Os Agentes de Deus Sobre a Terra

04/02/2018

Os Agentes de Deus Sobre a Terra

4 de fevereiro de 2018

Viamão-RS

Diógenes Dornelles

João 15:1-8

Eu sou a videira verdadeira, e Meu Pai é o lavrador. Toda a vara em Mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. Vós já estais limpos, pela Palavra que vos tenho falado. Estai em Mim, e Eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em Mim. Eu sou a videira, vós as varas; quem está em Mim, e Eu nele, esse dá muito fruto; porque sem Mim nada podeis fazer. Se alguém não estiver em Mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem. Se vós estiverdes em Mim, e as Minhas Palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito. Nisto é glorificado Meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis Meus discípulos.

Quando Jesus diz que Ele é a videira verdadeira, é porque existe uma falsa, com um falso lavrador também. Mas Ele disse que toda a vara ou ramo que estiver ligado à Vinha verdadeira produzirá muitos frutos. Mas antes, os ramos precisam ser limpos para que possam frutificar, e o que os lava é a água da Palavra.

Os ramos ou as varas precisam estar conectados com a Videira para que possam frutificar, porém os frutos não pertencem às varas, mas à videira. No entanto, a Videira só é conhecida pelos frutos que os ramos dão, de modo que é somente através dos ramos que a Vida da Videira se torna manifestada e conhecida.

O apóstolo Paulo disse que por meio da igreja o poder do Espírito Santo opera ou se manifesta, uma vez que ela está unida a Ele.

Efésios 3:20-21

Ora, Àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o Seu poder que opera em nós, a Ele seja a glória, na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre. Amém!

Paulo disse que o poder de Deus opera hoje através da Sua Igreja. Sendo assim, a Igreja é o meio pelo qual Deus Se torna conhecido e manifestado, tanto o Seu poder como a Sua glória, ou seja, os Seus juízos, opiniões, valores, etc. É por isso que o apóstolo Paulo também disse que Deus coloca em nós o Seu querer, o que significa que Ele mostra através da Sua Palavra qual é a Sua vontade para nós, e a introduz no coração do eleito para que essa vontade prevaleça.

Filipenses 2:13

Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a Sua boa vontade.

Quando deixamos a vontade de Deus prevalecer sobre a nossa estamos permitindo que Sua vida e caráter sejam refletidos em nossa própria vida. Tudo que precisamos fazer é sair do caminho e deixarmos Deus ter o Seu próprio caminho em nós.

Exaltando a Cristo ao Invés de a Si Mesmo

Nós vimos em nosso último estudo sobre o ministério quíntuplo, que Deus usa os cinco ofícios do ministério para Se comunicar com o Seu povo, mas para isso é necessário que o próprio ministro saia do caminho para que Deus possa usar o dom que está nele. Mas se alguém está desejoso de ouvir a um homem que apenas usa o nome de Deus para sustentar as suas próprias ideias e doutrinas, um estará tão perdido quanto o outro. O ministro precisa sair do caminho com suas ideias e opiniões para que Deus possa ser representado nele, do contrário, somente o homem é que será exaltado, e não Cristo.

A Invasão dos Estados Unidos (09/05/1954) § 89

Eu, algumas vezes penso em meu ministério, e vejo as pessoas virem. E eu entrava em um quarto de hotel, e dizia: "Deus, quem - quem é que as pessoas vêm ver, eu ou Tu?" Está vendo? "Se elas vêm ver-me, elas estão perdidas, ainda; porém, ó Deus, derruba-me, tira-me. Eu desejo representar a Ti, Aquele diante de quem permanecerei algum dia, com mãos trêmulas e tremendo, corpo débil, olhando para Ti. Sabendo que a minha alma depende da Tua decisão." Vamos exaltar a Cristo.

Jesus Cristo: O Agente de Deus

Então como a videira necessita das varas para manifestar os seus frutos, Deus sempre precisou de agentes para por meio deles manifestar a Sua própria Vida e glória. Deus sempre precisou usar alguém para Se fazer conhecer, e o primeiro que Ele usou desde o princípio foi o Seu Filho primogênito. Ele usou o Seu Filho como o agente da Sua criação, pois antes que o mundo fosse criado Deus fez todas as coisas por meio de Seu Filho.

Porque nós temos usado inúmeros sermões que provam que o irmão Branham ensinava que o Filho de Deus possuía uma preexistência, alguns ministros da Mensagem que discordam do irmão Branham se sentem muito incomodados com isso e estão dizendo que nós estaríamos pregando trinitarianismo, quando na verdade seria ao irmão Branham que eles estariam acusando-o de ensinar isso, pois foi ele mesmo que disse que Deus criou todas as coisas por meio de Seu Filho. Deus é o criador, mas Ele usou o Seu Filho como agente.

O irmão Branham cria que cada grupo religioso possui uma parte da verdade, porém não toda a verdade.

Eventos Modernos São Esclarecidos Por Profecia (06/12/1965) §§ 153-154

Não é parte do Evangelho... Os metodistas têm parte, os batistas, presbiterianos, e assim por diante, eles tinham parte Dele, os católicos tinham parte Dele, as testemunhas de Jeová, todos os demais. Mas é a Palavra inteira, toda a Palavra, a Palavra da hora; o que conta.

Só porque o irmão Branham disse que não existe inferno eterno como creem os adventistas, isso não significa que ele fosse um adventista. Só porque o irmão Branham cria que Cristo foi Miguel como igualmente ensinam as testemunhas de Jeová, isso não quer dizer que ele pregou a mesma doutrina que eles. Só porque o irmão Branham cria que Deus Se manifesta na forma de ofícios como os unicistas creem, isso tampouco significa que ele havia reduzido, como eles, o Filho de Deus apenas a um ofício; e só porque Ele cria que esse mesmo Filho possuía uma preexistência como os trinitários creem, isso não quer dizer que ele fizesse de Jesus um Filho eterno como eles fazem.

A grande indignação que os unicistas da Mensagem possuem é com a declaração que o irmão Branham fez em "Perguntas e Respostas Sobre Gênesis" quando ele explica que o "Façamos" de Gênesis 1:26 tratava-se de um diálogo entre Deus e o Seu Filho. Por nós lermos e entendermos da mesma maneira que o irmão Branham lia e entendia, eles nos chamam agora de trinitários, quando no próprio sermão mencionado, o irmão Branham repreende a doutrina da trindade como falsa.

Eles usam Gênesis 1:27 onde é dito "Criou Deus, pois, o homem", para combater o versículo anterior quando não há absolutamente nenhuma contradição, pois o próprio Filho disse que não era Ele que fazia as obras, mas o Pai que habitava Nele. O Filho era apenas o Seu agente. Também não foi o Filho que nos salvou, mas foi Deus mesmo que também operou a salvação da igreja, no entanto, Ele fez isso por meio de Seu Filho enviado a nós em carne humana, e novamente Deus usará Jesus como um agente de Seu juízo sobre os ímpios quando Cristo voltar pela segunda vez. E quando Jesus vier, Ele dirá exatamente a mesma coisa: "Não sou Eu que estou julgando vocês, mas o Meu Pai que habita em Mim", pois Deus O escolheu para esse fim.

Atos 17:31

Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do Homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-O dentre os mortos.

Jesus, que é a nossa Videira, é o canal que liga o homem a Deus, que é o Lavrador de toda a vinha.

Os Homens Como Agentes de Deus

Mas da mesma forma como o Pai usou o Seu Filho, hoje Deus na forma do Espírito Santo usa homens como agentes Seus, porém é muito difícil fazer com que um homem creia em outro, justamente por muitos exaltarem mais a si mesmos do que a Deus. Porém em Seu divino programa foi exatamente assim que Deus decidiu fazer. Ele quer que creiamos naqueles que Ele usa para nos falar, e em todas as eras foi sempre assim que Deus agiu, embora fosse muito difícil para aqueles que Ele chamou representar a Deus e Sua Palavra. Foi difícil para muitos crer que Moisés era a boca de Deus em seu dia; foi extremamente difícil fazer com que todo Israel aceitasse que Elias era o agente e representante de Deus no seu tempo; foi ainda mais difícil fazer Israel aceitar que Jesus era o representante e a encarnação plena de Deus na terra em Seu tempo; e hoje não é menos complicado fazer com que o mundo entenda que Deus Se faz representar por meio da Sua Igreja.

Deus em Seu Povo (27/02/1950) §§ 22-23

Se eu lhe dissesse que eu era John Dillinger, ou que o espírito de John Dillinger estivesse em mim, você procuraria que eu tivesse armas, e agisse como John Dillinger. Se eu lhe dissesse que eu fosse um artista, que o espírito de um grande artista estivesse em mim, você esperaria que eu pintasse os quadros de um artista. É isso mesmo? Se eu lhe dissesse que eu era um mecânico especialista, e que o espírito do mecânico estivesse em mim, você esperaria que eu soubesse o que estava errado com o seu carro. Se eu lhe dissesse que eu nasci do Espírito de Deus e que o Espírito de Jesus Cristo estivesse em mim, você esperaria que eu fizesse o que Ele fez e agisse como Ele. Esse é o Seu Espírito operando através de um ser humano. Você crê nisso? Seu espírito operou em uma serpente de bronze uma vez. Você crê nisso? E no tanque de Betesda, uma água cortada, águas turbulentas, sempre que entravam lá crendo, recebiam sua cura. É isso mesmo? Por acaso a água poderia dizer: "Olhe que água excelente"? Não, era o Anjo na água que fazia a cura, não a água, o Anjo. Quando a á... o anjo ia embora, era apenas água. Os homens são apenas homens, mas é a agência de Deus. Deus não desce sobre denominações. Deus não desce sobre dispositivos mecânicos. Deus, o Espírito Santo, desceu sobre os homens. O homem é o agente de Deus, e a coisa mais difícil que Deus já teve que fazer foi fazer com que um mortal cresse em outro. Você crê nisso? Eles não conseguiam crer em Moisés, e Deus lhe deu dois sinais para provar às pessoas que ele foi enviado por Deus.

Os Dons e Chamadas São Sem Arrependimento (00/03/1950) § 6 [Sem tradução]

Jesus disse: "Eu posso, se você crê". Agora, para crer em Deus, a maioria das pessoas tem que ter algo para ver, algo visível, algo a ser representado para representar Deus. Creio que uma das coisas mais difíceis que Deus já teve que fazer foi conseguir um mortal crer em outro mortal. Nós não cremos um no outro. E nós somos a agência de Deus. Nós sabemos isso.

Mas veja que Deus somente pode usar um homem como Seu agente se ele estiver cheio do Seu Espírito.

O Anjo e a Comissão (21/08/1950) § 45 [Sem tradução]

Agora, observe. O dom é o que Deus enviou. Agora, se Ele enviou na forma de uma serpente de bronze, ou um tanque de água, ou seja o que for, você crê, não na água, nem na serpente, mas no dom de Deus. É isso mesmo? A serpente de bronze não orava por ninguém. Nem o tanque de água pode orar por ninguém. Mas Deus disse... Jesus subiu ao alto, Ele deu dons de volta aos homens, e agora, é claro, Deus opera pelo Espírito Santo através do homem. O homem é o agente de Deus.

Cada ministro está na terra como um representante do Calvário, um agente de Deus para desfazer as obras do diabo.

O Homem Interior (12/12/1953) § 91

E agora, para obedecer a Sua Palavra, eu coloco as minhas mãos sobre as suas. E no Nome de Jesus Cristo, o Filho de Deus, eu desfaço esse problema de coração como Seu representante. E agora Satanás, tu que a tem amarrado e tentado levá-la ao túmulo, ainda envelhecida, mas nosso Deus não vê a idade. E eu venho para servir uma garantia sobre você como representante do Calvário, como agente de Deus. E você não pode ficar mais nesta casa. Você tem que sair, porque como o Espírito Santo, o detetive de Deus, que está aqui e os teus lugares secretos estão revelados. E você não pode mais se esconder. E pelo poder do Deus Todo-Poderoso, no Nome de Jesus Cristo, maldito seja o problema do coração desta mulher e que ela seja liberta agora. Amém. No nome de Jesus Cristo, vá e que a paz de Deus esteja com você.

Mas vemos que muitos ministros que deveriam ser os representantes de Deus, infelizmente tem se mostrado serem fracos.

Jesus de Nazaré Passava (24/05/1958) § 34 [Sem tradução]

E ela se apressou com a pequena mula, até chegar ao profeta. E ele disse: "Aqui vem aquela mulher sunamita, e Deus não me revelou qual é o problema dela". E ouça isso, amigo. Eu simplesmente amo isso. Ele disse: "Está tudo bem contigo, e com o teu marido e com a criança?" Ela disse: "Está tudo bem". E o bebê um cadáver. Veja, ela ficou na frente desse profeta. Ela sabia que ele era o agente de Deus. Isso é o mesmo que Marta fez quando ela ficou de frente com Jesus. "Se Tu estivesses aqui, meu irmão não morreria". Vê? Ela sabia que ela estava diante do representante de Deus. E não é ruim que nós, ministros do Evangelho, sejamos Suas pessoas tão fracas hoje, enquanto reivindicamos ser os Seus Representantes?

Em todas as eras Deus sempre usou homens que Ele pudesse usar como Seus agentes.

Estreita é a Porta (01/03/1959) § 53

Eles, por exemplo, não podiam acreditar que Deus estava nesse Homem. Esse foi o maior obstáculo que eles tiveram que superar, foi como Ele, sendo Homem, ainda Se fez Deus. Eles não podiam ver como Deus poderia habitar em carne humana. E em todas as eras e em todos os tempos, Deus sempre habitou no homem. O homem é o agente de Deus. Em cada geração, Deus fala ao Seu povo através dos lábios humanos. Ele sempre escolhe alguém ou algo que Ele pode usar.

Cada agente que Deus usa atua como uma testemunha Sua sobre a terra.

A Imutável Palavra de Deus (24/07/1960) § 96 [Sem tradução]

Deus usou o homem para Seus agentes. É isso mesmo? Deus sempre usou um homem para ser o Seu agente. Jesus era o agente de Deus. Elias era o agente de Deus. João era o agente de Deus. Agora, se essa era de Deus tem uma testemunha, Senhor, deixe-me ser o Seu agente.

Perseverante (29/07/1962) § 43

Deus sempre trabalha através de agentes: os homens. O homem sempre é o agente de Deus: não credos, nem denominações, mas o homem. Vê? Deus nunca trabalhou com máquinas ou nunca trabalhou com denominações. Eles morrem assim que se organizam. Está encerrado para sempre. (Toda vara que não é lavada pela água da Palavra é arrancada fora, pois a Videira não pode frutificar por meio dela) Diga-me... Quero que um historiador se levante e me diga onde uma igreja que alguma vez organizou não fosse ao pó: sempre. Isso é exatamente certo. Cada um deles, Ele os coloca na prateleira. Cada um deles é produto da igreja católica, a primeira organização.

O Anjo do Senhor (02/05/1951) § 42

Agora, Deus sempre opera através do homem. O homem é a agência de Deus. Você crê nisso? Jesus disse: "Como vocês têm crido em Deus, creiam também em Mim". Agora, as pessoas que creram em Deus O crucificaram. É isso mesmo? Pensando que estavam fazendo o serviço de Deus.

Deus é Quem Realmente Faz a Obra

Mas veja que na verdade o agente de Deus é o Seu próprio Espírito, ou seja, é Deus mesmo na forma do Espírito Santo que usa os homens, como a Videira usa as suas varas para produzir os seus frutos, porque foi sempre Deus Quem realmente fez todas as coisas, seja na forma do Filho ou em Seus profetas.

O Cego Bartimeu (08/04/1959) § 15 [Sem tradução]

Se conseguíssemos nos apoderar do agente de Deus. O agente de Deus então foi Elias. O agente de Deus hoje é o Espírito Santo. Segure-se Nele. Quando você entrar em contato, e você sentir o Espírito Santo em você, então segure-O. "Não deixarei você". Fique com Ele como Jacó fez quando lutou com o Anjo. "Vou Te segurar até que Tu me abençoes e me dê as coisas que eu estou desejando".

Perseverante (23/06/1962) § 77 [Sem tradução]

Deus bendito, se o povo se apoderasse do Espírito Santo, o Agente de Deus na Terra esta noite, e se conservasse assim: "Eu não Lhe deixarei". ...Poderia ter que lutar como Jacó a noite toda, mas você obtém o seu pedido.

Porém é necessário que se entenda que um agente não é apenas alguém que possui um chamado ministerial dado por Deus, mas qualquer membro da Sua Igreja que esteja conectado ao Seu Espírito e que tenha sido lavado pela Palavra é idôneo para representá-Lo.

A Ele Ouvi (26/01/1958) § 8 [Sem tradução]

Deus opera somente através de Sua Igreja. A Igreja é a agência de Deus. Ele disse em um lugar no Evangelho: "Eu sou a videira, vós sois os ramos". A videira não dá frutos; ela limpa o ramo e o ramo dá frutos. Então a Igreja é o Ramo em que o Espírito Santo está operando. Ele fala através dos lábios do pastor. Ele opera através das mãos dele. E através dos dons divinos Ele assenta o Seu corpo em emoções, guiado pelo Espírito Santo, esvaziando-se e deixando o Espírito Santo assumir o controle. Ele traz mensagens; ele vê visões. E grandes coisas, não importa o que seja que Deus o tenha escolhido para ele fazer, se ele se render ao Espírito, (Se ele foi limpo pela Palavra e renunciou a todos os credos e dogmas dos homens) Deus operará através dele, ou em qualquer membro de Sua Igreja.

Então observe que o ensino do irmão Branham é de que após Deus ter usado o Seu Filho como um agente ou representante Seu, agora Ele está usando a Sua igreja, Deus operando no homem para que Ele possa ser adorado e conhecido através do homem, como Seu ajudante.

Perseverante (05/03/1964) § 13

Agora, nós cremos ser a Bíblia a Palavra infalível de Deus. Cremos que Ela é toda a revelação de Jesus Cristo; revelando-Se no Antigo Testamento, pelos profetas; Deus, tornando-Se conhecido através de Seu Filho, Cristo Jesus, e Nele habitou a plenitude da divindade, corporalmente. Ele foi crucificado pelos nossos pecados; morreu, foi sepultado, ressuscitou ao terceiro dia, subiu ao céu e voltou aqui novamente no Nome do... Na forma do Espírito Santo, Deus habitando... Uma vez, Deus acima de nós; em Cristo, Deus conosco; agora Deus em nós. É Deus que está operando de volta no homem, para adorar, para ser adorado através do homem, a agência de Deus. Deus não faz nada fora de um homem sendo o Seu agente, o Seu ajudante.

Um Homem Submetido a Deus

Mas para que alguém seja um agente ou ajudante de Deus, é preciso que ele esteja totalmente submetido à Sua Palavra. Quando alguém faz assim, então a Deidade passa a habitar naquele homem, não em plenitude como em Seu Filho, mas em uma medida, para que Deus possa ser adorado e conhecido por meio daquele agente.

Os Dons e Chamadas São Sem Arrependimento (00/03/1950) § 8 [Sem tradução]

E um homem é apenas um homem até que ele esteja completamente submetido a Deus, e então a Deidade habita nesse homem, o Espírito Santo. Não é o homem, mas é Deus no homem que faz a obra. Então, Jesus, quando Ele veio, Ele era um Homem nascido de um nascimento virginal. (Nossa Videira) Sua mãe foi Maria; Seu Pai era Jeová Deus. (O Lavrador da Vinha) Você crê nisso? E então, nesse corpo, Deus habitou. Deus estava em Cristo reconciliando o mundo Consigo mesmo. Jesus disse: "Não sou Eu que faz as obras; é o Meu Pai que habita em Mim; Ele faz a obra".

"Não fui Eu Quem criou o céu e a terra, mas o Meu Pai que habitava em Mim. Não fui Eu Quem redimiu os pecadores, mas o Meu Pai que Me enviou, e não serei Eu Quem julgará as nações, mas será o Meu Pai quando Se encarnar em Meu corpo físico outra vez". Mas Deus somente pôde usar o Seu Filho porque Ele Se rendeu completamente ao Seu Pai, da mesma forma que hoje Deus somente pode usar um homem ou mulher que esteja totalmente sujeito a Ele.

Produzindo Frutos Através do Homem Interior

Paulo disse que esse mover do poder do Espírito no crente ocorre no seu homem interior, mostrando que o poder de Deus somente se torna operante e eficaz em alguém que passou por uma renovação de vida.

Efésios 3:16

Para que, segundo as riquezas da Sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo Seu Espírito no homem interior.

Portanto atuar como agente de Deus significa que uma vez que a Vida de Cristo esteja Se manifestando em nós, isso fará com que se produzam frutos. Porém os frutos somente poderão ser manifestados por alguém que experimentou o novo nascimento.

O Que Pensais Vós de Cristo (21/03/1954) § 24 [Sem tradução]

Isso me faz lembrar de muitas dessas antigas e frias igrejas formais, onde você os leva, torna-os diáconos, faz DDs deles e tudo mais, mas se eles não estiverem com Cristo Jesus e forem nascidos de novo pelo batismo do Espírito Santo, eles nunca crerão em um Deus sobrenatural. Não há nada com quem acreditar. Eles estão mortos para começar, apenas obtiveram uma forma de piedade, mas negando o Seu poder. Isso é exatamente correto. A melhor coisa a fazer é limpar o ninho e começar de novo. Isso mesmo. Em vez de levá-los por carta e adesão, leve-os para o altar e ore até que Deus ponha os seus nomes no Livro da Vida do Cordeiro, então eles permanecerão lá. Então eles produzirão frutos quando nascerem de novo do Espírito de Deus.

A menos que alguém morra para si mesmo, ele jamais poderá produzir fruto algum.

Por quê? (13/04/1961) § 80 [Sem tradução]

Antes que você possa nascer, você tem que morrer, e algumas pessoas morrem de forma muito horrível. Eles chutam e berram, gritam e continuam. "Mas a menos que um grão de trigo caia no chão e morra, ele permanece só". Se você deseja produzir frutos, morra para si mesmo e para a sua própria teologia feita pelo homem e nasça de novo do Espírito e da ressurreição. Isso mesmo. Livre-se do velho espírito de egoísmo e da secura que está em você. Assuma a nova Vida.

Deus Produz Frutos Através da Sua Igreja

Portanto dizer que somos agentes de Deus significa que Ele assumirá tudo o que somos para que por meio de nós o Seu poder seja manifestado. Deus quer usar as nossas mãos, nossos olhos, nossa língua, nossos lábios, nossos ouvidos e tudo o que possuímos para que Ele possa dar frutos através de nós. Deus não pode dar fruto sozinho, assim como uma videira não dá frutos por si mesma, mas é necessário os ramos e galhos para que a videira produza. Da mesma maneira, Deus quer usar os Seus agentes para por meio deles manifestar e produzir os Seus frutos.

A Cura da Filha de Jairo (27/02/1955) § 16

O Reino de Deus se encontra dentro do ser humano. Agora, Jesus disse em um lugar: "Eu sou a videira, vós sois os ramos". A videira não pode dar frutos; os ramos da videira produzem frutos. Deus não pode dar frutos de Si mesmo, tem que tomar a Igreja. É isso mesmo? Ele precisa tomar você como ramos para dar frutos. (Fazer do homem o Seu agente) E quando vocês os ramos estão rendendo frutos para a videira, então, o fruto surge. Vê o que eu quero dizer? Deus quer as suas mãos; Ele quer os seus olhos; Ele quer a sua língua, quer os seus lábios, quer os seus ouvidos, quer as suas mãos e pés para que Ele possa produzir frutos através de você.

Então Deus derrama a Sua Energia em nós, que é o Seu Santo Espírito, para poder fazer de nós os Seus agentes ou representantes.

Deus Guarda a Sua Palavra (15/01/1957) § 89

E, quando Ele foi embora, Suas obras deveriam ser realizadas em Sua igreja até Ele retornar. É isso mesmo? Ele disse: "Nós somos a videira... Somos os ramos, Ele é a Videira". Isso está certo? Capítulo 15 de São João: "Eu sou a videira, vós sois os ramos". E todo ramo que produz frutos é podado, reparado e purgado para que ele traga mais. Mas o ramo que não dá frutos é arrancado. Agora, são os ramos que trazem os frutos, não a videira. Então nós, a igreja, somos deixados como os ramos. Então os teus olhos e os meus olhos são os únicos olhos que Deus tem na Terra. Os teus lábios e os meus lábios são Dele - é o ramo Dele. Ele o energiza para produzir frutos. E os nossos ouvidos são os Seus ouvidos. Nossas mãos para fazer o bem são as mãos Dele. Nossos pés são os Seus pés para nos levar à igreja e fazer o bem. "Bem-aventurados os pés que trazem - trazem as boas novas". E tudo - tudo isso. Nós somos a Sua videira. E Ele apenas derrama a Sua energia em nós.

Uma Igreja Energizada e Vivificada

Ser energizado significa ser vivificado pelo Espírito de Deus, e lembre-se que o irmão Branham disse que somente os eleitos e predestinados é que podem ser vivificados ou energizados.

Uma Exposição das Sete Eras da Igreja, pág. 129

Nós não nos tornamos semente pelo renascimento, nós éramos semente e portanto renascemos porque somente os eleitos podem renascer. A razão pela qual pudemos ser vivificados (ou energizados) é porque éramos semente. No que não é semente não há nada para vivificar.

Por causa da predestinação, os eleitos recebem uma semente genética ou germe de vida e através da unção do Espírito Santo sobre essa semente genética, os eleitos são vivificados e passam a manifestar a própria Vida de Deus naquele seu DNA que foi predestinado desde antes da fundação do mundo. E através de uma experiência pessoal com Deus e de uma vida focada em Cristo, o eleito passa a ser a interpretação da Palavra manifestada. Seus espíritos são vivificados e a comunhão com Deus passa a ser uma experiência real, pois agora não é mais o eleito, mas Deus vivendo no eleito.

A Palavra Falada é a Semente Original Nº. 1 (18/03/1962) § 196

Quando o Espírito de Deus rega a Semente de Deus, a Palavra de Deus, Ela produz Deus. E não é o indivíduo. É Deus, (por quê?) você está morto. Não é mais você mesmo. Você se considera morto, esvaziado, esperando pela Semente-Germe. Então, o que é isso? Isso não é mais você; não é o homem. É Deus no homem. É a Semente-Germe, como no princípio, a Palavra falada. É a Palavra de Deus manifestada no homem. Então não é o homem; é um homem que está morto. Ele não pode ser um híbrido e um filho ao mesmo tempo. Ou ele é um filho da morte ou filho da Vida. Então se ele é filho da morte, o dará ao diabo e deixe-o matá-lo... Dê a Deus, quero dizer, e deixe-O matar o diabo que está em você, liquidá-lo, esvaziar você. Então deixe Deus plantar a Sua própria Vida em você, então não é mais você. É a vida de Deus, porque é a Palavra de Deus regada pelo Espírito Santo que produzirá a mesma coisa. Vê?

Então se nós produzimos Deus é porque em primeiro lugar Deus deve estar em nós na forma dessa Semente-germe, que nada mais são dos que os próprios Genes ou atributos de Deus em nós. Essa é a única maneira de sermos energizados a fim de representar a Deus e a Vida eterna.

Liderança (07/12/1965) § 190

Estamos supostos a representar Deus e a Vida Eterna. Há somente uma forma de Vida Eterna, que é Deus. Somente Ele tem a Vida Eterna. E somos produtos Dele, porque somos genes de Seu Espírito. (Bem, se somos genes de Deus, temos que refletir isso de alguma maneira. É o que ele vai dizer agora) Então devemos conduzir-nos a nós mesmos, mulheres e homens, como a Bíblia nos disse para fazer. Não Jezabéis da rua, e Ricks da organização; porém cavalheiros cristãos, filhos e filhas de Deus, nascidos do Espírito de Deus, manifestando a Luz em nossos dias e A espalhando. É exatamente certo.

O irmão Branham gostava de recordar as palavras de João Batista quando disse que a árvore que não produz frutos deve ser arrancada.

A Acusação (07/07/1963) § 189

"Não pensem," João disse, o precursor Dele, disse... Ele é outro que não jogou indireta. Ele disse: "Não venham por aqui dizendo que têm Abraão como nosso pai. Deus é capaz de destas pedras suscitar filhos a Abraão." (Não tente dizer que você é um cristão porque pertence a um grupo religioso. Qualquer um pode ser membro de uma igreja, mas só os eleitos podem ser membros da Noiva de Cristo) Sim, senhor. "O machado está posto à raiz da árvore, e toda árvore que não produz fruto é cortada e lançada ao fogo." Sim, senhor. Deus é rigoroso, é firme e severo com Sua Palavra. Sim, senhor.

A Figueira Que Não Tinha Frutos

Israel foi um belo exemplo de uma árvore que não frutificou no dia em que Deus esteve lhes visitando na forma de Seu Filho. Podemos ilustrar o que aconteceu com Israel remontando ao dia em que Jesus amaldiçoou uma figueira que não possuía frutos, pois como sabemos, Israel foi tipificado por Cristo como uma figueira.

Marcos 11:12-14

E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome. E, vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos. E Jesus, falando, disse à figueira: Nunca mais coma alguém fruto de ti. E os Seus discípulos ouviram isto.

Muito se especula porque que Jesus amaldiçoou uma figueira se Ele mesmo por experiência própria deveria saber que pela época em que estavam ainda não era a estação apropraida para dar frutos. Tendo em vista que isso ocorreu dias antes da Sua crucificação que foi por volta da páscoa, ou seja, no mês de abril, isso nos mostra que esse fato ocorreu na primavera, e as figueiras somente dão frutos no verão. Então a pergunta que alguns fazem é: "Por que Jesus teria buscado por figos se Ele mesmo sabia que naquela época Ele ainda não poderia encontrar?

Uma Evidência de Que os Frutos Virão

Havia um estudioso judeu convertido ao cristianismo chamado Alfred Edersheim, que em 1883 escreveu um livro sobre os dias de Jesus, "A Vida e os Tempos de Jesus, o Messias", e dois anos antes, em 1881, enquanto escrevia acerca da ocasião em que a figueira foi amaldiçoada por não haver frutos - e sem entender porque Jesus havia feito aquilo - percebeu que estava fazendo suas anotações em plena primavera, justamente na mesma estação em que aquele evento ocorreu. Foi que então Edersheim fez as malas e viajou para a terra santa para ver se descobriria in loco algo que pudesse ajudar a entender o que aconteceu. Ele inclusive havia decidido que não escreveria nenhuma outra linha em seu livro até que ele soubesse o que Jesus tinha em mente. Depois de uma jornada exaustiva, ele montou um animal rumo a Jerusalém, e ao desmontar foi logo procurar uma figueira. Ao encontrar uma delas, ele apanhou alguns galhos e descobriu que havia algumas folhas do outono anterior e algumas substâncias cinzentas e redondas. Eles pareciam pequenos brotos. Edersheim procurou vários pedestres até encontrar um que pudesse falar inglês. Foi-lhe dito que os pequenos objetos cinzentos eram comestíveis. Os viajantes consumiam isso pelo caminho a fim de adiar a fome até chegarem a uma pousada. "A menos que você encontre isso nos galhos das árvores na primavera", disseram-lhe, "a árvore não dará frutos no verão". Então, com essas informações, o erudito pôde retornar para sua casa, onde continuou a escrever o seu livro.

Ele agora havia entendido que Jesus não estava buscando exatamente por figos na primavera, pois eles ainda não existiam, mas por aqueles primeiros sinais dos futuros frutos que viriam na próxima estação, os "pré-frutos". Estranhamente, nem sequer aqueles pequenos brotos iniciais da primavera, aquela figueira possuía, e antes que uma figueira produzisse figos, ela deveria na estação anterior dar amostras de que havia algo nela que poderia trazer figos à tona na estação seguinte.

Alfred Edersheim

E da mesma maneira, antes mesmo que alguém possa dar frutos, ele precisa ter algo em si que demonstre que ele pode produzir frutos para Deus. Como aquela figueira que foi amaldiçoada, assim foi Israel por causa de seus líderes que nunca poderiam produzir frutos de arrependimento, visto que não havia nada neles que pudesse despertar em si tais sentimentos.

Nós já entendemos que ninguém pode dar frutos sem que primeiro nasça de novo pelo Espírito Santo, mas isso somente é possível se alguém já era um eleito para nascer de novo, pois na verdade somente os predestinados é que podem morrer para si mesmos para que então possam ser vivificados e frutificar para Deus. O irmão Branham disse: "Nós nascemos de novo porque somente os eleitos podem renascer. A razão pela qual pudemos ser vivificados (ou energizados) é porque éramos semente. No que não é semente não há nada para vivificar".

Portanto somente aqueles que nasceram com a Semente-Germe é que podem algum dia atuar como agentes de Deus, de modo que Deus possa Se expressar e frutificar por meio deles. Essa Semente-Germe que já deve ter vindo com o crente são parte dos seus "pré-frutos". Portanto assim como aquela figueira que secou até a raiz porque não possuía os pré-frutos que Cristo buscou, assim ocorrerá com cada um que não frutifica para o reino de Deus.

Entrando no Espírito (28/04/1961) § 64 [Sem tradução]

Eu lhe digo o ASSIM DIZ O SENHOR, a menos que você desenterre essa corrupção que está aí, você perecerá e o seu fruto e a igreja secarão e morrerão.

É por isso que o irmão Branham disse que a Noiva precisa ser podada e limpa para que possa dar os frutos de Deus. E lembre-se que Jesus disse que o que nos limpa é a água da Palavra.

Por que a Pequena Belém? (14/12/1963) § 143

Eu estou pedindo que os homens fiquem ao meu lado, fiquem de pé com a Palavra! O que a Palavra diz, faça exatamente da maneira que a Palavra disse. Eu não me importo com o que qualquer outra coisa diga, fique assim, pois é a única coisa que vai cortar. Vamos chegar a Belém, a verdadeira Água de Deus.

O irmão Brian disse que alguém que recebe um profeta e aqueles que foram fielmente ensinados por ele pode ser indício dos "pré-frutos", desde que ele igualmente aceite ser limpo e podado pela Palavra que é por eles ensinada, rejeitando a tudo aquilo que seja anti-Palavra, pois tudo o que nasceu com o romanismo morrerá junto com ele, porque as obras da carne frutificarão para a morte, mas as obras do Espírito frutificam para a Vida.

Acenda a Luz (25/01/1964) §§ 90-94

Oh, esta Árvore Noiva hoje foi podada. Qualquer ramo que não dá seu fruto é cortado. Jesus disse assim em São João 15. O que aconteceu agora é que nós vemos que eles foram cortados, podados. Lembre-se, o coração da árvore está bem no meio dela. O fruto que vai sempre amadurecer - o último lugar na árvore onde tem fruto é bem no topo dela, porque é a novidade que vem do centro da vida que está na semente. É uma Árvore Noiva. Jesus era a Noiva, Ele era uma Árvore. Eles O cortaram. Ele era a Árvore da Vida que estava no jardim do Éden. Eles O cortaram e O penduraram em uma árvore romana para zombarem Dele. O que Ele fez? Deus O levantou da morte no terceiro dia. E hoje existe uma Árvore Noiva. Ela começou lá atrás no princípio, lá atrás no dia de Pentecoste. Escutem, vocês pessoas que pertencem a igrejas! A Igreja nunca começou em Nicéia, Roma. (A igreja de Roma era uma natimorta, pois não havia nada nela que pudesse algum dia ser vivificado) Ela começou em Jerusalém; no dia de Pentecoste a Igreja começou. Então o que eles fizeram? Continuaram se organizando. E Deus continua cortando os ramos. Então eles organizaram os Luteranos; os ramos foram cortados. Wesley, os ramos foram cortados. Pentecostais, os ramos foram cortados. Até que chegou... Mas Deus vai ter uma Árvore Noiva! "Tudo que o pulgão comeu e o que a lagarta comeu, Eu restaurarei," diz o Senhor. Malaquias 4 nos diz que seremos trazidos à fé original como foi no dia de Pentecostes, "à fé dos pais." Nós cremos que isto virá. Eu creio que é tempo para isto agora. Os ramos estão murchos e secos, e eles serão tirados da Árvore para que o fruto possa brotar no topo da Árvore. Oh, que coisa!

Como que Jesus tem provado para o mundo que Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente? Por meio dos frutos que Ele tem produzido em Sua Igreja.

Jesus Cristo é o Mesmo (12/03/1958) § 31 [Sem tradução]

Se a igreja cristã é a videira, ou o ramo que está em Cristo, eles farão as obras de Cristo e produzirão a Vida de Cristo. "Por seus frutos os conhecereis". Agora, então a maneira que Ele é hoje, Ele está aqui na forma do Espírito Santo, operando através de Sua Igreja, realizando as mesmas coisas que Ele fez lá. Isso O torna o mesmo ontem, hoje e eternamente. Sua Vida, a Vida que estava em Cristo, que era Deus, produziu o tipo de vida que Ele viveu, aquela mesma Vida que vem às Suas igrejas, Seus membros da Igreja, desde que foram limpos pelo Seu Sangue e dado ao Espírito Santo o acesso para operar através deles, produz o mesmo fruto que Ele produziu. Assim, portanto, o mundo pode ver então que Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente.

Não Podemos Pedir Nada em Nosso Próprio Nome

Mas veja que o fato de Deus usar outros homens como agentes Seus, isso não tira de forma alguma o papel do Filho como o Seu verdadeiro Agente e Mediador, pois embora a Deidade possa habitar no homem, ele não pode fazer ou pedir qualquer coisa em seu próprio nome, mas apenas no nome Daquele que continua a ser o Seu Agente, Jesus Cristo.

Necessário Vos é Nascer de Novo (31/12/1961) § 20

Na Presença do Deus vivo nos aproximamos agora, com sobriedade e, com temor Dele, viemos no Nome do Senhor Jesus, sabendo que não poderíamos vir e dizer: "Agora, Pai, aqui está William Branham, ou, Armand Neville", ou quem quer que seja, nós seríamos recusados rapidamente. (Então veja que há uma profunda diferença entre a agência exercida pela Igreja na terra e por Aquele que é o Senhor da Igreja. Tudo que o Cristo tinha, a nós também nos foi dado, mas apenas em uma medida) Mas temos a certeza de que Ele disse: "Se pedirdes ao Pai qualquer coisa em Meu Nome, vos será concedido". Então eu não acho que eu poderia conseguir, usando o meu nome, qualquer coisa Dele. Mas eu sei que quando eu uso o Nome do Seu Filho, então eu recebo a minha petição, pois é Nele que eu confio. É Nele que vivemos e temos o nosso ser. E estamos gratos esta manhã, Deus, por tudo o que Ele significa para nós, e assim é a nossa vida e ser completos.

Conscientes da Nossa Pequenez

Então veja que antes de podermos ser um agente de Deus na terra precisamos reconhecer a nossa pequenez e limitações.

Influência (30/11/1963) § 113-114

Se você deseja descobrir quão grande você é, coloque o seu dedo num tanque d'água, ou num balde d'água, depois tire o seu dedo e tente encontrar aonde você colocou o seu dedo. Você não é nada. Deus pode dispensar você, (Mesmo Ele tendo feito de você o Seu agente) Ele pode dispensar a mim, porém nós não podemos dispensá-Lo. Nós temos que tê-Lo, pois Ele é Vida, e Ele somente. Não conhecer Seu Livro, não conhecer isto, ou conhecer aquilo, ou conhecer o credo. "Porém conhecer a Ele é Vida," conhecê-Lo como a Pessoa, Cristo em você, a Palavra feita carne em você. Aquilo é conhecê-Lo. Quando Ele, você e Ele, se tornaram, se tornam um, como eu disse na última noite em O Super Sinal. Ele tem que entrar em você. Você! Deus e o homem devem ser um. Você é consciente de sua pequenez.

Influência (12/01/1963) §§ 174-176 [Sem tradução]

Moisés tirou os sapatos na Presença de Deus. Paulo caiu ao solo, beijando o chão, como se diz. Ele estava na Presença de Deus. João Batista disse: "Eu nem sou digno de desatar as sandálias de Seus pés". Asas em seus pés, humildade, observando onde eles andam, o que eles fazem, percebendo que estão em um terreno sagrado. Ah, se fôssemos fazer isso, nunca andaríamos nesses lugares que estão errados. Nós nunca faríamos essas coisas que estão erradas. Agora, observe. Sempre... Ouça. Esteja consciente da sua pequenez. Quem é você? Coloque o seu dedo em um balde de água e puxe-o para fora, e encontre o buraco em que você colocou o dedo. Então, diga: "Esse era eu". Você não é nada. Você não fará falta depois, um pouco depois de você ter partido. Eles terão um funeral aqui, e isso é tudo. Mas a sua influência viverá e viverá continuamente.

Podemos ser nada, mas se deixarmos Cristo habitar em nós e produzir por meio de nós os Seus frutos, então poderemos deixar um legado, mostrando aos outros como é possível, ainda que em corpos corruptíveis, sermos úteis para tornar Deus e o Seu Reino conhecido.