Examinando a Nossa Fé

25/06/2017

Examinando a Nossa Fé

25 de junho de 2017

Viamão-RS

Diógenes Dornelles

2 Coríntios 13:5

Examinai-vos a vós mesmos se realmente estais na fé; provai-vos a vós mesmos.

Há Uma Só Fé e Uma Só Doutrina

Nós estudamos há algum tempo atrás sobre haver uma só fé e uma só doutrina, sobre a qual toda a Igreja está firmada. Embora haja muitas doutrinas sendo ensinadas em várias denominações, igrejas e tabernáculos, só há na verdade uma única fé e doutrina, e essa fé que a Igreja deve ter é a fé do nosso Senhor Jesus Cristo.

Jesus Cristo é o Mesmo Ontem, Hoje e Eternamente (06/08/1956) § 15 [Sem tradução]

Agora, às vezes tem sido dito hoje em dia entre muitos crentes, que eles dizem sobre certas coisas: "Oh, isso é contra a minha fé. A nossa fé não ensina isso". Só há realmente uma só fé; assim diz a Bíblia. Um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus, e há uma só fé e que é a fé do Senhor Jesus Cristo.

Batalhando Pela Fé (15/08/1955) § 9 [Sem tradução]

Agora, era para batalhar pela "fé", "a", não "uma". A única fé. Só existe realmente "uma só fé, um só Senhor, um só Deus, um só batismo, uma só fé".

A fé de Cristo pode ser contrária a outros tipos de fé que alguns cristãos podem estar professando, mas não há outra fé que foi entregue aos santos a não ser a que Cristo nos deu, e é nessa fé que a Igreja deve se agarrar como sua linha de vida.

Lagarta, Gafanhoto, Locusta, Pulgão (23/08/1959) §§ 79-81 [Sem tradução]

As pessoas dizem: "Bem, isso é contra a minha fé". "Há uma só fé, um só Senhor, uma fé e um só batismo". Você pode ter uma fé, mas nós queremos A Fé. "Batalhando", isto é "argumentar por isso, posicionar-se, defender". Batalhando pela fé que uma vez foi dada aos santos". Quando eles foram chamados de santos? Quando foram santificados. O Espírito Santo os santificou; eles eram chamados de santos. Agora, Judas diz, um irmão, irmão adotivo de Jesus: "Eu quero que você fale com firmeza pela fé que uma vez foi dada aos santos". Nunca deixe essa fé cair. E a fé dos santos não estava em credos, nem em denominações, nem em prédios de igrejas, nem em associações, mas estava na Presença do Deus vivo. Eles tiveram fé para curar os doentes, expulsar demônios, fazer milagres. Todas as grandes promessas que Jesus fez, aquela primeira igreja se agarrou nisso. Era a linha de vida.

A fé que precisamos para o arrebatamento é a mesma fé que precisamos para a nossa experiência do novo nascimento, para a nossa salvação e para cura, pois para tudo isso se exige uma só e mesma fé. Se algum santo não tiver fé para uma dessas bênçãos mencionadas, consequentemente não terá também para as outras, porque aquele que recebeu a fé de Cristo não pode crer em algumas coisas e descrer em outras. A fé de Cristo faz o eleito crer em tudo e a não duvidar de nada.

Mas quando alguém aceita uma outra fé, as bênçãos que advém da fé de Cristo estão bloqueadas para ele. Mas quando alguém aceita a fé que vem de Cristo então Ele pode Se revelar.

A Porta Para o Coração (28/11/1959) § 33 [Sem tradução]

E há somente uma fé, essa é a fé de Deus. E o único que pode trazer a fé de Deus é Jesus Cristo, o Seu Filho, que entra em seu coração... se você simplesmente abrisse a porta e deixasse Jesus entrar, dar a você a fé que Ele tem para lhe dar. Você que aceitou a fé que algum credo lhe deu. Você bloqueou as portas sobre a fé de Cristo. Quando você aceita a fé de Cristo, então você pode reconhecê-Lo.

A Fé Natural e a Fé Divina

Nós também já tratamos há tempos atrás sobre a diferença que há entre uma fé divina e uma fé natural. Esta última não é suficiente para produzir uma mudança de vida e de mentalidade. Uma fé mental pode ser útil até que o Espírito Santo possa conduzir essa fé a uma experiência pessoal com Deus e Sua Palavra.

Combatendo Ardentemente Pela Fé (23/01/1955) §§ 27-28 [Sem tradução]

Há uma grande diferença em eu ter uma fé intelectual do que uma fé divina. É aí onde vocês, meus amigos batistas, deixam de ir em frente. Vocês ficam com a fé intelectual por isso, mas deve ser uma revelação divina de Jesus Cristo para você que simplesmente sai do coração. A fé intelectual não é suficiente. Tudo bem, mas ela somente leva você para o Espírito Santo. O Espírito Santo é uma experiência pessoal do nascimento, do novo nascimento, da regeneração, fazendo uma nova criatura em Cristo.

Hoje as igrejas estão cheias de crentes com uma fé que está apenas na mente, mas não no coração.

A Prova Infalível da Ressurreição (14/01/1957) § 32 [Sem tradução]

Hoje a razão pela qual há muitos altos e baixos e coisas que estão se passando entre as pessoas religiosas, é porque existe uma concepção intelectual de Cristo. Em outras palavras, está em sua mente e não em seu coração.

Uma fé natural não pode produzir crentes renascidos e a igreja hoje está cheia de crentes com uma fé humana, tendo uma compreensão apenas humana da Palavra.

Uma Exposição das Sete Eras da Igreja - pág. 155

Assim como a igreja de hoje está cheia de crentes mentais (ou seja, com uma fé intelectual) que aprovam o nascimento virginal, o sangue derramado, indo à igreja e tomando a comunhão, e de maneira nenhuma são renascidos, (O irmão Branham está nos dizendo que muitos até não possuem nenhuma dificuldade para aceitar algumas doutrinas que são básicas da fé cristã, mas sequer experimentaram o novo nascimento, porque sua fé é apenas intelectual) assim também naquela terceira era existia o mesmo problema. A fé humana não era suficiente naquele tempo e não é suficiente agora.

Expectativa (01/10/1955) § 24 [Sem tradução]

Ora, Deus não é conhecido pela fé intelectual. Deus é conhecido pela experiência do novo nascimento, somente.

A Apostasia da Fé

Foi por isso que Jesus disse que quando Ele retornasse não encontraria fé sobre a terra.

Lucas 18:8

Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?

Essa não é uma pergunta sem resposta, pois Paulo disse mais tarde que nos últimos dias quando Cristo estivesse próximo de voltar, muitos abandonariam a fé.

1 Timóteo 4:1-2

Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos (Que é quando Jesus disse que voltará) apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência.

A Operação do Erro

O irmão Branham ensinava que fé é uma revelação, a qual é a revelação de Jesus Cristo, e ele também nos disse que todo aquele que recebeu a plena revelação de Jesus Cristo passou pelo novo nascimento. Porém uma coisa é alguém ter a revelação de Jesus Cristo, e outra é essa revelação lhe transformar. Se Paulo disse que alguns poderiam apostatar da revelação de Jesus Cristo, significa que eles poderiam chegar a ter uma fé apenas intelectual Dele, porém não a fé revelada. E se a apostasia vem também através de doutrinas de demônios, significa que a falsa doutrina que lhes é ensinada estará errada em comparação com a revelação de Jesus Cristo e isso produzirá erro nas pessoas.

Portanto se está ordenado para a Igreja do tempo do fim uma só fé, que é a fé de Cristo e da qual muitos irão se desviar, precisamos ter a certeza de que temos essa fé e não uma variação dela, porque ao mesmo tempo em que Deus nos enviaria a Doutrina restaurada que é a fé apostólica, Ele prometeu enviar também um falso ensino para que fosse crido por todos aqueles que desprezassem o verdadeiro.

2 Tessalonicenses 2:8-12

E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da Sua boca, e aniquilará pelo esplendor da Sua vinda; a esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade.

Veja que Paulo disse que Deus mesmo enviaria a "operação do erro". No texto inglês foi traduzido como uma "forte ilusão". Isso foi traduzido do grego "energeia planao" (πλα ναω). Segundo a concordância do grego de Strong, significa "fazer algo ou alguém se desviar", "desviar do caminho reto", "perder-se", "vagar", "perambular", "desencaminhar da verdade", "conduzir ao erro", "enganar", "ser induzido ao erro", "ser desviado do caminho de virtude", "pecar", "desviar-se ou afastar-se da verdade", "tornar herético", "ser conduzido ao erro e pecado". Eles serão desviados de tal maneira que eles terão prazer na iniquidade ou injustiça que significa o entendimento incorreto da Palavra.

Se a Palavra de Deus é mostrada às pessoas e nada acontece com elas, e elas não aceitam isso, então o que acontece com elas? Deus lhes dá uma operação do erro em vez de uma revelação. Por quê? Porque eles não amaram a verdade. Então veja que essa operação do erro é para aqueles que desobedecerem à verdadeira Palavra de Deus após ter tido um conhecimento Dela.

O Deus Desta Era Maligna (01/08/1965) §§ 61-62

Fazendo uma operação do erro, como a Bíblia disse que seria (II Tessalonicenses), como este homem do pecado viria a existir e se colocaria no templo de Deus, mostrando-se que ele era Deus e fez com que as pessoas entrassem na operação do erro para crer em uma mentira; e ao crer nisso será condenado por isso. Isso é o mesmo que ele fez para Eva, ao lhe dar... Nunca lhe disse que a Palavra não estava certa, mas lhe dera uma operação do erro para que ela acreditasse em uma mentira. O espírito do erro é do diabo, demônios agora operando nos filhos da desobediência. Desobedientes ao quê? Do que os filhos deste dia são desobedientes? Como Eva foi no início: da verdadeira Palavra de Deus.

Então a operação do erro é para afastar o incrédulo daquela única Fé que existe, da qual tomou conhecimento mas que a rejeitou.

Os Ungidos dos Últimos Dias (25/07/1965) § 257

"Agora como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim farão estes réprobos; mente réproba quanto à Fé." Não "uma" fé. "A Fé!"

Sendo assim, ou o crente está caminhando na verdadeira luz com Deus, ou na falsa luz que se opõe a Ele. Em outras palavras, ou a sua fé e revelação estão corretas ou a sua fé não é uma fé genuína de Cristo, mas na verdade é uma operação do erro, que faz alguém pensar que está certo quando não está.

A Maneira de Um Verdadeiro Profeta (13/05/1962) § 268

A Bíblia disse que se eles não acreditassem na Palavra, Ele lhes daria a operação do erro para acreditar em uma mentira e serem condenados por isso. É exatamente isso que essas organizações e pessoas desta nação estão fazendo hoje: crendo em uma mentira para serem condenados por ela.

O Presente Embrulhado de Deus (25/12/1960) § 94

Eles recusaram o real. Deus disse que lhes daria a operação do erro para acreditarem em uma mentira e ser condenados por ela. Deus disse que faria isso. Se você recusa o certo, você tem que aceitar o errado. Não há outra maneira. Você se recusa em ir para a direita, você tem que ir para a esquerda; ir de alguma outra maneira além do certo. Então você não pode estar certo e errado ao mesmo tempo. Quando eles recusaram o Espírito Santo, eles recusaram a Cristo; eles recusaram o programa de Deus, eles recusaram o mensageiro, eles recusaram tudo. Portanto, eles são deixados em seus pecados. Não resta mais nada a não ser o juízo.

Então veja que nessa era em que a fé e a doutrina seriam rejeitadas pelos assim chamados cristãos, suas próprias faculdades para a compreensão das coisas espirituais se definhariam.

Cristo Revelado em Sua Própria Palavra (22/08/1965) § 159

Na era de Laodicéia as pessoas eram o quê? Nuas (Elas são?), cegas. Que bem faz a luz para um homem cego? Se o cego guia o cego, não caem todos no fosso? Nu, cego, e não sabe disso. Até mesmo suas faculdades mentais se foram, suas faculdades espirituais de mental... de compreensão espiritual.

Ou seja, não há mais discernimento.

Adorando Falsamente a Um Deus Verdadeiro

Nos dias de Elias o povo de Israel foi levado a adorar a um falso deus chamado Baal, que quer dizer "senhor", mas veja que eles adoravam um falso "senhor" também com um falso ensino da Palavra, porque havia muitos profetas para ensinar ao povo a fé de Baal, que era contrário à fé de Deus. Mas nestes últimos dias o erro seria ainda maior, porque a igreja seria levada a crer que estaria adorando não a um outro mas o próprio Deus verdadeiro, porém com uma falsa doutrina, exatamente como Caim que adorou ao Deus verdadeiro com um sacrifício errado.

Quando doutrinas de homens são ensinadas no lugar da Palavra de Deus, qualquer adoração a Ele passa a ser vã e falsa, ainda que eles estejam adorando a um Deus verdadeiro, uma vez que essa seria uma forma de crucificá-Lo outra vez.

A Acusação (07/07/1963) §§ 289-291

Pense nisto. Suas lancetadas mais fortes vêm do púlpito. É aí onde Seu novo Calvário está. Eles O crucificam, a Palavra, no púlpito. Isso mesmo. Como, como eles o fazem? Por suas formas de piedade. Exatamente isso! Coroado desde a audiência, por escarnecedores! Ele tem uma nova coroa de espinhos, escarnecedores! Traspassado desde o púlpito; coroado por escarnecedores. É Ele crucificado outra vez, novamente? Ferido por credos feitos pelo homem, mestres de denominações contra Sua Palavra. Eles O ferem, em vergonha, O condenam. Jesus disse: "Em vão eles Me adoram." Em vão, "não adianta nada." Quem eles adoram? Eles adoram o mesmo Deus. Eles estavam adorando aquele mesmo Deus em Sua primeira crucificação, e era uma adoração vã. É a mesma coisa hoje. (Não é um deus ou um "senhor" diferente como nos dias de Elias. Eles adoram a um Deus verdadeiro, mas da maneira errada, com uma falsa doutrina e obras vãs.) Em vão eles constroem essas denominações. Em vão eles constroem esses seminários. Em vão eles têm esses credos, ensinando como doutrina os preceitos do homem, e negando a Palavra de Deus. Eles são culpados de crucificar o Príncipe da Vida, ensinando doutrinas do homem como se fossem Sua Palavra. "Em vão eles Me adoram," ferido, traspassado, coroado.

Então não há como adorar a um Deus verdadeiro com uma falsa fé, porque toda a adoração a Deus deve ser feita em espírito e em Verdade.

João 4:20-25

Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-Me que a hora vem, em que vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; (Os judeus estão ansiosos para edificar um terceiro templo para a adoração a Deus, mas aqui Jesus diz que a verdadeira adoração não seria em um templo ou em uma montanha, mas será em cada coração onde Deus o ver como um trono para Si. Essa adoração é em espírito, o que significa que não está limitado a algum espaço físico ou geográfico, mas onde quer que o adorador estiver. Porém quando Jesus diz que a adoração deve ser em Verdade, quer dizer que deve haver uma doutrina guiando e conduzindo a sua adoração, pois o Senhor disse que aqueles que Lhe adoravam com doutrinas de homens estavam adorando em vão. Portanto a verdadeira adoração precisa ser com a doutrina correta. Como diz o irmão Brian: "Toda a adoração aparte da verdadeira revelação é satânica") porque o Pai procura a tais que assim O adorem. Deus é Espírito, e importa que os que O adoram O adorem em espírito e em verdade.

O irmão Branham disse que uma igreja sem doutrina ou que viva de uma doutrina falsa seria como viver sem uma coluna ou espinha dorsal.

Lagarta, Gafanhoto, Locusta, Pulgão (23/08/1959) § 19 [sem tradução]

Uma igreja sem uma doutrina é como uma água-viva; ela não tem nenhuma espinha dorsal. Então nós temos que ter uma espinha dorsal nela. (Uma doutrina genuína e vindicada) E não somente uma espinha dorsal, mas dentes também, (De nada adianta termos a doutrina correta se não estivermos capacitados para compreendê-la e vivê-la) porque a Igreja de Deus deve comer o Pão da Vida.

Esses "dentes" é o poder vivificador do Espírito Santo na Igreja, pois de que serve ter uma doutrina ainda que seja verdadeira, se isso permanecer em nós somente como uma concepção intelectual? O Espírito Santo é o que unge o conhecimento e nos vivifica de forma que sejamos transformados e absorvamos todos os nutrientes deste Pão da Vida.

Crendo em Vão

Então veja que as Escrituras mostram que não somente a adoração se torna vã, mas a própria fé se torna vã se ela não estiver focada no genuíno ensino apostólico.

1 Coríntios 15:1-2

Irmãos, venho lembrar-vos o evangelho que vos anunciei, o qual recebestes e no qual ainda perseverais; por ele também sois salvos, se retiverdes a Palavra tal como vo-La preguei, a menos que tenhais crido em vão.

De que maneira alguém pode crer em vão? Se alguém estiver crendo em uma palavra que não for como a original, mas que passou por alguma adulteração, então sua fé será em vão. Porém se a Palavra for genuína e não houver uma aplicação prática Dela em sua vida, será em vão da mesma maneira, porque embora a fé mental esteja correta, não houve um renascimento. O evangelho que Paulo pregava era da morte, sepultamento e ressurreição de Jesus Cristo, portanto se alguém diz crer, terá que da mesma maneira passar por uma morte, sepultamento e ressurreição, o que faria com que o próprio Cristo vivesse nesse crente. Mas quem não passasse por tudo isso, sua fé seria vã ainda que ela estivesse correta.

Reprovados na Fé

2 Coríntios 13:5

Examinai-vos a vós mesmos se realmente estais na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não reconheceis que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados.

Alguém pode estar reprovado não somente por fazer algo contrário à fé, mas também pela própria fé estar comprometida. A palavra "provai" aqui vem do grego "dokimazo" (δοκ ιμα ζω)que quer dizer "testar", "examinar", "provar", "verificar e ver se uma coisa é genuína ou não"; "reconhecer algo como genuíno após um exame". Então é isso que Paulo está dizendo: "Certifique-se que você não é um falso, mas que a sua vida e suas ações sejam tão verdadeiras quanto a sua confissão de fé que você diz ser". Quando alguém com os seus lábios tem uma confissão enquanto sua vida confessa outra coisa, algo está errado.

Espíritos Sedutores (24/07/1955) §§ 48-50

Muitas pessoas vêm ao altar para receber oração, elas têm fé intelectual. Confessam seus pecados e unem-se a uma igreja pela fé intelectual. Elas crêem na mente. Elas crêem porque ouviram falar. Elas crêem porque sabem que é a melhor norma. Mas não é para isso que Deus olha. Ele não olha para sua fé intelectual. Ele olha para o coração, onde do lado de dentro Deus... E quando vem do coração, todas as coisas são possíveis então. Sua confissão concorda com a sua vida, sua vida fala tão alto quanto sua confissão. Mas quando sua confissão diz uma coisa e sua vida vive outra, há algo errado em algum lugar.

Quando alguém está reprovado na fé ao ponto de sua conduta ser impura e incondizente com a vida de um cristão, Paulo disse que tal pessoa deveria ser até mesmo evitada em uma comunidade.

1 Coríntios 5:9-13

Já em carta vos escrevi que não vos associásseis com os impuros; refiro-me, com isto, não propriamente aos impuros deste mundo, ou aos avarentos, ou roubadores, ou idólatras; pois, neste caso, teríeis de sair do mundo. Mas, agora, vos escrevo que não vos associeis com alguém que, dizendo-se irmão, (Alguém que diz que crê na doutrina de Cristo) for impuro, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; (Entenda que se Paulo menciona tais situações é porque elas estavam acontecendo em Corinto e em outros lugares) com esse tal, nem ainda comais. Pois com que direito haveria eu de julgar os de fora? Não julgais vós os de dentro? Os de fora, porém, Deus os julgará. Expulsai, pois, de entre vós o malfeitor.

A Fé Sem Obras é Morta

Então Paulo está nos dizendo que alguém pode dizer que crê, mas suas obras precisam da mesma maneira dar testemunho disso. Jesus também disse que alguém pode confessar sua fé em Deus, mas a menos que ele cumpra com a Palavra de Deus, não herdará o reino.

Mateus 7:11

Nem todo o que Me diz: "Senhor, Senhor!" entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus.

Tiago disse que a fé de alguém não pode salvá-lo se o seu testemunho não ecoar a Palavra de Deus.

Tiago 2:14

Meus irmãos, qual é o proveito, se alguém disser que tem fé, (E essa fé pode até ser na Palavra genuína) mas não tiver obras? (Ou seja, se sua vida não ecoar a Palavra original) Pode, acaso, semelhante fé salvá-lo?

Não. Sua fé é vã. Aqui Tiago está se referindo a uma fé focada apenas na aceitação intelectual e teórica da doutrina de Cristo, mas que não conduziu o tal crente a uma obediência prática a Deus. Porém não podemos esquecer que tampouco as obras podem ter alguma validade sem a verdadeira fé, pois quaisquer obras sem a verdadeira fé, são tão mortas quanto a fé natural. Afinal, ninguém pode ser salvo por obras, mas pela confissão de uma fé genuína que produz um novo nascimento.

A Igreja do Deus Vivo (27/07/1951) § 40 [Sem tradução]

Ele não pode salvar você pelos méritos da sua oração. Ele não pode salvar você pelos méritos do seu entusiasmo ou de suas boas obras. Ele salva você pelos méritos de sua fé e de sua confissão.

A Junção do Tempo (22/01/1955) § 67

O que estou tentando dizer a você? Estou tentando dizer a você, meu amigo, que apenas ir à igreja, fazer uma confissão e fazer boas obras nunca te salvará. Você tem que nascer de novo. Tem que vir como uma revelação espiritual.

Ter uma fé revelada é ter o próprio Cristo revelado habitando no crente ou na igreja, mas sem essa revelação toda obra feita para o Senhor será em vão, pois o Pastor não está de fato presente, e uma igreja não pode ser suficiente por si mesma sem o Seu Sumo Pastor, Cristo, que é a Pedra Angular.

Deus Cumprindo Sua Promessa (09/12/1956) § 23 [Sem tradução]

E isso é exatamente o que a raça humana é. Estamos absolutamente, totalmente perdidos e podemos - não somos suficientes por nós mesmos. Temos de ter o Pastor para nos guiar e nos conduzir. Estamos perdidos sem isso. Não podemos nos salvar. Não importa o quão bom o seu programa possa ser. Não importa o tipo de motivo que você tenha em relação a esse programa, o que - quais são as suas alternativas ou por quê? Quão grande é a sua igreja, isso está tudo bem, nada contra isso; mas sem o Pastor, você está perdido e você está apenas lutando contra o vento. Verdade. Você deve ter o Pastor. E uma igreja é maravilhosa, toda denominação. Mas sem o Pastor do rebanho, você está apenas construindo sua igreja em vão. Você está rejeitando a própria Pedra angular.

O Amor Produz Fé

Mas além da importância de se ter uma fé correta, devemos ainda nos lembrar que o apóstolo Paulo também nos disse que de nada adianta termos fé se antes não tivermos o amor, porque a fé sem o amor não pode funcionar.

1 Coríntios 13:2

Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios (Conheça a abertura dos Selos e dos trovões) e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha , a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei.

Veja que Paulo não nega que a fé pode existir mesmo que não haja o amor, mas qual seria exatamente o tipo de fé que poderia existir sem o amor? Não se trata da fé espiritual que revela Jesus Cristo. Ele está falando de uma fé natural. Foi por isso que o irmão Branham disse que é preciso ter o amor, antes que se possa ter a fé genuína, pois a fé espiritual somente é produzida pelo verdadeiro amor.

A Maneira Para Ter Companheirismo (09/10/1955) § 27

"Bem", você diz, "que bem faria ter fé?" A fé pode assinar o meu perdão, com certeza; há valor na fé. (Ele está falando da fé espiritual) Não se canse; não tenha medo; não fique chateado; apenas tenha fé e creia. E a única maneira que você pode ter fé, você tem que ter primeiro o amor, porque o amor produz fé. Para o amor perfeito... Obtenha isso. O amor perfeito lança fora todo o medo.

O Livro da Vida do Cordeiro (03/06/1956) §§ 111-113

Leo me disse esta manhã, ele disse: "Irmão Branham, o que foi primeiro: a fé produz amor ou o amor produz fé?". Eu disse: "O amor produz fé. (Não está falando da fé natural ou intelectual, mas da fé que é uma revelação) Não fé, amor. Você tem de amar, primeiro, antes de poder ter fé." Por isso, se você tem fé, e não ama a Deus divinamente, a sua fé é em vão. Está vendo? Você tem que amar a Deus. Portanto, você pode se unir a todas as igrejas do país, fazer qualquer coisa que queira, fazer todas as confissões que queira; mas se não há amor genuíno, real, do Espírito Santo, nascido de novo em seu coração por Deus, a sua fé é em vão. Não importa quanto você confesse que crê em Deus, isso não tem nada a ver. Tem que nascer no coração humano, então você tem Vida Eterna, nunca poderá ser separado de Deus.

A fé intelectual pode existir sem o amor. Com esse tipo de fé se pode compreender os mistérios de Deus intelectualmente; mas o mesmo não acontece com a fé espiritual que é produzida pelo amor. É possível adorar a Deus intelectualmente, mas é somente por meio do amor de Deus em nossos corações que Ele próprio pode de fato Se revelar a nós.

Adoção Espiritual (23/09/1956) § 45 [Sem tradução]

Você pode adorar através do conhecimento. Você pode ir à igreja pelo conhecimento de que você deveria fazer isso. Mas ir a igreja desse jeito é adorar em vão. Mas quando há algo que acontece em seu coração, que faz você amar a Deus de tal forma que você não pode ficar na igreja, isso é a revelação, Deus revelando.

Então podemos entender que uma fé divina somente pode ser produzida por um amor divino e ambos são demonstrados por meio de ações e obras que os identificam, pois como disse Tiago, a verdadeira fé opera por meio das obras.

Fé Perfeita (25/08/1963) §§ 135-138

Agora, veja! A fé perfeita é pura, tão pura quanto o amor. (A verdadeira fé é produzida por um verdadeiro amor) Vê? Agora, quando você ama alguém e você tem... você que ama o seu marido ou ama a sua esposa. Agora, não há necessidade de alguém lhe dizer "você não", ama, porque você ama, e você sabe que você ama. Agora, se eu lhe perguntar: "Como você pode provar que você ama?" (Como que uma fé pura e um amor puro podem ser provados?) "Oh, eu provo pela forma como eu vivo para ele". (Ou seja, minhas obras e ações provam se minha fé e amor são puros ou não) Vê? "Eu sou uma esposa verdadeira e honesta. Sou um marido leal e honesto, e isso prova que eu - que eu amo a minha esposa, ou que eu amo o meu marido". Veja, sua vida prova o que você é. ("O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta") O mesmo acontece com o cristianismo. (O amor entre um casal é da mesma natureza entre o amor de Cristo para com a Sua Igreja, ou do amor entre os irmãos. Há amor, respeito e confiança e há práticas de obras que demonstram isso) Vê? A sua fé, que você tem confiança um no outro, é pura. E é algo real, que você não pode mostrar a outra pessoa, mas você a tem, e suas ações provam isso. E quando você tem a Fé pura e não adulterada, como o seu amor é para com o seu companheiro, então você prova isso da maneira como você age. Você não reclama mais, (Alguém que ama o seu cônjuge não irá reclamar de antigas ofensas recebidas por ele, assim como Deus não nos lembra mais dos nossos pecados passados. Seu amor faz com que eles sejam apagados de tal forma como se eles nunca tivessem sido praticados, assim como na parábola do filho pródigo, onde o pai recebia o seu filho de volta não considerando a sua rebeldia) você sabe que está feito, apenas ande junto. Não importa com o que a coisa se pareça, o que qualquer outra pessoa diga, você sabe o que aconteceu. Você sabe que está terminado; assim como você sabe que ama o seu marido, assim como você sabe que ama... Veja, o amor e a fé tem que seguir juntos. Eles são parentes, eles se amam. O amor produz fé.

É por isso que Paulo disse que alguns cristãos se perderiam por não receberem o amor da verdade, porque é justamente esse amor que produz a fé divina e revelada e que alguns não conseguem alcançar.

Uma Revelação Mental Não Produz Conversão

A fé que é produzida pelo amor pode ser antecedida pela fé mental, porém essa deve ser vivificada pelo Espírito Santo a fim que o crente amadureça na sua experiência de conversão na fé de Cristo.

Nomes Blasfemos (04/11/1962) § 150

Então, isso foi número um. Número um, chegando a você, sua fé mental, aqui mesmo, vem o Espírito Santo, descendo na sua fé mental tornando-a uma fé espiritual. Então a fé espiritual só reconhece a Palavra.

Quando Jesus questionou aos Seus discípulos sobre o que eles estavam dizendo para o povo o que pensavam acerca Dele, Pedro respondeu que ele lhes dizia que Jesus era o Filho de Deus. Talvez Pedro ainda tivesse apenas uma concepção mental dessa revelação que o Senhor lhe concedeu, porém isso não foi suficiente para que Pedro se firmasse nessa revelação, pois tempos depois ao ser questionado se ele era discípulo de Jesus, recusou prontamente, isso porque apesar de sua revelação, Pedro ainda não era um convertido.

Porém após o batismo com o Espírito Santo, Pedro obteve forças para não somente confessar o que ele havia recebido, mas dar sua vida por isso. Até então ele tinha uma revelação, mas não conseguia se sustentar nela ao ponto de negar o Seu Senhor e Mestre. Mas quando o Espírito Santo ungiu a sua fé mental ele tinha mais que uma fé mental agora; ele tinha uma revelação espiritual.

As Infalíveis Realidades do Deus Vivo (26/06/1960) §§ 74-75

O Espírito Santo vem hoje de maneira semelhante para apresentar Deus ao homem; mas o homem quer ir à igreja. Ele - ele - afoga o seu - seu - seu pensamento. Ele não pode - ele não pode entender isso. E devemos aprender que Deus não é conhecido pela concepção intelectual. Deus é conhecido pelo novo nascimento, pelo Espírito Santo, não de outra maneira. Jesus, a Bíblia nos citou claramente: "Ninguém pode chamar Jesus de Cristo, a não ser pelo Espírito Santo". E se você nunca recebeu o Espírito Santo, você não sabe que Ele é o Cristo, pois essa é a única maneira em que Ele Se revela. Você não é convertido até receber o Espírito Santo. A Bíblia disse isso. Depois que Pedro foi salvo e santificado, dado poder para expulsar espíritos imundos e pregar o Evangelho, Jesus claramente lhe disse que ele não estava convertido até que ele recebesse o Espírito Santo. (Então quando Pedro recebeu a revelação de que Jesus era o Cristo, isso todavia estava nele apenas como uma concepção mental, pois ele ainda não havia sido transformado por causa daquele conhecimento ou revelação, pois quando ele negou o seu Mestre aquilo provou que sua fé ou revelação ainda era vã. Sua revelação sobre Jesus ser o Cristo estava correto, mas mesmo assim Pedro fora reprovado. E é exatamente nessa mesma condição espiritual que muitos cristãos se encontram hoje, como reprovados, mesmo que sua confissão de fé esteja correta) E disse: "Depois de se converter, então fortaleça os teus irmãos". Isso foi na noite da traição, que ele ainda não era convertido. E ninguém é verdadeiramente convertido até que ele tenha sido transformado, e morrido para si mesmo, e o Espírito Santo tenha o controle dessa pessoa. Eles não querem fazer isso.

Jesus disse que Pedro havia recebido uma revelação de Seu Pai, a qual foi a mesma que o irmão Branham recebeu e ensinou durante o seu ministério, mas a maioria dos ministros da Mensagem que hoje afirmam seguir William Branham não tem sequer a mesma revelação que Pedro recebeu, porque se recusam a chamar Jesus de o Filho de Deus. Em vez disso, eles dizem que Ele é Deus, que criou a Si mesmo em um Filho.

O irmão Brian disse o seguinte na sua série sobre fé:

Agora, eu ensinei a doutrina da Mensagem para mais de 3.500 ministros face a face em todo o mundo em mais de 56 países, e eu não posso dizer que todos que eu ensinei aprenderam e compreenderam a doutrina. Na verdade, eu ficaria muito surpreso se 10% realmente entendesse o que eu ensinei. Eu acho que pode estar perto de 1%, mas eu espero pelo menos 10%. Agora, isso não tem nada a ver com a minha capacidade de ensinar, pois afinal de contas, a menos que o Senhor edifica a casa em vão trabalham os que edificam. E a menos que o Mestre que é o Espírito Santo entre no coração das pessoas, elas podem ouvir, mas não entender, e podem ver, mas não perceber.

O irmão Brian também disse:

Dos milhares de ministros que conheci pessoalmente no exterior, não há nenhum deles que não pudesse citar Malaquias 4, Lucas 17:30 e Apocalipse 10: 1-7. E todos sabem de cór o que William Branham falou a respeito de Pedro por revelação ao receber as chaves da revelação. E, no entanto, se você pedir a eles para falar essas palavras notáveis que Pedro disse e que mereceu o louvor de Jesus, eu tenho minhas dúvidas se muitos poderiam citar as palavras que Pedro disse, porque em suas mentes eles não entendem o que ele disse que merecia o louvor. Porque Pedro disse: "Tu és o Cristo, o Filho de Deus", pois se eles acreditassem no que Pedro disse, eles ensinariam o que ele disse.

Mas por outro lado, também já entendemos que embora alguém tenha a mesma confissão de fé que Pedro teve, isso não representaria um sinal inequívoco de conversão. Muitos que dizem que são salvos, na verdade não são sequer convertidos, pois não aceitam que o Espírito Santo controle suas vidas. Eles querem ter o controle de si mesmos. Embora Pedro tivesse uma revelação de Quem Jesus era, sua vida ainda não estava sendo controlada pelo Espírito Santo. E da mesma maneira, ainda que hoje alguém diga que tem a mesma revelação de Pedro, isso não quer dizer que já tenha se convertido.

Então uma fé intelectual não é o suficiente para que alguém se converta. Ela precisa ser regada e ungida pelo Espírito Santo até que sua fé mental se transforme realmente em uma fé espiritual. Foi isso que aconteceu com a revelação que Pedro obteve e é exatamente assim que deve ser com cada cristão.

Nomes Blasfemos (04/11/1962) §§ 143-145

E a maior parte da nossa fé é fé mental. Pelo ouvir a Palavra, nós... traz-nos ao reconhecimento mental de Deus. Mas se isto vier de cima, oh irmão, se chegar a alcançar isto, tem uma fé pia, espiritual. Então o que essa fé faz? Essa fé reconhece somente a Palavra. Não importa o que qualquer outra coisa diga, ela só reconhece a Palavra, porque "No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus e a Palavra era Deus." (E a Palavra ainda é Deus.) "E a Palavra se fez carne, e habitou entre nós." E quando a própria Palavra está derramando-se na nossa fé, nossa fé mental torna-se uma revelação espiritual... (Quando nossas mentes são ungidas e batizadas pelo Espírito Santo, então aquilo que antes era apenas mental agora se torna uma revelação) "E sobre este fundamento edificarei a Minha Igreja," veja, não sobre um conceito mental de unir-se à igreja, um conceito mental daquilo, mas sobre a revelação. Quando os córregos de graça estão derramando-se nessa fé mental que você tem, então sobre isto, uma revelação espiritual: "Eu edificarei Minha Igreja e as portas do inferno não podem prevalecer contra Ela." Está vendo? Isso mostra que seriam contra Ela, mas nunca prevalecerão. Oh, que coisa gloriosa.

Perguntas e Respostas Sobre Hebreus 3 (06/10/1957) § 644

A única maneira de você conhecer Jesus Cristo é pela revelação espiritual, não por teologia e por quanto você estuda a Bíblia. Se você é da ciência cristã, metodista, testemunha de Jeová, ou o que você for, não importa o que você seja, você nunca O conhecerá pela Palavra; é o Espírito de Deus que O revela a você. É uma revelação espiritual.

A Unção Que Nos Ensina Acerca de Todas as Coisas

Então veja que quando recebemos a unção para ungir nossa fé mental então passamos a ter um firme conhecimento de tudo.

1 João 2:20, 27

E vós possuís unção que vem do Santo e todos tendes conhecimento... Quanto a vós outros, a unção que Dele recebestes permanece em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a Sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é falsa, permanecei Nele, como também ela vos ensinou.

Então vemos que o Espírito Santo é o nosso Mestre e a unção do Espírito Santo sobre o crente é o que permite que ele conheça e compreenda as coisas profundas de Deus, para que sua fé se fundamente apenas no poder, e não em sabedoria humana na forma de credos e falsas doutrinas que conduzem a uma falsa adoração.

1 Coríntios 2:1-5

Eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, a não o fiz com ostentação de linguagem ou de sabedoria. Porque decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado. E foi em fraqueza, temor e grande tremor que eu estive entre vós. A minha palavra e a minha pregação não consistiram em linguagem persuasiva de sabedoria, mas em demonstração do Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria humana, e sim no poder de Deus.

Então veja que se a revelação é para ungir a nossa fé mental e criar em nós uma compreensão sobrenatural e nos levar a um estado preparado para a adoção, então a operação do erro fará o contrário, pois criará a apostasia da Fé, ou seja, da revelação de Jesus Cristo. Mas aquele que perseverar crendo receberá a plena revelação que resultará em uma vida santa e irrepreensível.

Obras é Fé Expressada (26/11/1965) § 327

Agora, eu não posso fazer você crer, nem tampouco você pode fazer a si mesmo crer. Deus tem que dar para você. É um dom de Deus, para crer. Não é a sua fé, é a fé de Deus. Sua fé intelectual pode crer nisso muito bem, mas a menos que a fé de Deus esteja em seu coração... Veja, sua fé intelectual pode aceitar isso, fazer isso. (Como Pedro que aceitou que Jesus era o Filho de Deus antes mesmo do batismo do Espírito) E apenas continuar crendo nisso com todo seu coração até que Deus revele isso a você. Vê? Simplesmente continue crendo nisso até que Deus revele isso. Mas até que Ele revele...

Ou seja, até que a unção do Santo vivifique a sua fé intelectual da Palavra para que ela se converta em uma revelação espiritual de uma fé não reprovada.