizer à mulher que ela teve os maridos; e quando ela fez isso, então Ele disse. "Ora, esse é o sinal do Messias". Veja agora o retorno, a aparição do Messias entre as pessoas. É o Espírito Santo que prepara a Igreja.

Convencido e Então Preocupado (21/05/1962) § 54 [Sem tradução]

Eu estou convencido de que isto é Deus, e estou convencido de que Jesus está vindo. Estou convencido de que esta é a Sua primeira aparição na forma do Espírito Santo nos últimos dias, porque o profeta disse: "Haverá Luz no entardecer". Estou convencido de que as Escrituras estão cumpridas. (Não ainda no tocante à Vinda, mas à Sua Presença prometida para os dias atuais) Estou convencido. Estou convencido de que o mundo está no limiar da destruição, da ordem mundial, do kosmos. Mas eu... Estou convencido de que a vinda do Senhor está próxima. Estou convencido de que o que temos é o Espírito Santo. (...) Creio que a igreja de Jesus Cristo é um grupo chamado que foi santificado pelo Sangue de Jesus Cristo, e posto de lado para servir. Eu creio que esta coisa que vemos fazer é a aparição do Senhor Jesus em nosso meio, como Ele disse.

O irmão Branham está se referindo aqui à ocasião em que Jesus disse que o Seu futuro manifestar ainda antes de Sua vinda física seria como foi nos dias de Sodoma.

Lucas 17:29-30

Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os consumiu a todos. Assim será no dia em que o Filho do homem Se há de manifestar.

Embora aqui Jesus esteja Se referindo ao futuro juízo que Ele trará ao mundo semelhante ao que aconteceu com aquelas cidades, o irmão Branham também incluía os "dias de Ló", com a ocasião em que Deus apareceu em carne humana para Abraão. Da mesma maneira, o Filho do Homem estaria presente em nossos dias fazendo as mesmas obras na carne de um profeta. Isso deveria acontecer durante a Sua aparição pouco antes da Sua vinda.

O Cego Bartimeu (30/03/1960) § 48 [Sem tradução]

Agora, preciosos amigos, eu sou seu irmão. Esta é a Palavra de Deus. A Bíblia diz que se estamos pregando (todos os recém-chegados aqui)... Estamos pregando esta semana e vendo o Espírito Santo fazer isso. O Espírito Santo prometeu, por meio de Jesus Cristo, que, nos últimos dias, faria a mesma coisa perante a igreja, antes da Sua vinda. Quantos estiveram aqui esta semana, e ouviram sobre isso ensinado, Jesus disse: "...foi nos dias de Sodoma.." Vê? E o Anjo até ficou de costas para a mulher quando perguntou a Abraão: "Onde está sua esposa, Sara?". E ele disse: "Na tenda, atrás de Ti". E ela riu dentro de si mesma. Ele disse: "Por que ela riu?" Jesus disse: "A mesma coisa acontecerá antes da vinda do Senhor. É o último sinal. Tivemos cura... Observe quando Jesus Se declarou. A primeira coisa que Ele fez, Ele foi batizado com - com o Espírito Santo, quando João O batizou. O - nós percebemos que a próxima coisa que Ele começou em Seu ministério, Ele começou a curar os enfermos e Sua fama foi para todos os lugares. É isso mesmo? Então, quando isso aconteceu, em seguida Ele começou a mostrar-lhes o sinal do Messias. E foi aí que Ele foi rejeitado. Foi quando O crucificaram e O levaram. Agora, isso é exatamente... Nós chegamos ao batismo do Espírito Santo, os cultos de cura divina. Agora que nós entramos no grande sinal de Sua aparição entre nós, quão felizes deveríamos ser, quando não sabemos a que horas o mundo entrará em cinzas.

Então veja que embora haja sinais da Presença de Deus entre nós, eles não devem ser confundidos com a Sua vinda.

Deus em Carne Novamente no Tempo do Fim

Então enquanto os teólogos incluem a manifestação do Filho do homem somente para a ocasião em que Cristo vier em Seu corpo físico, o irmão Branham já incluía a presença desse mesmo ministério entre nós na Sua aparição, mostrando que para ele a Parousia não seria somente um evento futuro, como muitos entendem, mas que também está em conjunto com algo que ocorreria bem antes. Este profeta com o ministério do Filho do homem para a igreja gentílica, seria o ministério do profeta prometido em Malaquias 4.

Uma Exposição das Sete Eras da Igreja, pág. 293-294

Embora não seja popular, ele será vindicado por Deus. Assim como Jesus autenticou João, e o Espírito Santo autenticou Jesus, nós bem podemos esperar que este homem seja em primeiro lugar autenticado pelo Espírito operando em sua vida com atos de poder que são incontestáveis e não encontrados em nenhum outro lugar; e o próprio Jesus, ao retornar, o autenticará, assim como Ele autenticou João. João testemunhou que Jesus viria - e assim este homem, como João, testemunhará que Jesus vem. E o próprio retorno de Cristo provará que este homem de fato era o precursor de Sua segunda vinda. Esta é a evidência final de que este de fato é o profeta de Malaquias 4, porque o fim do período gentio será o próprio Jesus aparecendo. Então será tarde demais para os que o têm rejeitado.

Deus sempre usou profetas para Se aproximar do Seu povo, e um dos sinais de Sua aparição em nossos dias foi por meio do envio de um profeta.

A Voz do Sinal (14/02/1964) § 120

Toda vez, antes de um acontecimento... Antes que algo aconteça, Deus vem com um profeta, para vindicar a Sua Palavra. E a chegada de um profeta é um sinal.

Mas embora Deus usasse um profeta, o verdadeiro mensageiro é o próprio Espírito Santo, pois Ele é o Filho do homem que deveria aparecer nestes dias.

A Crença de Maria (21/01/1961) § 28

E a igreja... a própria palavra "igreja" significa "chamado para fora". A igreja de Deus já foi chamada. É chamada para fora. E Ele lhe deu um sinal de que era Ele. E quando Ele deu, de costas, Ele disse (Sara estava na tenda atrás Dele, rindo), por um poder, o mesmo que Jesus manifestou em Sua vinda, manifestado tanto ao samaritano quanto ao judeu... E está previsto que, nestes últimos dias, Ele enviaria o Seu Mensageiro novamente. E esse Mensageiro esta noite não é um homem. Não senhor. É o Espírito Santo. Esse é o Seu Mensageiro, Deus em Sua igreja, movendo-Se, mostrando sinais e maravilhas antes da Sua aparição.

Os demais eventos que andam em conjunto envolvendo a Parousia de Cristo dizem respeito ao envio de um profeta com uma Mensagem, a qual é o Alarido que prepara a igreja para receber o Seu Cristo, que virá quando ocorrer a ressurreição dos santos com a Voz de Arcanjo e o soar da trombeta de Deus que os levará em um arrebatamento.

A Aparição de Cristo é um Novo Mover do Espírito Após Dois Mil Anos

Então veja que a aparição de Cristo nestes últimos anos é uma manifestação do Espírito Santo, porém essa manifestação não pode ser confundida ou limitada somente ao batismo ou dons do Espírito Santo, pois como sabemos, estamos na chamada dispensação do Espírito já há dois mil anos. Porém essa aparição de Cristo que está ocorrendo agora, como ensinava o irmão Branham, é algo mais peculiar, pois tem a ver com o mesmo manifestar de Cristo quando esteve aqui em carne humana pela primeira vez, e para o irmão Branham, essa aparição de Cristo com esse mesmo manifestar de outrora, era algo que estava prometido nas Escrituras para ocorrer somente neste tempo do fim.

Queríamos Ver a Jesus (27/06/1962) § 111 [Sem tradução]

Depois de dois mil anos, vemos a prova infalível de que ainda podemos ver Jesus. Ele está aparecendo em nosso meio. Pouco antes da Sua vinda, Ele está fazendo a Sua aparição à Sua igreja, (Durante todas as eras da igreja nunca se presenciou o que só agora a igreja estaria voltando a ver, que é a aparição do Senhor) o último sinal que Ele fez antes dos judeus, e Ele terminou com eles. O último sinal que Ele deu antes que os gentios terminem está sendo mostrado. (Deus manifestado em carne outra vez) Sabemos que esse foi o último sinal que Abraão recebeu antes de que Sodoma queimasse. É o último sinal.

Então embora essas duas coisas sejam algo que andam em conjunto, o irmão Branham também disse que a aparição e a vinda são duas obras diferentes, realizadas em tempos diferentes. O irmão Branham mencionava a comprovação dessa aparição peculiar do Espírito Santo na forma de sinais, maravilhas e curas que nunca haviam sido manifestadas nas outras eras da igreja até então.

Perseverança (08/06/1962) §§ 95-98 [Sem tradução]

Você sabia que a Bíblia fala da aparição do Senhor, e também da vinda do Senhor, e que são duas obras diferentes? Procure e descubra se isso está certo. A aparição e a vinda são duas coisas diferentes. A aparição do Senhor é agora. Ele está aparecendo entre o Seu povo. Nós O vemos em Suas mesmas obras, a aparição, Seu Espírito Santo. Mas a Sua vinda será em um Ser físico. Será para pegar a igreja. Mas veja, nós passamos pela Palavra, justificação, santificação, batismo do Espírito Santo. E agora a igreja está entrando em tal condição, pronta, esperando. Os ofícios... E os ofícios da igreja estão chegando ao seu lugar. Os mestres estão colocando os lugares. (Alinhando a fé de cada crente com a Palavra de Deus) Os dons estão se manifestando. Ah, há muitas imitações. Está certo. Nós esperamos por isso. Mas existe o verdadeiro também. Antes que possa haver um dólar falso, tem que haver um verdadeiro para que ele seja excluído. (Certa vez nós fizemos uma comparação do ensino do irmão Branham para com o ensino das Testemunhas de Jeová, e naquela ocasião nós mencionamos que as Testemunhas de Jeová também possuem um ensino sobre a parousia, dizendo tratar-se da vinda, mas segundo eles, isso teria ocorrido em 1914, porém isso é um ensino falso sobre a Parousia, pois o que nos serve é como o irmão Branham explicou, destacando a atual aparição espiritual de Cristo, sem negar a Sua futura vinda física e visível) Isso mesmo. Temos todas essas comparações carnais, mas isso não tira do verdadeiro. Isso apenas - apenas faz o verdadeiro brilhar. Então o Senhor está agora aparecendo em meio ao Seu povo - grandes sinais e maravilhas, ressuscitando os mortos, curando os enfermos e fazendo as mesmas coisas que Ele fez que não foram feitas por dois mil anos. (Então essa aparição que segundo o irmão Branham estava prevista agora para o tempo do fim, teria a ver com algo que até então o Espírito Santo ainda não havia voltado a fazer) Veja, a igreja é aprimorada por isso, (Isso serviu para despertar a fé da igreja e para a Palavra original dos apóstolos) criada até que esteja na altura em que a pedra angular chegue à igreja. E então, todos irão juntos e serão arrebatados. Os que dormiram na primeira vigília, segunda vigília, terceira vigília, na sétima vigília... A aparição do Senhor. Na noite passada eu toquei nisso, como Ele havia vindo. Agora, lembre-se, não o homem. Esse é um ofício na igreja. Não é o mestre que é maravilhoso; é o maravilhoso ensinamento do Espírito Santo no homem. Não é o homem que é maravilhoso com o dom do discernimento; é o maravilhoso Espírito Santo ali usando o homem. Vê? Sempre disse como... Pedro se referiu uma vez ao monte da Transfiguração: a montanha sagrada. Não é a montanha sagrada; é o Deus santo na montanha sagrada. Não é a igreja sagrada; é o Deus santo, não o povo santo, mas o Espírito Santo. Vê? É o Espírito Santo nestes últimos dias. Agora, quando aquele Anjo do Senhor veio a Abraão, no tempo antes da destruição, agora, Deus estava aparecendo em carne humana. E Jesus disse: "Como foi nos dias de Noé, assim será na vinda do Filho do homem". Como foi nos dias de Ló... Ele deu a moral do que estavam fazendo nos dias de Noé. Nos dias de Ló, observe esse Mensageiro a Abraão. Veja os mensageiros para Ló e a igreja nominal. Apenas "Saia, saia", e Abraão pede por eles. Observe que o Anjo, Deus, Elohim, que aparece em uma forma de carne humana mostra que Elohim nos últimos dias aparecerá, não a vinda de Cristo, mas a aparição de Cristo na carne humana em Sua igreja, fazendo os mesmos sinais e coisas que Ele fez, e não fez isso na igreja por dois mil anos (vê): a aparição do Senhor.

Veja que a aparição de Cristo, não é o Espírito Santo atuando com poder somente por meio de um profeta, mas é também na Noiva com o Poder Vivificador. O Filho na forma do Espírito Santo está aqui após dois mil anos aparecendo e preparando uma igreja para o arrebatamento.

Queríamos Ver a Jesus (27/02/1962) § 76 [Sem tradução]

A civilização tem viajado com o sol. O sol nasceu no leste, e o mesmo sol, s-o-l, que sobe no leste é o mesmo s-o-l que se põe no oeste. Tivemos um dia sombrio, como diz a Bíblia, chamado nem dia e nem noite - o suficiente para se juntar à igreja, para fazer o bem, e assim por diante. Mas haverá luz no tempo do entardecer. E o mesmo Filho, Filho de Deus, que Se levantou no leste no povo oriental e mostrou Suas bênçãos e poder... Foi um dia sombrio, mas agora na Costa Oeste... Se formos mais longe, voltamos para a China novamente para o leste, e de volta ao país do leste. Agora, estamos na Costa Oeste, e o F-i-l-h-o está aparecendo antes de Sua vinda. Lembre-se, aparecer e vir são duas palavras diferentes. Vê? Ele está aparecendo agora na igreja, mostrando-Se vivo depois de dois mil anos. "Senhores, queríamos ver a Jesus".

Então observe que embora o mesmo Espírito Santo tenha estado com a igreja desde a primeira era, esta Sua aparição de agora se refere a algo que as outras eras ainda não haviam presenciado. Agora trata-se de Cristo em carne humana, porém não somente em um profeta, mas em toda a Sua igreja.

Perseverante (23/06/1962) § 71 [Sem tradução]

Eles vêem nestes últimos dias - quando a Bíblia fala exatamente o que o Espírito Santo e o que Cristo fará ao aparecer logo antes da vinda - e eles vêem a coisa acontecer, e dizem: "Oh, muito bom. Eu acho que está tudo bem". Oh que coisa. Isso deveria sacudir os nossos corações. Isso deveria nos tornar persistentes para tentar levar a Mensagem para as pessoas antes que seja tarde demais.

Veja que a parousia, que trata da Presença antecipada de Cristo à terra ainda antes de Sua vinda física, era exatamente o que o irmão Branham pregava em seu ministério. Cristo está aqui novamente, após dois mil anos, na forma do Espírito Santo preparando uma igreja para o fim que está próximo. Ele está aqui moldando um ministério para aprimorar e levar a igreja no arrebatamento.

Não Temais (20/06/1962) § 94 [Sem tradução]

Eu creio que o Senhor Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Eu creio que Ele está aqui agora. Eu creio que Ele é a Rosa de Saron, o Lírio dos Vales, a Estrela da Manhã. Eu creio que Ele está aqui hoje, aparecendo entre as pessoas, mostrando-lhes que o fim está próximo; e, logo Ele virá para levar uma igreja. E o ministério dos Seus ministros são moldados diretamente para o Seu próprio ministério que Ele teve aqui na Terra, para levar toda a igreja. Eu creio nisso de todo o meu coração. Tudo bem.

Esses ministros devem preparar a igreja com o Alarido a fim de treinar a igreja para reconhecer o dia de Sua manifestação e discernir os sinais que são uma indicação de que Sua vinda está próxima.

O Caminho Provido de Deus (15/04/1959) § 16

Então, e se as pessoas estiverem preparadas da maneira errada? E se os soldados fossem para o campo sem treinamento para a batalha, mas sair para... dançar. Embora eles - eles poderiam - ser alguma vez tão bons dançarinos, eles deveriam ser treinados para lutar. E se eles saíssem para lá - para ter algum outro tipo de situação, e não soubessem como usar sua arma? Eles fariam pouco bem. Então eu acho que os obreiros da colheita devem estar preparados para saber como treinar as pessoas para a vinda do Senhor, pois não existe nenhum de nós senão o que quer encontrar isso. E eu creio que estamos vivendo tão perto da vinda, que essas grandes coisas milagrosas que vemos aparecer são a indicação de Sua breve vinda.

Cumprindo a Uma Promessa

Para o irmão Branham, esta Parousia de Cristo em nossos dias hoje seria um cumprimento da Sua promessa de que Ele estaria conosco nos últimos dias.

Deixando Escapar a Pressão (09/06/1962) § 58

A incredulidade é pecado. "Aquele que não crê já está condenado". Vê? Isso é apenas um atributo da incredulidade. Mas se você puder bater tudo isso para longe de você, você diz: "Senhor Deus, eu creio exatamente no que a Tua Palavra diz, e eu creio (como pregamos ontem à noite), que a aparição do Senhor vem antes da vinda do Senhor, pois são apenas duas palavras diferentes. Vê? Agora é a aparição, como Ele prometeu nos últimos dias que Ele estaria conosco.

Quando a Aparição do Senhor Começou?

Como já vimos, Deus sempre usou profetas para Se comunicar com o Seu povo, e por isso que Deus, na forma da Coluna de Fogo, comissionou o Seu servo durante um batismo no rio Ohio em 1933 dizendo-lhe: "Como João Batista precursou a primeira vinda de Cristo, tua mensagem precursará a Sua segunda vinda". Porém antes mesmo que essa Coluna de Fogo aparecesse em público, ela Se mostrou no dia do nascimento de Seu servo, para mostrar que Ele já estava aparecendo desde ali.

Nossa Esperança Está em Deus (29/09/1951) § 30 [Sem tradução]

Ele veio desde que eu era um bebezinho. Eu tinha apenas alguns minutos de idade quando Ele fez a Sua primeira aparição em uma pequena cabana em Kentucky.

Depois disso, a Coluna de Fogo fez a Sua primeira aparição em público entre tantas que depois faria, tudo isso para mostrar que o Senhor estava presente e que as Escrituras para esse tempo final estavam começando a se cumprir.

A Aproximação a Deus (23/01/1955) § 47

Ah, eu adoro esse hino antigo. Eles sempre cantam isso quando batizamos: "Somos peregrinos e somos estranhos aqui, Estamos buscando uma cidade por vir. O barco salva-vidas está chegando em breve, Para reunir a casa de Jóias". Oh, eu adoro esse hino antigo. Quase posso ouvir os salpicos de água quando vamos cantar isso. Nós estávamos cantando isso, quando a Estrela da Manhã, o Anjo do Senhor fez a Sua primeira aparição onde eu estava em público, pela primeira vez na minha vida, ao pé da Rua Spring, no rio Ohio, em junho de 33, como um jovem ministro batista, lá batizando.

Os Sinais da Parousia

Veja que para demonstrar que Cristo estava aqui aparecendo em meio a Igreja, Ele tem operado inúmeros sinais. Para o irmão Branham, os sinais durante as reuniões eram uma prova de que as Escrituras que falavam da aparição do Senhor Jesus estavam se cumprindo.

A Ele Ouvi (13/03/1960) § 11 [Sem tradução]

Eu agradeço novamente por tudo o que vocês fizeram, pelas excelentes pessoas que foram porteiros e que ajudaram nas filas de oração; e acima de tudo, agradecemos a Deus desde o fundo do nosso coração, por cada um de nós, pela Sua Presença (Sua Parousia) em todas as igrejas e aqui neste auditório. Noite após a noite, nós vimos a Sua grande mão Se esticar com misericórdia para curar os enfermos, para provar Sua aparição, e que Sua segunda vinda está próxima.

É disso tudo que se trata a Parousia, pois a Presença de Deus Se fez presente aparecendo ao povo, mostrando que Cristo está perto de voltar. A Presença do Espírito Santo em nosso meio hoje é o que sustenta a igreja com a esperança de que amanhã Cristo virá.

Um Testemunho no Mar (20/07/1962) § 79

A esperança da vinda do Senhor Jesus é a aparição entre as pessoas.

Ninguém sabe quando Cristo irá voltar. O Filho de Deus não sabe quando Ele virá para arrebatar a Sua Igreja, mas Deus revelará isso e O enviará para nós no Seu devido tempo.

Queríamos Ver a Jesus (12/07/1962) § 86 [Sem tradução]

E, Pai, eu oro esta noite para que este pequeno grupo aqui, que Isso caia cem por cento sobre cada pessoa. Deixe-os saber que a vinda do Senhor Jesus está próxima. Não sabemos a hora. Ninguém sabe. Só o Pai sozinho sabe. Jesus confessou que Ele não sabia disso. Somente Deus sozinho sabe quando Ele O enviará. Mas, Senhor, Tu nos dá sinais. Sabemos que os sinais estão aparecendo.

Então esses sinais que Cristo vem promovendo agora com Sua aparição, seja na forma da Coluna de Fogo ou de uma nuvem, ou pelos milagres e maravilhas, são para nos dar a certeza de que a Sua vinda está próxima.

Quem é Este? (04/10/1959) § 50 [Sem tradução]

Assim é hoje, Senhor. Tu prometeste que seríamos levados para a festa de casamento do Cordeiro; Tu virias buscar a Igreja. E vemos os sinais aparecendo de que Tu estás vindo, então toda a atmosfera está carregada com a Sua vinda. Nós estamos esperando.

Os Sinais da Sua Vinda (07/04/1962) § 30

Lembre-se que eu estou falando sobre os sinais da Sua aparição nesta geração. Agora... E então, se pudermos mostrar aqui na Escritura que esta é a geração que verá a vinda do Senhor, então... Ou nós iremos... o quê? "Oh", você diz: "Você tem certeza disso?". Bem, eu... Vamos olhar para ver o que os sinais indicam (vê?) Veja o quão perto estamos. Se a placa diz que você está se aproximando a poucos quilômetros de distância, é melhor você se preparar, porque pode ser apenas algumas horas de distância. Vê?

A Mensagem da Graça (27/08/1961) § 42

Eu sei que existe um Deus, e sei que Jesus Cristo é o Filho de Deus, Emanuel, habitando hoje entre Seu povo na forma do Espírito Santo. E eu sei que a vinda do Senhor está se aproximando, quando sinais e maravilhas estão aparecendo.

Senhores, Queríamos Ver a Jesus (08/07/1960) § 3 [Sem tradução]

Realmente cremos que o Senhor Jesus virá algum dia em um corpo físico, tal como Ele havia ocupado. E parece-me que esse tempo certamente se aproxima. Quando vemos todos os tipos de sinais aparecendo da Sua - Sua - de Sua vinda, e as Escrituras sendo cumpridas, e nós apenas nos perguntamos quanto tempo será até que vejamos aquele Bendito que buscamos por tanto tempo?

Porém muitos ignoram por completo, tanto os sinais como o cumprimento daquilo que as Escrituras haviam prometido para estes dias.

Coisas Que Não Foram Assim Desde o Princípio (20/01/1961) § 13 [Sem tradução]

Já se passaram dois mil anos de jornada, e sentiram falta Dele. Aqui está. Há sinais aparecendo em todos os lugares de Sua vinda, e eles dizem: "Onde está Deus? Onde está Deus? O que será Dele?".

Desde Então (02/03/1960) § 54 [Sem tradução]

O Anjo do Senhor está aqui, e o último sinal que Ele prometeu dar à igreja, agora aparece entre as pessoas, e elas não a reconhecem.

Os Que Amam a Sua Aparição

Nada deveria ser mais prazeroso para um cristão do que saber que Cristo está voltando. Mas um cristão somente poderá desfrutar a Vinda de Cristo se ele amar a Sua aparição que Ele vem fazendo desde quando apareceu pela primeira vez ao Seu profeta.

O Evangelismo do Tempo do Fim (03/06/1962) § 186

Como tenho dito, e sempre me estão chegando cartas, dizendo: "Irmão Branham, você mata as pessoas de medo, dizendo que o tempo do fim se aproxima." Colocar medo na igreja? Meu Deus, é a coisa mais gloriosa que poderia acontecer, a vinda do Senhor, o tempo do fim. Eu gostaria que isto fosse agora mesmo. Com certeza. Bem, é a coisa mais gloriosa que eu poderia pensar, encontrar o meu Senhor. Este velho manto de carne cairá e ressuscitará, e tomarei posse do eterno galardão, voltarei a ser um jovem outra vez, e viverei para sempre com o meu Senhor, com todo meu povo. Ora, que coisa! Eu não posso pensar sobre passar por todos esses pecados e provas, e pesares e dores nesta casa de pestilência aqui. Deixar esta coisa e ir e receber uma - uma coroa de justiça, ora, é a coisa mais gloriosa que já ouvi! Como o apóstolo Paulo disse: "Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde já há... guardei a Fé, e desde já a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz me dará naquele dia; e não somente a mim, mas a todos os que amarem a Sua aparição." Não os que crêem em Sua aparição, mas os que "amam" a Sua aparição, que alegria saber que Ele está vindo. Certamente. Sim senhor.