O Poder Vivificador na Igreja

22/03/2017

O Poder Vivificador na Igreja

22 de março de 2017

Betim-MG

Diógenes Dornelles

João 3:1-11

E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que Tu fazes, se Deus não for com Ele. Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito. Nicodemos respondeu, e disse-lhe: Como pode ser isso? Jesus respondeu, e disse-lhe: Tu és mestre de Israel, e não sabes isto? Na verdade, na verdade te digo que nós dizemos o que sabemos, e testificamos o que vimos; e não aceitais o nosso testemunho.

Veja que aqui Nicodemos diz a Jesus ter um conhecimento e um entendimento do ministério poderoso de Jesus, e de que somente Deus poderia ajudá-Lo a produzir todos aqueles sinais dos quais eles tomaram conhecimento. A palavra no grego foi "eido", (ειδω) que quer dizer "ver", "perceber com os olhos", "notar", "discernir", "prestar atenção", "inspecionar", "examinar". Porém Jesus aqui corrige aquele mestre dizendo: "A menos que você nasça de novo, você nunca compreenderá realmente o que está acontecendo agora em nossos dias. Você pensa que está entendendo com o auxílio do seu intelecto, mas a tua fé intelectual jamais permitirá você realmente saber o que está acontecendo. Você terá que ir além do teu intelecto e dos teus sentidos. Você precisa de um novo nascimento, ou seja, você precisa de uma revelação".

Somente através do novo nascimento é que Nicodemos poderia ter um conhecimento mais amplo sobre Quem era Jesus e sobre o que estava acontecendo, pois é o novo nascimento que nos dá a revelação de Jesus Cristo. Foi exatamente assim que o irmão Branham definiu o novo nascimento.

Cristo é o Mistério de Deus Revelado (28/07/1963) § 234

O que é o novo nascimento então? Você diria: "Bem, irmão Branham, o que é o novo nascimento?" É a revelação de Jesus Cristo pessoalmente para você. Amém! Está vendo? Não que você se uniu a uma igreja, apertou uma mão, fez algo diferente, disse um credo, prometeu viver de acordo com um código de regras. Porém Cristo, a Bíblia, Ele é a Palavra que foi revelada a você. E não importa o que alguém diga, o que aconteça, é Cristo; pastor, sacerdote, seja o que for. É Cristo em você, que é a revelação sobre a qual a Igreja foi edificada.

Então Jesus estava dizendo a Nicodemos: "Você pensa que eu sou um grande Mestre nas Escrituras somente com dons de Deus, mas quando você nascer de novo você saberá que Eu sou muito mais do que um mestre, mas Eu sou Deus em carne humana". Portanto o "nascer da água" significava ser gerado de novo pela Palavra de Deus e pelo Seu Poder Vivificador.

Vendo e Entendendo

Jesus disse a Nicodemos: "Na verdade, na verdade te digo que nós dizemos o que sabemos, e testificamos o que vimos; e não aceitais o nosso testemunho". Em outras palavras Jesus estava dizendo: "Você não consegue ver o que um nascido de novo vê, portanto você não pode dar testemunho disso e nem muito menos aceitar o testemunho de um nascido novo".

Portanto, ninguém pode ver o reino de Deus, a menos que tenha o Espírito Santo. Quando Jesus disse a Nicodemos que ninguém pode ver o Reino a menos que nasça de novo, Ele estava se referindo a entender. É preciso, portanto, morrer para si mesmo e nascer de novo para entender o Reino dos Céus. O irmão Branham nos leva a esta cena e nos explica essa conversa que Jesus teve com Nicodemos.

Vendo Deus (09/06/1962) § 17 [Sem tradução]

Quão cego deve ser uma pessoa que não pode ver a vida. E acho que muitas pessoas não vêem a vida. Agora, podemos ver isso, mas a palavra "ver" não significa "olhar"; a palavra "ver" significa "entender". Agora, Jesus disse a Nicodemos: "Se um homem não nascer de novo, ele não pode ver o Reino". Agora, em caso contrário, você está olhando para algo e você diz: "Eu não vejo isso"; você quer dizer que você não entendeu. "Ver", o que chamamos de ver, isso é "olhar". Mas "Ver" na terminologia bíblica é "entender o que estamos olhando, a ser revelado".

Portanto é o Poder Vivificador que nos permite ver o que os sistemas do mundo não conseguem ver. Mas Cristo disse que um dia Ele estaria na Igreja, o que lhe ajudaria a ver e entender as coisas do Reino dos Céus.

João 14:19-20

Ainda um pouco, e o mundo não Me verá mais, mas vós Me vereis; ("Vocês serão revelados por Mim e entenderão") porque Eu vivo, e vós vivereis. Naquele dia conhecereis que estou em Meu Pai, e vós em Mim, e Eu em vós.

Se Ele está no Pai, significa que quando você adora a Deus, você também está adorando ao Filho que está Nele, porque Eles estão em união; e nós viveremos porque o Cristo vivo também viveria em nós, ou seja, o Seu Poder Vivificador estaria na Igreja. Cristo vivendo na Igreja. E quando Jesus disse "conhecereis", do grego "ginosko", significa que você terá um amplo conhecimento. E não se esqueça que na Bíblia "conhecer é a mesma coisa que "ver".

1 João 3:2

Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando Ele Se manifestar, seremos semelhantes a Ele; porque assim como é O veremos.

Ver é conhecer. Há um dia em que nós O veremos como Ele realmente é. Jesus disse aos Seus discípulos: "Vocês Me vêem agora, mas Eu vou embora e vocês não Me verão mais, mas haverá um dia em que vocês Me verão novamente". E sabemos que esta é a hora da Sua manifestação e nós O veremos ou conheceremos como Ele realmente é. Paulo também disse:

1 Coríntios 13:12

Porque agora vemos por espelho em enigma, (Em outras palavras, nosso conhecimento é fragmentário, parcial, limitado) mas então veremos face a face; (Quando Cristo em Sua Parousia ou Presença Se manifestar nós conheceremos plenamente) agora conheço em parte, (minha visão e meu conhecimento é parcial) mas então conhecerei como também sou conhecido.

A Fé Faz Entender

Então estamos olhando para uma época em que não só veremos, mas também O conheceremos como Ele é, e isso é por meio de uma fé revelada. A fé faz o eleito ver o que os cegos desta era não podem.

Perseverança (16/11/1963) §§ 137-138 [Sem tradução]

Esta pequena mulher, ela era grega do país da Siro-fenícia, e verificamos que ela deve ter ouvido falar sobre os louvores e glória do Senhor Jesus. "A fé vem pelo ouvir, e ouvir a Palavra de Deus". Ela ouviu, e quando ela ouviu... Sabe, a fé encontra fontes que os outros não vêem. (Ela te dá uma revelação que permite você entender o que os outros não conseguiriam entender pelo seu intelecto)Agora, se você não tem fé, bem, então não há necessidade de tentar mostrar isso a você. Porque a fé pode ver isso. "A fé é a certeza das coisas que se esperam, a evidência das coisas que não se veem". A fé vê o que os cegos não vêem.

A fé faz você ver e entender o que Deus quer que você veja e entenda.

Por que Clamas? Fale (14/07/1963) §§ 167-170

Moisés viu isso por sua visão. E Faraó disse assim: "Isso é ótimo". Deus disse: "Isso é uma abominação". Então Deus... Moisés escolheu o que Deus disse. Agora observe, a fé vê o que Deus quer que você veja. Vê? A fé vê o que Deus vê. (Jesus disse a Nicodemos: "Eu testifico do que vejo") E o raciocínio e os sentidos vêem o que o mundo quer que você veja. (Era exatamente assim que Nicodemos estava analisando o ministério de Jesus) Mas a fé não olha para isso. A fé olha o que Deus disse. Sabe, você expulsa os arrazoamentos.

Alguns dizem: "Eu vou continuar com minha doutrina errada porque eu tenho um bom coração e é isso que importa". Isso é um arrazoamento e quem de fato crê põe por terra todos eles.

Perseverança (13/01/1963) §§ 94-95 [Sem tradução]

A fé vem pelo ouvir. Sabemos disso... A fé encontra uma fonte que nenhum outro sabe nada a respeito. A fé encontra esta fonte que ninguém pode explicar. É algo que você sabe. Outros não podem ver isso, mas a fé vê isso. A fé vê isso, quando o olho natural não o vê. Mas o olho interior vê essa coisa.

Esse "olho interior" é o Cristo no crente vivificando e dando-lhe a revelação de Si mesmo. O Poder Vivificador, que sabemos ser o Espírito Santo ou a Vida de Deus em nós, nos mostra ou revela as coisas que o mundo não consegue ver. Na verdade, essa é a evidência de que você nasceu de novo e que o poder de Deus vivifica o seu corpo mortal.

O apóstolo Paulo disse em 2 Coríntios 2:9-12:

Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que O amam. Mas Deus (O Poder Vivificador do Espírito Santo) no-las revelou pelo Seu Espírito; (Observe que ninguém viu estas coisas que ele está falando, mas depois ele diz que Deus faz isso para que você possa vê-las através da revelação, aquele sexto sentido chamado fé. Depois Paulo diz) porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus.

Observe que Paulo está falando aqui que é necessário o Espírito de Deus para conhecer ou entender. Em outras palavras, ver do que se trata.

O Poder Vivificador nos Faz Morrer e Ressuscitar

O mesmo Poder Vivificador que nos permite nascer de novo é o mesmo que também nos permite morrer para nós mesmos. Para recebermos o poder vivificador nós precisamos primeiro estar mortos para tudo, para que ele então nos ressuscite. Portanto é esse mesmo Poder Vivificador que nos permite viver para Deus que também nos auxilia a morrer para todos os sistemas do mundo, levando-nos a uma maturidade.

O Lugar de Adoração Provido por Deus (25/04/1965) § 156

E Deus potencialmente já nos ressuscitou. O Poder Vivificador que nos levantou de uma vida de pecado, e mudou nosso ser, já tem potencialmente nos ressuscitado em Cristo Jesus, no qual a ressurreição nos trará à plena maturidade.

Então o mesmo Poder Vivificador que trouxe Jesus dentre os mortos é o mesmo que vivificará os nossos corpos mortais e nos tornará cheios de Sua Palavra, assim como fez com todos os profetas.

O Lugar de Adoração Provido Por Deus (25/04/1965) §§ 146-149

E um dia ele ficou tão cansado, (fala do profeta Elias) que, Deus enviou um carro do Céu, e cavalos de fogo, e o levantou. Ele estava tão cheio desse poder vivificador! Somente pense, com a Palavra de Deus no coração, ele se tornou tão cheio desse poder vivificador que o vivificou! "Se o Espírito de Deus, Ele..." Eu creio que encontramos em Romanos, 11, ou um, 11... "Se," diz, "se o Espírito..." Romanos 8:11, é isto. "Se o Espírito que dos mortos ressuscitou a Jesus está em vós, Ele também vivificará o vosso corpo mortal. Se o Espírito que dos mortos ressuscitou a Jesus, se-se Ele está em vós, Ele também vivificará o vosso corpo mortal." Vivificou-o! O que a palavra vivificar significa? A palavra grega significa: "Ser trazido à vida após a morte." (Então para que você possa ser vivificado por esse poder vivificador, você precisa primeiro morrer) Aleluia. Aí está a porta de adoração. Adorando no Espírito e em Verdade, mecânica e dinâmica, juntas. (Não somente com uma fé intelectual, mas com a fé revelada; não somente uma vida com uma forma de piedade, mas com o Poder Vivificador do Espírito Santo) Está vendo o que quero dizer? "Se o Espírito que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, Ele vivificará, fará viver, o vosso corpo mortal, porque Ele já é Vida." E quando Ele entra no seu corpo, Ele traz seu corpo inteiro sujeito a Ele. Sujeito a quê? A Palavra de Deus. "Se está em vós."

A Promessa Desse Dia

Agora, lembre-se que temos uma promessa, Jesus falou aos discípulos e disse: "Naquele dia".

João 14:20

Naquele dia sabereis (você terá um entendimento mais elevado) que Eu estou em Meu Pai, e vós em Mim, e Eu em vós.

Jesus estava Se referindo ao dia em que o Espírito Santo seria derramado sobre toda carne, o Poder vivificador. Quando esse poder fosse derramado sobre a Igreja de Cristo, Ela O compreenderia.

O Poder vivificador nos permite ver a Sua Presença, e nos ajuda a orientar nossas vidas para o que devemos e não fazer.

Ao Nascer do Sol (18/04/1965) §§ 307-310

Poder vivificador tem chegado até nós para abrir os Sete Selos. O que foi isso? A inteligência de um homem? Não, o Poder Vivificador de Deus. Vê? O Poder Vivificador de Deus nos predisse que isto aconteceria. Vê? Mas o Poder Vivificador de Deus fez com que o mundo testificasse a Isto, isto é a Verdade. O Anjo do Senhor, o que eu lhe disse que estava em volta, nessa Coluna de Fogo, o Poder Vivificador, permite que o mundo testifique que é a Verdade. E nisso, eles não sabiam o que Isto era, e nós que apenas olhamos desta maneira... E Isso é o nosso Senhor aí acima. Vê? Foi Ele Quem abriu esses Selos; Ele é esses Selos. Pois toda a Palavra de Deus é Cristo, e Cristo é os Selos que foram abertos. Então o que foi a abertura daqueles Selos? Revelando Cristo. E os próprios sete Anjos que representaram as Sete Igrejas foram tudo completado, e nós nem sequer podíamos entender Isto. Eles - eles tiraram a foto, não nós. E ali está Ele parado, o Juiz Supremo, mostrando que Ele é o Alfa e o Omega, o Princípio e o Fim. Que identificação. O Poder Vivificador fez isso por nós. O Poder Vivificador nos permite ver a Sua Vinda. O Poder vivificador nos resgatou da morte para a Vida. O Poder Vivificador dá discernimento para saber o que está errado com você, e o que fazer, o que você tem feito, e o que você não deveria ter feito, o que você deveria ter feito, e o que você será. O Poder vivificador nos dá todas estas coisas.

O poder vivificador não vai impedir você de pecar, mas vai alertar você a todo instante em que você pecar, para que você veja o que você fez e o que você deveria ter feito. É o poder vivificador que permitirá você se posicionar pela Palavra e não substituí-La por nada que seja contrário a Ela.

Lembre-se que Cristo constituiu a Sua igreja em um reino de sacerdotes. E o papel desse sacerdócio é saber mostrar a diferença entre o santo e o profano, portanto será o poder vivificador do tempo do fim que dará a Noiva essa posição.

Em Ezequiel 44:23 é dito o seguinte acerca dos sacerdotes:

E a Meu povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano, e o farão discernir entre o impuro e o puro.

Enquanto houver uma apostasia, enquanto houver religiosos blasfemando o caminho da verdade, enquanto houver blasfemadores da Parousia e do Arrebatamento, Deus ainda continuará tendo Suas testemunhas sobre a terra. Todos nós somos agora reis e sacerdotes. Cabe a Noiva saber distinguir e mostrar com palavras e com a sua própria vida o que é santo e o que é profano.

Aparição e Vinda

Veja que era o novo nascimento que faria Nicodemos entender a Parousia de Cristo em seus dias, e é exatamente o novo nascimento que permitirá a Igreja entender e amar a Parousia de Cristo neste tempo do fim. É para os nascidos de novo que está reservada a coroa da justiça.

2 Timóteo 4:8

Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a Sua Parousia.

Essa Parousia já está aqui, pois é o Poder Vivificador aprontando uma igreja para o arrebatamento.

Convencidos e Então Preocupados (21/05/1962) § 31 [Sem tradução]

Agora, João (Esse é João Batista) estava tão certo de que iria ver o Messias, até que ele disse: "Ele está em nosso meio agora". (E foi exatamente isso que o irmão Branham disse em seus dias) Agora preste atenção. Observe. Há uma grande diferença no sinal de Jesus aparecendo, e depois Jesus vindo. Há duas palavras diferentes, que significam duas coisas diferentes: a aparição do Senhor e a vinda do Senhor. Agora, a aparição do Senhor é agora, quando Ele está aparecendo em Seu povo, Seu Espírito operando entre eles, provando que Ele está com eles, preparando-os para o arrebatamento, para a vinda do Senhor para apanhar Sua, a Noiva (Vê?) a aparição e a vinda.

Observe que ele nos disse que a Aparição é Deus operando agora no Seu povo, nos preparando para o arrebatamento, por meio da lavagem da água pela Palavra.

Nós estamos vivendo no dia em que a doxa de Deus deve se manifestar entre os santos trazendo o Alarido ou a Mensagem de Deus, com os Seus juízos e opiniões. E vemos que com isso estamos testemunhando da Aparição do Senhor determinada para este dia que é o próprio Reino dos Céus dentro do eleito, o qual é o Espírito Santo.

O irmão Branham mais uma vez vai nos explicar aquelas palavras de Jesus para Nicodemos.

Perguntas e Respostas (23/12/1959) § 99

"Em verdade, em verdade vos digo que, se um homem não nascer de novo, não pode ver o Reino de Deus". Agora, você não conseguiria ver o Reino de Deus, porque o Reino de Deus é o Espírito Santo. "Alguns aqui de pé não provarão a morte até que vejam o Reino vindo em poder", disse Ele. Então "O Reino de Deus", a Bíblia disse, "Está dentro de você, o Espírito Santo, e você não pode ver isso com os seus olhos. Portanto "ver" significa "entender". Você alguma vez olhou para qualquer coisa, olhando diretamente para ela, dizendo: "Bem, eu simplesmente não vejo isso". Vê? "Eu simplesmente não vejo isso". Você quer dizer que você não entendeu isso. Vê? Vê? Você não entende. Ver é "entender". Mas com os seus olhos você olha para qualquer coisa. Mas com o que está dentro de você, você entende, você vê com isso. Vê? Com os olhos de Deus você olha...

Paulo disse que ninguém pode compreender as coisas do Espírito Santo a menos que seja por revelação.

1 Coríntios 2:13-16

As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-Lo? Mas nós temos a mente de Cristo.

Então nós não podemos ver e nem entender a menos que tenhamos a mente de Cristo e a única maneira de compreender as coisas de Deus é que você tenha sido vivificado pelo Espírito Santo, que é a Vida de Deus em você.

Perguntas e Respostas Sobre Hebreus 3 (06/10/1957) § 644

A única maneira de você conhecer Jesus Cristo é pela revelação espiritual, não por teologia e por quanto você estuda a Bíblia. Se você é da ciência cristã, metodista, testemunha de Jeová, ou o que você for, não importa o que você seja, você nunca O conhecerá pela Palavra; é o Espírito de Deus que O revela a você. É uma revelação espiritual.

Então sem o Espírito Santo vivificando você, não há nenhuma maneira de você ser capaz de entender o que está vendo com os seus olhos e de permanecer naquilo que lhe foi revelado.

2 João 8-9

Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão. (E lembre-se que o inteiro galardão não é exatamente para aqueles que nasceram de novo, mas para aqueles que atingiram a plena maturidade, aqueles que se tornaram o tipo certo de filho) Todo aquele que prevarica, (Ou seja, que ultrapassa os limites e vai além do que a Palavra diz) e não persevera (não permanece) na doutrina de Cristo, não tem (não ecoa, não reflete) a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho.

E como sabemos que ecoamos o Filho de Deus?

João também disse em 1 João 5:11-12

E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em Seu Filho. Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida.

A Vida Que Estava em Cristo Também Está na Igreja

Assim, é muito evidente que nossa vida tem que ecoar ou refletir a Vida de Cristo em nós. Agora, de que maneira Cristo recebeu essa Vida que estava Nele? Como foi que a Vida de Cristo veio do Pai? Precisamos entender isso porque Deus é Deus e Ele não muda, e da mesma maneira como Deus concedeu da Sua Vida a Cristo é que Ele concede a nós, que também somos Seus filhos, pois João nos diz que aquele que ecoa o Filho também ecoará a mesma vida do Pai.

Mostra-nos o Pai e Isso Nos Bastará (11/06/1953) § 65 [sem tradução]

E quando Ele fez tudo o que parecia agradável e bom para Ele, agora Ele disse: "Façamos (plural) façamos o homem (plural) à Nossa própria imagem". (Não foi para os anjos que o irmão Branham disse isso. Há uma tradução errada da Gravações "A Voz de Deus", tanto no português como no espanhol, que induziu os crentes da Mensagem a pensar que o irmão Branham tivesse ensinado isso) O que Ele era? Aí está um Ser sobrenatural. (Este que o irmão Branham se refere é Deus) Aí está Aquele que não podia ser visto. Deus o Pai nunca foi visto, nunca será visto. Ele é todo o universo. E ali está Ele. E agora, aqui está o Filho, que é o Logos que saiu Dele, feito à Sua imagem, um Ser sobrenatural que saiu no princípio.

Então Deus formou de Si mesmo um Ser sobrenatural que fosse a Sua imagem. Deus derramou de Si mesmo tudo o que estava Nele naquela Luz mística como um Halo, chamada de o Logos que era o Filho de Deus. Então depois Deus disse para Ele: "Agora façamos o homem à Nossa imagem". E Adão foi feito à imagem de Deus e de Seu Filho. Porém Adão caiu e pecou, e ao pecar ele desfigurou sua alma. Mas depois esse mesmo Logos desce e Se faz carne para produzir uma Noiva para Si.

A Semente Não Herdará Com a Palha (29/04/1965) §§ 79-81

Ele era Deus, o Logos, a Palavra que saiu de Deus. (A Palavra que saiu de Deus era Deus. Será que o irmão Branham está pregando dois deuses? Não. O que ele está dizendo é que naquele Logos que saiu de Deus estava o Deus Todo-Poderoso que Se derramou Nele. Como Logos é um pensamento expressado na forma de Palavra falada, e como foi Deus que pensou, então aquela Palavra não poderia ser de outra natureza senão de Deus, ou seja, a Palavra expressava Deus. Então este Filho tem que ser tudo aquilo que a Palavra de Deus é, pois o Espírito de Deus estava derramado ou manifestado naquele pensamento que estava em Sua mente e que foi expresso) Quando, Ele começou a pairar sobre a terra, e produziu vida marítima. Quando o Espírito de Deus, o Logos, a Palavra, que Deus disse: "Haja," e lá se foi o Logos, que é a Palavra. E a Palavra começou a... porque tudo isto estava no Logos; a Palavra de Deus toda, (É por isso que o Logos era Deus) a Bíblia toda, para cada era. E como o Logos começou a respirar sobre a terra, vida marítima surgiu; e desenvolvendo, a vida dos pássaros, continuando até à vida animal. E finalmente surgiu algo na representação, ou parecia aquilo que estava passando, pairando sobre isso, Deus, um homem na própria imagem de Deus. Aquele homem caiu, como a semente tem que cair. E então Deus começou a pairar sobre isso, depois da queda. Ele levantou um-um Enoque, Ele levantou um Elias, Ele levantou um Moisés, Ele levantou profeta após profeta, tentando restaurar aquela imagem novamente. E, finalmente, sobre a terra veio a genuína imagem do próprio Deus novamente, (Veio novamente porque antes aquele Logos já era a imagem de Deus, mas agora aquele mesmo Logos se tornará na mesma imagem de Deus em um corpo de carne) que foi Deus, o Logos feito carne e habitou entre nós. Agora aquele mesmo Logos tem uma parte, Ele tem uma Noiva, (A Noiva é parte do Logos, o que significa que somos uma parte de Deus) e o mesmo Logos, esta Palavra que não pode ser modificada, está pairando sobre as igrejas hoje, tentando trazer de volta a Palavra à sua manifestação integral. (Para que hoje possamos estar face a face na Presença de Cristo a fim e conhecê-Lo como somos conhecidos e ver aquilo que o olho não viu e o ouvido não ouviu e que não subiu ao entendimento dos homens) e O que, os-os profetas foram portadores daquela Semente, e as denominações de igreja têm sido portadoras daquela Semente agora. Agora note, rapidamente, mas como a casca abraça, contém a Semente agora, depois a deixa.

Agora neste tempo do fim a Noiva não é outra portadora da Semente, mas Ela mesma é esta Semente, o grão amadurecido.

Então assim como Deus começou a Sua grande família, dando a Sua Vida a uma pequena Luz branca que nasceu como o Logos de Deus, o Filho de Deus, Ele deve fazer o mesmo por nós, se formos realmente Seus filhos, porque Deus é o mesmo e Ele não muda. Agora parte da natureza do Logos tem que estar na Noiva também.

A Personificação do Cristianismo (20/01/1957) § 184

Você pode rejeitar isso ou você pode aceitar isso. Rejeitar é se perder e permanecer potássio e cálcio, e petróleo. Mas aceitá-lo e ter um novo coração, um novo espírito, e o Seu Espírito, parte do Logos em você controlando suas emoções... (O Poder Vivificador e uma parte do Logos em você) E quando Ele arrulha através de Sua Palavra, você arrulha de volta e responde a Ele. "Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e eternamente..." "Amém, Senhor".

De Volta aos Pensamentos de Deus

O Poder Vivificador é para nos levar de volta para onde estávamos, nos pensamentos de Deus. Assim como aquele Logos que saiu de Deus era o pensamento expresso do Pai, assim nós também somos pequenos logos, pois estivemos em Seus pensamentos, e hoje é o Poder vivificador que nos faz retornar à nossa fonte original.

Três Classes de Crentes (24/11/1963) § 291

E eu oro, Deus, que Tu nos dês do Teu Espírito Santo, para vivificar a Palavra, para nos dar o Poder vivificador; que, algum dia quando a vida estiver terminada, e Tu tiveres terminado conosco, que nós sejamos vivificados e ascendamos ao Céu onde nós estávamos, no pensamentos de Deus, antes da fundação do mundo. Deus, concede.

Portanto a mesma Vida e Poder Vivificador que estava em Cristo tem que estar na Igreja porque Ela vem de Cristo, de forma que Ela possa fazer as mesmas obras que Cristo fez e ter o mesmo tipo de caráter que Cristo teve.

Cortina do Tempo (02/03/1955) § 18 [sem tradução]

...Deus, que era uma parte de Deus. Deus viu o que o fim seria, desde o início, e o Logos veio à terra, o qual era Cristo, a Palavra, a Palavra falada de Deus, parte de Deus, e Se fez carne e habitou entre nós. E então, nós viemos de Cristo, (Nós viemos com aquela mesma Vida e temos o mesmo Poder vivificador que estava naquele Logos que saiu de Deus) o qual faz com que a mesma vida que estava em Deus, em Cristo, em você. E tão certo como Deus levantou isto, temos que vir com a mesma coisa, se o mesmo Espírito estiver em nós. Porque é o Espírito de Deus tornando-nos filhos e filhas de Deus. Oh, não é maravilhoso? Como conseguimos isso? Ao crer no Senhor Jesus Cristo, isso é o que é. E aceitando isso, e então Deus, em troca, dá-nos o Espírito Santo, (O Poder Vivificador) clamando em nossos corações: "Aba Pai, meu Deus, meu Deus". (Nos adotando como filhos treinados, fazendo de nós o tipo certo de filho) E então somos ressuscitados nos últimos dias para sermos apanhados. E Ele disse: "Naquele dia sabereis que Eu estou no Pai, o Pai está em Mim, Eu em vós, e vós em Mim".

O Mesmo Logos Vive Hoje no Corpo da Igreja

Note que o Logos que saiu de Deus e que deu à luz ao Filho de Deus é o mesmo Logos que tem que viver na Igreja hoje.

A Fé Que Uma Vez Foi Dada aos Santos (10/06/1957) § 54 [sem tradução]

O Cristo que viveu no corpo chamado Jesus é o mesmo Logos esta noite, que vive no Corpo da Igreja realizando as mesmas coisas, vivendo da mesma maneira, amando da mesma maneira...

Se somos uma parte do Logos nós então poderemos amar os outros como Cristo nos amou. Nós éramos indignos do Seu amor, mas Ele nos amou mesmo assim; agora nós devemos ir e fazer o mesmo, amando aos outros mesmo que nossa razão nos diga que eles não merecem ser amados. Cristo nos amou mesmo sendo nós Seus inimigos; mas agora Ele quer que você vá e faça o mesmo, ainda que sua razão diga que os teus inimigos não devem ser amados. Mas isso não é um ato humanamente praticável, a menos que sejamos uma parte do Logos.

...fazendo as mesmas coisas, o mesmo Espírito produzindo as mesmas coisas: o mesmo Jesus ontem, hoje e eternamente. Deus, que Tu vivifiques isso para o coração e mente do povo, desde o menor até o mais antigo no Nome de Cristo, eu oro. Amém.

O Poder Vivificador é derramado sobre a Igreja de Cristo por Ela ser ossos dos Seus ossos e carne da Sua carne.

O Lugar de Adoração Provido Por Deus (25/04/1965) §§ 151-156

Note, verificamos que este grande poder vivificador caiu sobre Enoque, isto o vivificou e ele foi para o Lar sem morrer. Isto caiu sobre Elias, vivificou-o até que ele foi para o Lar sem morrer. Verificamos que seu sucessor foi Eliseu, o qual é um tipo ali de Cristo e a Igreja, Eliseu. Elias fez quatro milagres, e Eliseu fez oito milagres. Ele tinha dupla porção, como foi derramada sobre a Igreja. [Espaço em branco na fita-Ed.] Mais tarde eles tiveram um homem morto, lançaram-no sobre os seus ossos, e ele veio à vida. Esse poder vivificador estava no sepulcro com ele. Não se pode... Está sempre ali, quando você recebe esse poder vivificador de Deus, sendo vivificado com Ele agora. Agora lembre-se, em Cristo, nós somos carne da Sua carne, osso dos Seus ossos. Quando Deus feriu Cristo no Calvário, Ele foi ferido por mim e por você. Nós somos carne da Sua carne, e osso do Seu osso, corpo do Seu corpo, Nome do Seu Nome, Noiva Dele. Veja, nós estamos Nele, nós somos Sua carne e Seus ossos. (Somos parte daquele Logos, ou antes, parte do Logos está em nós, fazendo da Igreja um pequeno logos. Somente estes pequenos logos é que podem receber esse poder vivificador) E Deus já nos ressuscitou, potencialmente. O poder vivificador que nos ressuscitou de uma vida de pecado, e mudou nosso ser, potencialmente nos ressuscitou em Cristo Jesus, o que, a ressurreição nos trará à plena maturidade.

O Lugar de Adoração Provido Por Deus (25/04/1965) §§ 163

Veja, Ele vivificou o corpo deles, (Está falando dos 120 reunidos no Cenáculo) até que voaram tão perto do Céu que Ele vivificou o corpo deles para falar em uma linguagem que nunca tinham ouvido antes. Ele vivificou o corpo deles, falaram em nova linguagem celestial. (e terrenas também) Eles foram vivificados à Presença de Deus, pelo batismo do Espírito Santo. O poder vivificador de Deus batizou-os nisso. Eles estavam no lugar de adoração então. Eles estavam onde podiam adorar. Nem Sinédrio nem qualquer outra coisa jamais poderiam incomodá-los, porque estavam vivificados. Eram novas pessoas. Isso foi depois que foram batizados.

Por que eles foram batizados? Porque todos eles estavam mortos para o Sinédrio e toda falsa religião. E Noiva hoje só pode ser vivificada porque está afastada de todo sistema carnal da igreja natural.

O Lugar de Adoração Provido Por Deus (25/04/1965) §§ 164-165, 172

Veja o pequeno Estevão. Ele entrou no caminho provido por Deus, foi vivificado pelo poder de Deus; entrou pelo portão, o caminho provido por Deus. E até mesmo quando foram matá-lo, matá-lo a pedradas, ele disse: "Eu vejo os Céus abertos, Jesus em pé à mão direita de Deus." Isso é o poder vivificador. Ele foi vivificado para o Seu seio. Ali estava Filipe, outro cheio do poder vivificador. Nós o encontramos ali em Samaria, tendo um grande reavivamento. Este grande poder vivificador, depois dele estar em Cristo, veio aonde ele tinha milhares de pessoas ouvindo-o. E Ele disse: "Agora retira-te daqui, Filipe, Eu quero que tu saias ao deserto, Gaza, aqui. Eu tenho um homem ali, quero que tu te encontres com ele." E nenhuma pergunta, nenhuma pergunta de modo algum, ele estava cheio desse poder vivificador. Ele estava em Cristo, ele estava no lugar provido por Deus onde Deus podia conversar com ele. Deus falou com ele. Não houve perguntas. (...) E Filipe estava tão cheio desse poder vivificador, que, Ele o arrebatou da vista dele. Pense! Em seu corpo mortal, seu ser físico foi arrebatado, da vista do eunuco. Eu creio que isso é a verdade. Deus podia levá-lo para algum outro lugar, onde Ele tinha necessidade dele. Ele foi arrebatado.

Ou seja, esse poder vivificador, está em operação agora mesmo, antes do arrebatamento, ele pode te dar livramentos, levar você para lugares que você nem planejava ver ou conhecer.

A Igreja é a Representante de Deus na Terra Hoje

O irmão Branham disse que hoje a Igreja de Jesus Cristo é a representante de Deus sobre a terra. Todos aqueles que receberam a Palavra para este dia, tem recebido em sua vida o Sinal eterno que é dado pelo Poder Vivificador. Estamos aqui como pequenos Messias ou pequenos logos refletindo e ecoando a Palavra de Deus, andando como Cristo andou.

Jeová-Jiré (17/11/1955) § 9 [sem tradução]

...E Deus estava em Cristo, sabemos, ou em Cristo, e Ele era... Antes de Cristo vir, Ele estava representando a Si mesmo nos profetas.(Todos os profetas do Antigo Testamento tinham uma medida da Palavra em si e isso fazia deles Seus representantes. Mas então o que resta para a Noiva de hoje que tem recebido a plenitude da Palavra?) E hoje Ele está representando a Si mesmo na Igreja. Não é verdade? Representando a Si mesmo na Igreja...

E Então Jesus Veio (13/12/1957) § 23 [sem tradução]

Jesus era o representante de Deus no dia de Marta. E a Sua Igreja é o Seu representante neste dia. Sua Igreja, o Corpo de crentes, é o Seu representante.

A Personificação do Poder Vivificador

Existe duas igrejas, a natural e a espiritual. A natural tenta imitar tudo que a espiritual possui, tanto a sua Mensagem como os sinais que a acompanham.

Os Ungidos dos Últimos Dias (25/07/1965) § 262

Notem, no mesmo dia quando este mensageiro...(Está falando do ministério do Elias que restaurará aos filhos a primogenitura que lhes fora concedida pelos pais apostólicos) Não quando ele começar, mas quando ele começar a declarar sua Mensagem. Vê? A Primeira Puxada, cura; Segunda Puxada, profecia; Terceira Puxada, a abertura da Palavra, os mistérios revelados. Não mais, não há ordem mais superior para revelar a Palavra do que profetas. Mas a única maneira do profeta poder ser um vindicado é pela Palavra. E, lembrem-se, a Terceira Puxada foi a abertura dos Sete Selos, (É disso que se trata a abertura da Palavra) para revelar a Verdade oculta que tem estado selada na Palavra. Você vê isto? É então, nesse dia quando esta coisa é para acontecer, (ou seja, quando a terceira puxada do ministério do Elias tem início) que Janes e Jambres, os personificadores, aparecerão novamente. (Para fazer o que? Misturar a Palavra com suas próprias interpretações e criar o seu próprio grupo com isso) Tal como eles fizeram quando Moisés apareceu com a Palavra original, para dizê-la; eles aparecem, para personificá-La. (Personificar o que? Tudo o que diz respeito à terceira etapa, abertura da Palavra e o seu poder vivificador) Exatamente certo. Agora você vê o que Mateus 24:24 significa? Vejam, ungidos!

Não basta ter a mecânica se a dinâmica vivificadora não estiver presente. Geazi levou o bordão de Eliseu até a criança morta, mas isso não pôde vivificá-la. Isso porque é em você que esse poder Vivificador tem que estar. Ele não pode ser manufaturado. Podemos até imaginar seu orgulho quando ele andou com o bordão do profeta, o profeta que havia dividido as águas do Jordão. O bordão estava em sua posse e possivelmente Geazi imaginava que grandes maravilhas iriam acontecer quando o colocasse sobre o rosto do menino. Mas não houve qualquer sinal. É possível tomar a Palavra de Deus, a qual é poderosa para dar vida, e usá-La sem obter qualquer efeito. O bordão só será útil se você estiver em contato com Aquele que é a Vida e o Poder.

Então se existe uma igreja espiritual da terceira etapa e uma igreja natural da mesma, a diferença entre as duas será de que a igreja espiritual não sairá por aí alardeando que tem a Abertura da Palavra ou que está na Terceira Etapa. Ela não tentará reconhecer-se com tais alcunhas. Ela não se ostentará. A Noiva não sente necessidade alguma de fanfarrear. Ela não precisa fazer reuniões com letreiros bem grandes tentando dizer o que Ela é o ou que Ela tem, pois Ela simplesmente é. Janes e Jambres é que fizeram isso nos dias de Moisés: "Nós somos os tais. Nós temos isso". E eles voltarão a fazer isso nos últimos dias. Portanto são os personificadores que sempre estão buscando vindicar-se, pensando serem astronautas quando ainda estão se debatendo em suas carroças vazias. Não passam de misturadores.

Conduzindo-nos ao Milênio

Aquela mesma Coluna de Fogo que estava acima de Israel, liderando no deserto, mostrou que Deus ainda está em nosso meio hoje nos conduzindo ao Milênio, como o irmão Branham nos disse que faria no Terceiro Êxodo.

O Terceiro Êxodo (30/06/1963) §§ 294-296

Agora, lembre-se, Moisés não era a Coluna de Fogo. Ele era o líder ungido, sob aquela Coluna de Fogo, e a Coluna de Fogo só vindicou sua Mensagem com sinais e prodígios. E aquela Coluna de Fogo os conduziu à terra que Deus lhes prometera, onde Ele próprio Se faria carne entre eles, algum dia. Está certo? [A congregação diz: "Amém."-Ed.] O que eles fizeram? Murmuraram e demonstraram aborrecimento, e tudo mais, para mostrar que estavam sob o sangue de um cordeiro comum. Mas esta vez (glória a Deus), a Coluna que vemos entre nós, a Coluna de Fogo nos conduzirá ao Milênio, quando Ele retornará ao Seu povo naquele grande reino Milenar depois deste êxodo, onde viveremos eternamente com Ele. Ele sempre tem a Palavra do Pai, sempre prova que Ela está certa.

O Terceiro Êxodo (30/06/1963) § 280

Agora quero que note. Esta mesma Coluna de Fogo está conduzindo o povo novamente a uma Terra prometida, o Milênio. Onde, nós verificamos, sob a inspiração deste Sexto Selo, (isto nunca foi ensinado antes), como a terra tem de ser purificada para o Milênio. A Coluna de Fogo os está conduzindo a um Milênio.

Exercitando o Poder Vivificador

A Igreja precisa saber exercitar esse Poder Vivificador em sua vida pessoal, familiar, e no próprio companheirismo cristão.

O Lugar de Adoração Provido Por Deus (25/04/1965) §§ 206, 211-212

Eu lhes digo. Se vocês têm fé suficiente, eu tenho fé para crer que Deus, o Qual fez a promessa, pode provar Ele Próprio que é Deus aqui mesmo, sem nenhuma pessoa vir a esta plataforma. Eu sinto de tomar a iniciativa, por causa da promessa da Palavra do Deus vivo. Olhem para cá, permitam-me mostrar-lhes algo. Este poder vivificador, nós vamos exercitá-Lo. Permitam-me mostrar-lhes. Quantos crêem que têm esse poder vivificador? [A congregação diz: "Amém."-Ed.] Bem, qual é o problema com suas mãos sobre os enfermos? Quando aqueles discípulos receberam poder vivificador sobre eles, no Dia de Pentecostes, que fizeram eles? Eles saíram e impuseram as mãos sobre os enfermos, e eles foram curados. Jesus disse, em Marcos 16: "Isto continuará até a consumação dos séculos." Por quanto tempo, até a era dos apóstolos? "Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura. Estes sinais seguirão aos que crerem; se impuserem as mãos sobre os enfermos, eles serão curados." Esse é o poder vivificador como estava nos ossos de Elias, ossos de Eliseu. E o mesmo poder vivificador está sobre os santos que os ressuscitou. Se esse mesmo poder vivificador está em nós, imponha as mãos sobre os enfermos, eles serão curados. (...) Mas olhem aqui, estou tentando lhes dizer, que, quando esse poder vivificador entra em você, é Jesus Cristo. Quando Jesus impunha as mãos sobre os enfermos, eles eram curados. Quando Jesus tinha poder vivificador para vivificá-Lo, como Homem, Ele podia olhar e dizer os pensamentos que estavam sobre o povo, dizer-lhes acerca do que eles estavam pensando, o que fizeram. Estar de costas para eles, dizer-lhes a mesma coisa: "Porque arrazoais em vosso coração?" A mulher tocou Sua veste, Ele disse: "Quem Me tocou?" Ele olhou em volta e a encontrou, e disse: "Bem conheci que de Mim saiu virtude. A tua fé te salvou." Esse foi Jesus Cristo. Isso prova onde a igreja está, e o que o verdadeiro poder vivificador de Deus faz ao ser humano. Vocês crêem nisso? [A congregação diz: "Amém."-Ed.]