Da Fé Mental Para a Revelação Divina

05/08/2018

"Como o homem pensa em seu coração assim ele é" (Provérbios 23:7)


Da Fé Mental Para a Revelação Divina

5 de agosto de 2018

Francisco Morato-SP

Diógenes Dornelles

1 Tessalonicenses 5:23

E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a Parousia de nosso Senhor Jesus Cristo.

Todo o crente possui pelo menos dois tipos de fé, que é a fé mental e a fé divina. A fé mental é necessária para se receber a Palavra a fim de depois dar lugar à fé que dar a revelação dessa mesma Palavra.

Nomes Blasfemos (04/11/1962) § 142

A maior parte da nossa fé é fé mental. Pelo ouvir a Palavra, nós... traz-nos ao reconhecimento mental de Deus. Mas se isto vier de cima, oh irmão, se chegar a alcançar isto, tem uma fé pia, espiritual. Então o que essa fé faz? Essa fé reconhece somente a Palavra. (Se o crente estiver focado somente na Palavra, ele saberá se em algum momento o ministro falou alguma coisa contrário ao que Ela diz, mas se alguém estiver focado apenas no ministro, ele poderá aceitar tudo o que pregador ensinar, mesmo que seja contrário à Palavra, pois o seu foco não estará Nela, mas apenas no homem que está falando.) Não importa o que qualquer outra coisa diga, ela só reconhece a Palavra, porque "No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus e a Palavra era Deus." (E a Palavra ainda é Deus.) "E a Palavra Se fez carne, e habitou entre nós." E quando a própria Palavra está derramando-se na nossa fé, nossa fé mental torna-se uma revelação espiritual... "E sobre este fundamento edificarei Minha Igreja," veja, não sobre um conceito mental de unir-se à igreja, um conceito mental daquilo, mas sobre a revelação. Quando os córregos de graça estão derramando-se nessa fé mental que você tem, então sobre isto, uma revelação espiritual: "Eu edificarei Minha Igreja e as portas do inferno não podem prevalecer contra Ela." Está vendo? Isso mostra que seriam contra Ela, mas nunca prevalecerão. Oh, que coisa gloriosa.

Uma fé mental pode até proporcionar a você uma certa medida de satisfação e segurança; você não progride de maneira alguma, mas você se sente satisfeito mesmo assim, e isso é muito perigoso, pois certamente se sentirá ameaçado ou mesmo incomodado com a ideia de que você não está atuando como o tipo certo de filho que Deus gostaria que você fosse.

O Perigo do Comodismo

O irmão Branham disse que o maior erro da doutrina calvinista foi de dar ao crente tamanha segurança da sua eleição e salvação ao ponto de não desejar nenhum avivamento, mas nós dependemos e necessitamos de um avivamento constantemente. Se cremos na verdadeira Mensagem ela deveria nos deixar em constante inquietação, nos estimulando a sermos mais devotos em nossa fé e amor pelo Reino dos céus, não apenas com o desejo de crer na Palavra, mas também de obedecer e aplicá-La para nossas próprias vidas. Então um avivamento é o que nos permitiria sair do comodismo ou conformismo em que nos encontramos e explorar um pouco mais o poder da fé que habita em nós. Ser avivado é ser transformado.

Romanos 12:2

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

A fé mental não difere muito da fé de um incrédulo, visto que até mesmo um incrédulo possui a sua porção de fé, mas a fé mental permite apenas que ambos continuem sendo a mesma pessoa. A fé mental ou intelectual não produz nenhuma mudança de postura ou de mentalidade. Não há transformação.

Portanto o avivamento acontece quando nossa fé mental se torna em uma revelação espiritual. Todos no cenáculo que receberam o batismo do Espírito Santo tinham uma fé mental, mas foi a visita do Espírito na forma de dons que avivou a fé mental que estava neles. Portanto o avivamento acontece quando Deus Se torna "visto" de alguma maneira, seja por algo que nossos olhos físicos possam contemplar, ou que os nossos olhos espirituais conseguem discernir.

A Fé Que Vem de Deus

A fé mental é uma fé natural, que se manifesta na capacidade humana de se apreender e reconhecer uma verdade bíblica. É algo que faz sentido para a nossa razão. Mas há uma fé que é divina e que não é natural e que não vem de nós mesmos, mas de Deus somente.

Efésios 2:8

Pela graça sois salvos mediante a fé. Isso não vem de vós mesmos, é dom de Deus.

Há uma tradução católica que deixa essa passagem ainda mais clara:

Efésios 2:8

Pois é pela graça que fostes salvos mediante a fé, não é de vós mesmos que vem a fé, é dom de Deus.

Porém há uma fé que vem de nós mesmos, que é a fé mental ou natural, mas a que vem de Deus é espiritual e eterna, porque é revelada na alma e no coração. É essa fé divina que ilumina os olhos do nosso coração.

Efésios 1:18

Tendo iluminados os olhos do vosso coração (entendimento), para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos.

É essa fé divina que nos ilumina e nos aviva. Essa palavra "iluminar" vem do grego "photizo" (φωτιζω) que significa "clarear", "ilustrar", "tornar evidente", "fazer algo existir e assim vir à luz e tornar-se claro para todos", "esclarecer espiritualmente", "instruir", "informar", "ensinar", "dar entendimento a". Então podemos entender que é a fé divina que nos dá uma compreensão espiritual de uma informação ou instrução que nos foi passada. A fé nos é dada a fim de avivar uma certa instrução ou esclarecimento que nos foi concedido.

Portanto a fé divina não pode ser dada sem que antes recebamos um conhecimento doutrinário, onde essa fé irá revelar e esclarecer aquele entendimento que foi obtido. Jesus disse que nossa boca fala daquilo que está no nosso coração, que é o nosso entendimento.

Lucas 6:45

O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca.

Então é necessário que haja algo mais em nosso coração do que apenas um conhecimento doutrinário da Palavra, mas do Espírito que o acompanha. A fé mental nos dá um entendimento da Palavra, mas a fé divina renova esse mesmo entendimento o qual culminará em nossa transformação. Não é a fé mental que nos transforma, mas a fé que é revelada.

A Unção do Santo

Mas essa fé divina não irá iluminar ou esclarecer uma doutrina para alguém que a ouviu, ainda que ela seja bíblica, até que o Espírito Santo esteja habitando no crente, pois lembre-se que João disse que é a unção do Santo que verdadeiramente nos ensina.

1 João 2:20

E vós tendes a unção do Santo, e sabeis tudo.

Por quê João disse isso? Porque se temos a unção do Espírito Santo, temos Dele a fé divina que nos ilumina e nos esclarece.

1 João 2:27

E a unção que vós recebestes Dele, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a Sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim Nele permanecereis.

Por que João disse que ninguém precisa nos ensinar se todos nós sabemos perfeitamente que precisamos ser ensinados? Seria aqui alguma contradição? John Wesley explicou que quando João disse que não precisamos que alguém nos ensine, isso na verdade "não excluiria nossa necessidade de sermos ensinados por aqueles que participam da mesma unção". Sabemos que Deus usa os Seus ministros para trazer até nós a Palavra. Paulo mesmo disse:

Romanos 10:13-15

Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? E como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.

Então o ensino correto é necessário para que as pessoas consigam se manter em sua confissão como cristãos.

Véu a Dentro (21/01/1956) § 20

Agora, isso é o que eu encontro em torno da maioria das vidas cristãs. A maioria, eu detesto dizer dessa maneira, mas é a verdade. A maioria das pessoas que podem professar o cristianismo, elas parecem ter um tempo tão difícil lutando para se manter. Eu creio que é por causa da falta do ensino correto - da Bíblia.

Sendo assim, há uma necessidade de se ouvir de alguém que foi ensinado, e que participou daquela unção de ensino.

Ensinados Por Deus

1 Coríntios 11:23

Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei.

Paulo disse aqui: "O que eu ensinei para você foi o que eu aprendi de Deus". Então isso significa que o ensino não era exatamente de Paulo, mas de Deus. Sua doutrina não era uma especulação humana, mas uma doutrina divina e revelada. Então ao lermos Paulo estamos lendo Deus. E lembre-se que o irmão Branham disse: "Eu ensinei exatamente o mesmo que Paulo ensinou". Então quando aprendemos de William Branham, também estamos aprendendo de Deus, o que significa que devemos pôr os nossos olhos em Deus, e não nos Seus vasos. Se colocarmos os olhos no vaso, não daremos a mínima se o que ele ensinar será bíblico ou não, pois estaremos confiando apenas no que ele estiver dizendo, mas se colocarmos os olhos na Palavra, poderemos saber em algum momento se o que foi dito por alguém era realmente de Deus ou não, porque o irmão Branham disse: "Essa fé reconhece somente a Palavra". Então é a Deus a Quem nós reconhecemos, e não os vasos.

Portanto o que João estava dizendo é que não devemos buscar ser ensinados por alguém que não recebeu nada de Deus para nos ensinar, pois somente o Espírito Santo é o nosso verdadeiro Mestre. Portanto não devemos ser ensinados por alguém que não aprendeu de Deus mesmo, e que neste caso só o que teria a nos oferecer seria as suas próprias elucubrações, seus próprios arrazoamentos, suas próprias presunções.

João 6:44-45

Ninguém pode vir a Mim, se o Pai que Me enviou o não trouxer; e Eu o ressuscitarei no último dia. (Agora, de que maneira que o Pai nos traz até o Filho? Através da fé revelada que vem pela unção de ensino que Ele nos dá, pois a fé divina não vem de nós mesmos. É por isso que Jesus irá dizer a seguir...) Está escrito nos profetas: E serão todos ensinados por Deus. Portanto, todo aquele que do Pai ouviu e aprendeu vem a Mim.

Então é esse tipo de dom que nos permite ver com os olhos do coração. Se não obtermos essa fé, não poderemos ver ou entender absolutamente nada, e quando alguém não consegue ver é porque não recebeu essa fé divinamente revelada.

Romanos 11:8

Como está escrito: Deus lhes deu espírito de profundo sono, olhos para não verem, e ouvidos para não ouvirem, até ao dia de hoje.

Na verdade, eles ouvem e tomam conhecimento da Palavra, mas Ela não entrará em seus espíritos para serem photizo, iluminados. A fé intelectual poderá nos dar uma informação correta e aceitável da Palavra, mas isso ainda não significa que os nossos olhos do coração foram iluminados pela unção do Santo.

Véu a Dentro (21/01/1956) § 45

Se você tem uma fé intelectual, oh, você vai concordar, claro. Você diz: "A Bíblia está certa". O diabo diz a mesma coisa. O diabo diz: "Há um Deus no Céu. Há um Jesus Cristo". Certamente, eles acreditam na mesma coisa. Oh, você diz: "O diabo crê em Jesus Cristo?" Certamente. Eles confessaram publicamente, disseram: "Tu és o Filho de Deus. Tu és o Cristo, o santo. Por que Tu vens para nos atormentar antes de chegar a nossa vez?". Certamente, eles confessaram publicamente ser o Filho de Deus. E os ministros com uma experiência superficial e com uma religião falsa, saem e fazem as pessoas fazerem uma tal confissão de olhos sem brilho como essa, (Isso porque os olhos do coração não foram iluminados) e voltam para o mundo e vivem como o mundo e afirmam que eles são cristãos.

Tornando-nos a Palavra

Então é preciso entender que quando temos a fé divina, nós não passamos apenas a conhecer a Palavra, mas nós nos tornamos a própria Palavra.

Perguntas e Respostas 3 (30/08/1964) § 110

Agora lembre-se, nós não somos a Palavra, mas nós somos a Palavra. Uh-huh! Agora você entendeu? Jesus não era Deus, mas Ele era Deus.

O que tornava Jesus Deus era o fato de que Deus estava Nele, da mesma maneira que nos tornamos a Palavra porque a Palavra está em nós, em uma medida, é claro, pois não podemos ser a Palavra em plenitude corporal como era Jesus.

O Tempo de Unidade e o Sinal (18/08/1963) § 105

Vemos a Noiva se unindo, unindo-se à Palavra. Por quê? A Palavra é Deus. E como a Palavra... Como o Noivo (sendo a Palavra) e a Noiva (sendo a ouvinte da Palavra), Eles se reúnem em uma União. Eles se unem como em um casamento. Veja, eles estão se preparando para um casamento e Eles - Eles se tornam Um. A Palavra se torna você, você se torna a Palavra. Jesus disse: "Naquele dia sabereis. Tudo que o Pai é, Eu sou; e tudo o que Eu sou você é; e tudo que você é, Eu sou. Naquele dia sabereis que Eu estou no Pai, o Pai em Mim, em vós e vós em Mim".

Fé Perfeita (25/08/1963) § 93

Jesus teve a fé perfeita. Ele - Ele a teve, e ela veio porque Ele era a Palavra. E você se torna a Palavra; você se torna a Palavra quando você recebe a Palavra. "Se permanecerdes em Mim e Minhas Palavras em vós. Minhas Palavras que..." Esta Palavra "habita em vós, então pedireis o que quiserdes, e isto vos será feito". Vê? "Se disseres a este monte: 'Mova-se', e não duvidares, mas creres no que disserdes, então terás o que disserdes. Quando orardes, crede que recebereis o que pedirdes, e vós o tereis; isso vos será dado". Tempo, espaço, nada mais irá mudar isso. Você sabe que está feito. Já é - já acabou.

Por que isso? Porque você é a Palavra. Mas o que acontece com alguém que possui apenas o conhecimento mental da Palavra sem tê-La realmente nele? Ou antes, tem a Palavra mas não é a Palavra? Seus olhos continuarão cegados. E a era de Laodicéia não é conhecida por ser a era da cegueira espiritual por desconhecer a Palavra, mas por seus crentes não serem a Palavra. Os crentes desta era pensam ter a Palavra por simplesmente conhecê-La, mas o problema é que eles não são a Palavra, e por isso são cegos, ainda que aleguem enxergar.

Apocalipse 3:18

Aconselho-te que de Mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.

A história conta que quando Laodicéia foi destruída por um terremoto no ano 60 depois de Cristo, o império romano ofereceu ajuda para sua composição, mas a sua oferta foi rejeitada com a resposta: "Eu me enriqueci e não tenho necessidade de coisa alguma". Além de ser o centro bancário de toda a região na província da Frígia, Laodicéia era conhecida por causa da sua lã negra, que era tecida e usada para fazer roupas finas e caras e também pelo seu colírio feito de pólvora frígia. Este remédio era muito solicitado pelos viajantes cujos olhos se irritavam depois de cruzar os vastos areais do Oriente. Mas apesar do orgulho que Laodicéia tinha pelo seu remédio, o Senhor aqui diz para a igreja que lá estava: "Vocês têm colírio para ungir apenas os olhos da carne, mas ainda lhes falta ungir com o Meu colírio os olhos dos vossos corações, para que podeis entender corretamente a Minha Palavra".

E hoje esta era está satisfeita pela riqueza de seus inúmeros graus de doutores e mestres, mas ainda necessita ser ungida com a unção que vem somente do Santo, para que os seus olhos possam ser iluminados e ver. Mas ao invés disso, o ministério de Laodicéia tem exercitado o seu coração e os seus olhos apenas na avareza.

2 Pedro 2:14

Tendo os olhos cheios de adultério, e não cessando de pecar, engodando as almas inconstantes, tendo o coração exercitado na avareza, filhos de maldição.

Então é somente a fé divina que iluminará os nossos olhos, enquanto que a fé mental nos cegará, fazendo andar em trevas.

1 João 2:11

Mas aquele que odeia a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde vai; porque as trevas lhe cegaram os olhos.

A fé mental até pode nos auxiliar a mudarmos em alguma postura, mas a menos que a fé divina nos seja dada para tornarmos parte da Palavra, temos uma iminente ameaça de perdermos tudo aquilo que alegamos conseguir e voltarmos para a mesma condição de incredulidade de antes.

Jairo e a Cura Divina (16/02/1954) § 12

"Pois o espírito imundo", disse Jesus, "quando sai do homem, anda em lugares secos e volta novamente com outros sete demônios". É isso mesmo? Se o bom homem da casa não estiver lá para proteger aquela casa... E o bom homem da sua casa é a sua fé, se não estiver lá para combatê-lo, ele entrará, forçará a si mesmo a entrar. A vida, o mesmo poder de fé que tirou o diabo, a vida fora disso, a sua incredulidade irá restaurá-lo novamente.

Neste tempo do entardecer Deus desceu até nós para produzir uma mudança em nossas mentes e corações para que pudéssemos receber a Sua própria mente e o Seu entendimento, o que nos permite refletir o bom tesouro, pois só poderemos refletir o que estiver dentro de nós.

Então o nosso coração refletirá apenas o verdadeiro tesouro que estiver dentro dele, e mostrará quais são realmente os tesouros que se encontram dentro de nós. O irmão Branham disse:

É Sua Vida Digno do Evangelho? (30/06/1963) § 151

As coisas em que você pensa, as coisas que você faz, (as ações), as coisas que você fala criam uma atmosfera.

Os crentes de Laodicéia estavam envolvidos com a atmosfera daquela cidade, assim como os crentes desta era estão envolvidos com a atmosfera desse mundo. De qualquer maneira, do que a sua mente estiver se alimentando será apenas um reflexo da sua condição espiritual, que é o resultado do seu destino eterno. O eleito de Deus guardará a Palavra de Deus como o seu tesouro, e isso refletirá em seus pensamentos e nas suas ações também. Se temos a unção do Santo, seremos ensinados por Deus, e isso produzirá uma marca que se refletirá em nossos hábitos e desejos.

O Que é o Espírito Santo? (16/12/1959) §§ 31-32

Deixe-me falar com um homem por dois minutos; eu posso lhe dizer se ele recebeu o Espírito Santo ou não. (Ou seja, se ele é a Palavra ou apenas conhece a Palavra) Então você pode. Isso separa-os; é uma marca, é um sinal. E o Espírito Santo é um sinal. E é... Qualquer criança que se recusasse à circuncisão no Antigo Testamento, que era uma sombra do Espírito Santo, era cortada do meio do povo. Ele não poderia ter comunhão com o resto da congregação se ele se recusasse a ser circuncidado. Agora, padronize isso para hoje. Uma pessoa que se recusasse a receber o batismo do Espírito Santo não poderia ter companheirismo entre os que têm o Espírito Santo. Você simplesmente não pode fazer isso. Você tem que ser de uma natureza. Como, é... Minha mãe costumava dizer: "Pássaros de mesma plumagem voam juntos". Bem, é um ditado antigo, mas é verdadeiro. Você não vê pombas e corvos se confraternizando. Suas dietas são diferentes; seus hábitos são diferentes; seus desejos são diferentes. E é assim que acontece com o mundo e com um cristão quando você foi circuncidado pelo Espírito Santo, o que significa cortar uma carne.

Então existe uma certa dieta da qual nós participamos. Como dizia o irmão Branham, um corvo pode comer qualquer coisa, e nada o incomodará, mas uma pomba só pode comer certos tipos de comida. Essa é a natureza dela. Se uma pomba comesse o que um corvo come, isso a mataria.

Conosco ocorre a mesma coisa, e isso não tem apenas a ver com a nossa natureza, mas com o tipo de vida e de espírito que se encontra em nós. Deus quer o controle sobre nós e é por isso que Ele nos dá a Sua fé revelada, a fim de que nossas vidas sejam um reflexo Dele e estejam inteiramente sujeitas a Ele. Então tudo o que fizermos dependerá do tipo de vida que estiver nos controlando.

Sede (19/09/1965) § 29

Há uma torre de controle em sua alma, que lhe diz as coisas espirituais de que você precisa, algo em seu espírito, e você pode dizer que tipo de vida está controlando você. Quando você pode ver o que seus desejos são, então você pode dizer, por isso, que tipo de algo que está em você, que está criando esse desejo que você tem. Veja, há uma determinada coisa de que você tem sede, e isso - e isso pode dizer a você em sua alma qual é esse desejo, pela natureza da sede que você tem. Eu espero que você possa entender isso.

A Fé Divina nos Dá a Atmosfera Certa

A atmosfera que envolve esta era tem deixado as pessoas loucas, principalmente o espírito do esquerdismo e suas ideologias comunistas. As pessoas estão se alimentando disso e assim, é dado à luz a uma geração nervosa e doente.

O Único Lugar de Adoração Provido Por Deus (28/11/1965) § 289

Vendo, Senhor, que as condições mentais, a era nervosa em que as pessoas estão vivendo, as estão deixando loucas; para cumprir exatamente o que a Escritura disse e prometeu.

Cristo é Identificado o Mesmo (15/04/1964) § 203

Agora veja a posição. Todos admitirão que ela está numa condição sodomita. Passei pela Califórnia, aqui, o outro dia, e apanhei uma revista, ou um jornal, li que "os homossexuais tinham aumentado sessenta por cento, no último ano." (E sabemos que a ideologia de gênero é uma das pautas desta hora doentia em que vivemos) Está vendo? Oh, que coisa! É lamentável. Está vendo? É só porque as mulheres se jogaram fora. Isso mesmo. E justamente na rua, nuas. E é simplesmente-é simplesmente uma vergonha. Mas a Bíblia disse que elas estariam assim. E até mesmo os homens, é simplesmente que eles estão-estão-estão mudados. Está vendo? E vai piorar. (Façamos a pergunta: piorou ou não piorou?) Em outros, outros, se o mundo suportasse outros cinquenta anos, o mundo inteiro estaria totalmente insano. Veja a sanidade de quarenta, de vinte anos atrás, até este tempo. Está vendo?

Bem, já se passaram 54 anos desde que o irmão Branham disse isso, e podemos dizer que o mundo hoje está mais insano agora do que naqueles dias, e a tendência é só piorar. Há tentativas tanto nas escolas dos EUA como também do Brasil de tornar práticas como o homossexualismo algo normal e até mesmo a pedofilia como apenas uma doença ao invés de crime hediondo.

Comunhão (12/12/1965) § 4

E nós também podemos olhar ao redor e ver que a maneira em que a mente humana está deixando as pessoas. Isso, não podemos ficar muito mais tempo, estaríamos em uma completa instituição insana, o mundo inteiro estaria. Vê? Então nós estamos no tempo do fim.

O apóstolo Paulo nos alertou sobre essa perda da mente e dessa condição insana há dois mil anos atrás. Ele disse que tudo teria início quando as pessoas não se importassem mais em obter o conhecimento de Deus.

Romanos 1:28-32

E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm; estando cheios de toda a iniquidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães; néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia; os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.

O mundo (e até mesmo alguns "cristãos") ridiculariza nossas irmãs por usarem saias longas e por deixar seus cabelos compridos para assim agradar a Deus. Criam movimentos para proteger ovos de tartaruga nas praias e ao mesmo tempo pedem leis que liberem o aborto, e depois tentam nos empurrar goela abaixo suas agendas imundas de ideologias esquerdistas tidas como politicamente correto. Isso é insanidade total.

As pessoas, inclusive crianças, estão se tornando cada vez mais insensíveis à violência e à imundície moral. Eles vêem isso com tanta frequência nos programas de televisão e na internet que pensam tratar-se de algo normal. O mundo pensa que porque você fala contra isso então você é o único que não é normal, mas entendemos que Paulo nos disse apenas o que ele havia recebido do Senhor: "Não vos conformeis com este mundo".

A Tricotomia do Homem

Então o que estamos vendo aqui é o fato de que Deus nos fez receber a Sua Palavra primeiro com nossas mentes e depois Ele unge esse entendimento que Ele nos deu e em seguida isso entra até nossa alma e se converte em uma revelação espiritual, e assim nos tornamos mais do que ouvintes da Palavra, mas nos tornamos a Palavra. Sem essa unção do Santo para nos renovar e transformar, o que ocorre é a deterioração das condições das mentes nas pessoas, que é o que está sucedendo nessa era insana em que vivemos.

O homem possui três partes, que é o corpo, a alma e o espírito, portanto o homem é um ser tricôtomo. Mas você pode se perguntar: "Dentro dessa tricotomia humana onde está localizada a mente? Onde está e o que é a alma? E quanto ao coração?" Bem, vejamos um pouco sobre o que a Bíblia e a Mensagem tem a nos dizer sobre isso. Observe que Paulo mostra a você que existe uma natureza tripla no homem.

1 Tessalonicenses 5:23

E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a Parousia de nosso Senhor Jesus Cristo.

Aqui Paulo nos diz que devemos ser santificados completamente em nosso corpo, alma e espírito no tempo da Parousia de Cristo. Então, como nos tornamos santificados completamente em nosso corpo, alma e espírito?

Jesus disse em João 17:17-19:

Santifica-os na Tua verdade; a Tua Palavra é a verdade. Assim como Tu Me enviaste ao mundo, também Eu os enviei ao mundo. E por eles Me santifico a Mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade.

Somos santificados na Verdade, que é a Palavra de Deus. Então essa Palavra nos santifica tanto no corpo, como na alma e também no espírito.

Então se nossa santificação nos é dada por causa da verdade que está na Palavra, isso quer dizer que somos santificados não quando apenas obtemos um conhecimento mental ou intelectual dessa Palavra pela nossa fé natural, mas a partir do momento em que recebemos a revelação dessa Palavra mediante o dom da fé divina, o qual só ocorre quando temos a unção do Santo em nós, e isso é somente dado para aqueles que foram eleitos desde a fundação do mundo.

2 Tessalonicenses 2:13

Mas devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados do Senhor, por vos ter Deus elegido desde o princípio para a salvação, em santificação do Espírito, e fé da verdade.

Então é para os predestinados que é dada a unção do Santo e o dom da fé. E nós sabemos que esta palavra "santificação" significa uma separação, que nos purifica e nos limpa.

Salmo 119:9

Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a Tua Palavra.

E Paulo também nos disse em Efésios 5:26 que somos purificados pela lavagem da água pela Palavra. Agora, nós sabemos que existe uma diferença entre o corpo, alma e espírito, porque nos é dito em Hebreus o seguinte:

Hebreus 4:12

Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.

Então aqui vemos que a Palavra de Deus atinge todos os níveis do homem, passando pelo corpo até a área em que a sua alma e o seu espírito se dividem. Há uma divisão entre essas duas áreas, e a Palavra chega em todas elas para santificar e purificar.

Mas se como dissemos antes, Deus desceu para nos dar a Sua mente, a fim de não sermos condenados a ter a mesma mente insana dessa geração, em qual dessas três áreas fica exatamente essa mente? E onde fica o coração que é iluminado pela fé divina? Onde está a mente e onde está e o que é a alma? E o coração? Porque quando a Bíblia muitas vezes fala de mente e coração não está se referindo ao cérebro e ao órgão muscular.

Mas nos é dito em Hebreus 4 que a Palavra de Deus discerne até a diferença entre a alma e o espírito e por isso devemos ir para o que o irmão Branham disse sobre estas duas partes de nossa estrutura humana.

E Não Sabeis (15/08/1965) §§ 122-125

Agora, este homem exterior é a carne. É o que nós olhamos, o que vemos. E tem cinco entradas para esse corpo. E qualquer criança da escola primária como eu saberia que há cinco sentidos que controlam o corpo: ver, provar, sentir, cheirar e ouvir. Sem isso, você não pode tocar o corpo. Essa é a única maneira que você tem para o corpo: ver, provar, sentir, cheirar e ouvir. Veja, prove, sinta. Agora, esse é o maligno do lado de fora. Agora, dentro disso está um espírito, o qual você se torna quando você nasce aqui e o sopro de vida é soprado em você, esse espírito é de natureza mundana, (ou seja, nosso espírito herdou o pecado na carne) porque não foi dado por Deus, (Deus não é o autor do pecado que herdamos de nossos pais) mas foi dado, permitido por Deus. Agora você entendeu isso? (Creio que alguns não estavam entendendo, porém agora ele irá explicar...) Pois toda criança que nasce no mundo nasce em pecado, formada em iniquidade, vem ao mundo falando mentiras. É isso mesmo? Então essa pessoa aí dentro é pecadora para começar. Mas agora, isso tem cinco entradas e as cinco entradas... Eu não sei se posso mencioná-los agora mesmo. Primeiro, eu sei que é o pensamento, consciência e amor, escolha... Não. Consciência, amor, razão, há cinco entradas para o espírito. (Na verdade ele os nomeia em várias outras mensagens como sendo consciência, afeto, raciocínio, memória e imaginação) Você não pode pensar com o seu corpo; você tem que pensar com seu espírito. (Agora tente lembrar de como você pensava com esse teu espírito antes de ter recebido a unção do Santo. Se não fosse isso, nós estaríamos tão doentes quanto a geração insana de hoje) Você não pode ter consciência em seu corpo. Ele não possui faculdades mentais de modo algum, o seu corpo não tem. Então você tem que pensar com o seu espírito. Você tem que raciocinar. Você não pode raciocinar com o seu ser físico, porque a razão não vê, prova, sente, cheira ou ouve. A Razão é o que você pode fazer em sua mente. Se você está dormindo ou está fora; seu corpo está deitado ali morto, mas o seu espírito ainda pode raciocinar; há cinco sentidos que controlam isso dentro do homem. E isso... Agora, até o fim do homem, que é a alma. Há apenas um sentido que controla isso, e isso é, o livre arbítrio moral, livre arbítrio, para escolher ou rejeitar.

Ou seja, a tua vontade se inclinará para Deus ou para a sua própria carne dependendo da Vida que está em você, se é uma alma redimida ou não.

Véu a Dentro (21/01/1956) § 45

"Há um caminho que parece certo para o homem, mas o fim dele são os caminhos da morte". Pode parecer tudo bem, intelectualmente. Sua alma sempre dará testemunho da Palavra de Deus se ela é nascida de novo.

Isso porque a alma é aquela parte do homem que identifica o homem. É a sua própria vida e a natureza do espírito. Foi por isso que Paulo disse que Deus necessita nos santificar em tudo.

1 Tessalonicenses 5:23

E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a Parousia de nosso Senhor Jesus Cristo.

A palavra para alma aqui é a palavra grega "psuche" que também é traduzida como a palavra "vida". Quando Jesus disse: "Aquele que perder a sua vida por Minha causa salvá-lo-á", os evangelhos usaram a palavra "psuche", que também é usada a mesma palavra em tantas outras escrituras.

Muitos estudiosos colocaram a alma como sendo inferior ao espírito e homens como o Doutor Larkin, antes do irmão Branham aparecer, até ensinaram que há uma diferença entre a alma e o espírito. Mas eles não conseguiram colocar isso corretamente dentro do próprio corpo. Eles ensinaram que o exterior é o corpo, o qual está correto. Mas então eles ensinaram que ao lado do corpo estava a alma e dentro da alma estava o espírito, que é bem diferente de como o irmão Branham ensinava. O irmão Branham nos ensinou depois que os Selos foram abertos que primeiro é o corpo, depois o espírito e por fim a alma. Isso significa que o espírito está entre a alma e o corpo.

Daniel 7:15

Quanto a mim, Daniel, o meu espírito foi abatido no meio (do aramaico "gav", que quer dizer "no meio" ou "dentro") do corpo...

Agora, a palavra grega para espírito é "pneuma" e é traduzida como a palavra "espírito" e é a disposição ou influência que preenche e governa a alma de qualquer um; a fonte eficiente de qualquer poder, afeto, emoção, desejo, etc. A palavra "pneuma" também é traduzida como a palavra "mente".

Então onde está a mente? Nós devemos entender de acordo com a Escritura e com o que o irmão Branham nos disse. A mente está no espírito. No entanto, a nossa alma ainda tem a última palavra sobre a nossa escolha. Mas o afeto, o raciocínio, a emoção, a memória e a consciência, todos existem no reino do espírito. Mas a alma é a natureza desse espírito, a própria vida do seu ser. E onde ela está? Encontra-se no recesso mais profundo do seu coração.

Véu a Dentro (21/01/1956) § 37

Existe uma fé intelectual. E existe uma fé que vem do coração. O velho incrédulo disse anos atrás: "Quando a Bíblia diz: 'Como um homem pensa em seu coração...'." Disse: "Isso é loucura. Não há faculdades mentais no coração". Disse: "Você pensa com a sua mente. Não há faculdades mentais no coração". Mas no ano passado eles acharam errado. Deus estava certo. Bem no coração, no centro do coração, há um pequeno compartimento onde não há nem mesmo uma célula de sangue. Não está no coração animal, apenas no coração humano. E eles dizem que é a ocupação ou o ocupante da alma. A alma vive no coração. Então, afinal, Deus estava certo: "Como um homem pensa em seu coração".

Assim ele é! Então a fé que vem do coração é na verdade aquela fé que vem de Deus e que ilumina o nosso entendimento. E uma vez de posse disso, já nem somos nós que pensamos, mas Ele pensa em nós, pois nos tornamos a Sua Palavra.

A Queda do Mundo (16/12/1962) § 71

Você pensa? Você não tem nenhum pensamento vindouro. Deus realmente expressou Seus pensamentos. Você não tem direito nenhum para pensar. "Que a mente que está em Cristo possa estar em você". E Ele designou e realizou a vontade de Deus. Ele disse: "Se Eu não fizer as obras de Deus, então não creiais em Mim". Vê? Você não possui nenhum pensamento próprio. É Ele Quem pensa. Que Sua mente esteja em você, você simplesmente pensa o mesmo, e isto é a Sua Palavra. Como você pensará diferente? Ele realmente nos expressou em Seus pensamentos.

Então se a alma reside no coração, o que acontece se o coração de um homem é removido dele e ele recebe o coração de outra pessoa que morreu? Há casos de pessoas que receberam transplante do coração e que começaram a adquirir alguns hábitos alimentares, costumes e até mesmo os mesmos sentimentos do falecido doador. Alguns tentam explicar que existe uma espécie de memória celular que poderia sobreviver à morte física e que isso poderia permanecer depois em algum órgão transplantado.

Um Coração Novo e Um Espírito Novo

Isso talvez poderia explicar o que o irmão Branham disse de que em nosso ser fica o registro das memórias do coração e da alma, tais como a consciência, afeto, raciocínio, memória e imaginação. Mas o que todo filho de Deus deve procurar é ter um novo coração, que possa lhe proporcionar um novo sentimento, um novo caráter e um novo espírito.

Ezequiel 11:19-21

E lhes darei um só coração, e um espírito novo porei dentro deles; e tirarei da sua carne o coração de pedra, e lhes darei um coração de carne; para que andem nos Meus estatutos, e guardem os Meus juízos, e os cumpram; e eles Me serão por povo, e Eu lhes serei por Deus. Mas, quanto àqueles cujo coração andar conforme o coração das suas coisas detestáveis, e as suas abominações, farei recair nas suas cabeças o seu caminho, diz o Senhor Deus.

Ezequiel 36:26-28

E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o Meu Espírito, e farei que andeis nos Meus estatutos, e guardeis os Meus juízos, e os observeis. E habitareis na terra que Eu dei a vossos pais e vós sereis o Meu povo, e Eu serei o vosso Deus.

Vejamos como foi que o irmão Branham explicou essas palavras do livro de Ezequiel.

O Que é Preciso Para Tornar Uma Vida Cristã? (13/01/1957) §§ 32-33

Observe a ordem das Escrituras: "Vou tirar o coração de pedra e dar-lhe um coração novo". Agora, o coração é a morada do Espírito Santo. "E Eu lhe darei um espírito novo". Eu quero que você observe a ordem. Agora, muitas pessoas se confundem aí. Eles acham que eles têm o Espírito Santo, mas eles apenas recebem um espírito novo. Observe. "Eu darei a você um coração novo e um espírito novo. E então porei o Meu espírito..." Agora, o Espírito novo... Deus teve que dar a você um espírito novo, mas esse é um espírito novo que Deus deu para que você pudesse se dar bem com o Espírito Santo. Com esse velho espírito que você tinha, você não poderia se dar bem com o seu vizinho; você não poderia se dar bem consigo mesmo; então você sabe que não poderia se dar bem com Deus; então Deus te dá um espírito novo. E muitas vezes sob entusiasmo, e se você prestar atenção a vida que ela carrega... Eu espero que não esteja ferindo, mas eu espero que esteja desvelando. Vê? Muitas vezes você pensaria que você teria o Espírito Santo. "Oh", você disse, "eu cantei, falei em línguas". Certamente. Estando tão perto disso, você pode fazer tudo isso, mas isso ainda não é o Espírito Santo. Vê? O Espírito Santo dá testemunho de Jesus Cristo. (Você vai ter o mesmo amor de Cristo) Agora, Ele tirou e o que Ele fez? Dá-lhe um coração novo, dá-lhe um espírito novo e depois Ele coloca o Seu Espírito, o Seu Espírito em você. É como... Você não precisa dar a volta e fingir que é um homem cristão. Esse espírito novo traz nova vida. O Espírito Santo em seu espírito novo, em seu coração novo... Seu coração novo, seu espírito novo e o Espírito Santo vão bem no centro de seu espírito novo, e o seu espírito novo vai bem no centro de seu coração novo.

A Crueldade do Pecado (03/04/1953) § 56

Agora, quando você renasce, você não obtém um novo espírito. Você obtém uma nova natureza daquele espírito. É o mesmo espírito, porém uma nova natureza dele. Você toma dois homens, os coloca juntos, ambos parecidos; e um deles é um pecador, e um deles é um cristão. Um homem diz: "Eu tenho espírito como você tem," vejam. Mas um deles é diferente, sua alma. Sua natureza é diferente. Ele foi mudado.

Uma Vida Escondida em Cristo (10/11/1955) §§ 40-41

Ele disse que lhe daria um espírito novo. Agora, esse espírito não é o Espírito de Deus; esse é o seu espírito. Deus lhe dá um espírito novo, então Ele diz: "Porei o Meu Espírito nele." Mas a coisa que Deus tem que fazer é dar a você um espírito novo, para tornar sua natureza um pouco mais gentil e estabelecer-se, ou Ele poderia até habitar em você. Então Ele tem que consertar você antes que Ele possa entrar. "Eu lhe darei um - um Espírito novo", então você O leva para qualquer lugar. (Isso porque agora você se torna a Palavra) Você vai a todos os tipos de lugares. Então é quando você está no primeiro altar. Mas quando você se esconde, você recebe o Espírito Dele. Então o Espírito Santo, ninguém menos que o próprio Deus, vem e habita em você. E então há algo sobre você, o vizinho ama você. As pessoas gostam de você.

Personificação do Cristianismo (20/01/1957) §§ 110-115, 184

Eu vou dizer algo, e eu quero que isso penetre profundamente, e que Deus ajude. Existe o lado emocional da assim chamada igreja do Espírito Santo hoje. Eles desenvolvem muito fanatismo e correm por aí, porque desconsideram a Palavra. Eles vão apenas, juntamente: "Oh, nós tivemos uma ótima reunião! Aleluia! Aleluia! Aleluia!". Agora, quando você faz isso, e não dá o fruto do Espírito, então você está no espírito novo. Você não costumava fazer isso; isso mesmo. Mas Deus teve que te dar um espírito novo. Ora, o espírito que você tinha, você não podia se dar bem consigo mesmo. Então, como você vai se dar bem com Deus? Então, Deus teve que dar-lhe um coração novo, não um remendado. Um coração novo; esses são os seus intelectos com os quais você pensa, uma nova maneira de pensar. Então, quando Ele lhe dá uma nova maneira de pensar: "Sim, isso mesmo. A Bíblia parece ser razoável... (Observe que para o irmão Branham o coração novo é uma nova mentalidade, uma nova maneira de pensar; um entendimento renovado, mas tudo isso pode ainda ser apenas uma fé mental) Eu não costumava crer Nela. Eu creio Nela agora". Agora, aí está o seu grande avivamento. Vê? Eles dizem: "Sim, com certeza, eu não quero ir para o inferno. Eu quero aceitar a Cristo". Está tudo bem. Isso é bom. Esse é apenas o seu primeiro passo. Então Ele disse depois disso: "Então eu lhe darei um espírito novo". O que é isso? Um novo desejo. "Eu quero fazer o certo"."Agora, sei que sou um cristão. Eu tenho que... vou fumar mais um e depois vou jogar fora". Vê? "E eu vou - vou - só vou ver... eu - eu - eu vou ficar em casa esta noite, e sabe, eu vou apenas..." Todos aqueles pequenos "só, só, só", isso é exatamente... Eva parou só por um momento. Isso é tudo que ela precisou fazer. Mas agora esse é o espírito novo. Então observe a ordem da Escritura. Depois de você ter um coração novo e um espírito novo, Ele disse: "Então eu porei o Meu Espírito." Agora, o que? É o que a Escritura diz aqui. Essa é a ordem, a ordem pneumática e numérica da Escritura: "Um coração novo, um espírito novo, e depois o Meu Espírito." Então, o Espírito Santo de Deus... o coração novo de Deus que Ele colocou em você, se põe bem no centro de você. Este é o seu - seu impulso, onde você - você - o seu - suas emoções se apagam. E o Espírito novo se estabelece bem no centro do coração novo. E o Espírito de Deus, o Espírito Santo, se põe bem no centro de seu espírito novo, e aí Ele controla suas emoções. (...) Mas para aceitá-lo, e para ter um coração novo, um espírito novo, e o Seu Espírito, parte do Logos em você controlando suas emoções... (Isso porque com a unção do Santo em nós agora somos o Logos, somos a Palavra) E quando Ele fala através de Sua Palavra, você responde e responde a Ele. "Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e eternamente..."

Então nós concluímos que a condição do tempo do fim é das pessoas se tornarem insanas, e isso está afetando tudo o que está em Laodicéia. Mas lembre-se que a pequena Noiva está sendo tirada de Laodicéia. Estamos sendo tirados dessa era e colocados na era da noiva, com um novo coração, um novo espírito, e com a unção do Santo que nos permite ser a Palavra.

Nota: parte deste estudo baseou-se nas notas do irmão Brian Kocourek para o seu sermão "Da Fé Mental Para a Revelação Divina", pregado no dia 13/08/2017.