Participantes da Natureza Divina

15/04/2018

Participantes da Natureza Divina

15 de abril de 2018

Santiago-RS

Diógenes Dornelles

2 Pedro 1:1-4

Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa pela justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo: graça e paz vos sejam multiplicadas, pelo conhecimento de Deus, e de Jesus nosso Senhor; visto como o Seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento Daquele que nos chamou pela Sua glória e virtude; pelas quais Ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.

Uma Regra Morta Para Apoiar Uma Doutrina Morta

Tanto os trinitários como os unicistas tentam tirar proveito dessa tradução para afirmar que Deus e o Seu Filho Jesus Cristo seriam a mesma Pessoa. Porém existem boas traduções da Bíblia feitas até mesmo por protestantes e católicos, como as edições da Editora Ave Maria e a Bíblia de Jerusalém, onde mostram que a tradução mais apropriada seria "de nosso Deus e do Salvador Jesus Cristo", reconhecendo assim a ambos como Seres distintos, e não como duas pessoas ou ofícios do mesmo Deus. Essa tradução uma vez sujeita a devida correção, faz jus ao restante das palavras de Pedro onde no versículo seguinte fez questão de distinguir Deus do Seu Filho ao mencionar o "conhecimento de Deus e de Jesus nosso Senhor".

Portanto essa tradução deveria ter seguido o mesmo padrão como o mencionado em 2 Tessalonicenses 1:12, e que pode ser verificado em outras traduções:

Para que o nome de nosso Senhor Jesus Cristo seja em vós glorificado, e vós Nele, segundo a graça de nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo.

A partir dessa tradução equivocada das Escrituras, um estudioso e abolicionista inglês chamado Granville Sharp tentou defendê-la criando uma hipotética regra para a língua grega que até então sequer existia, que consistia em afirmar que o artigo + substantivo + a palavra grega "kai" + substantivo, indicaria que os dois substantivos do texto se referiam à mesma pessoa. Sharp tentou de todas as maneiras provar a Deidade de Jesus Cristo nas Escrituras utilizando-se inclusive de regras por ele inventadas. O problema é que nem mesmo os próprios trinitários de seu tempo ousaram utilizar tal regra polêmica para defender sua fé, tanto que por mais de 200 anos desde a sua invenção, a regra de Sharp tornou-se morta, por muitos reconhecerem não estar de acordo com o conjunto das Escrituras.

O apóstolo Pedro disse que através do conhecimento Daquele que nos salvou, obtivemos o divino poder de vivermos uma vida piedosa e livre da corrupção que há no mundo, o que só foi possível, graças ao sacrifício do Cordeiro de Deus, cuja imolação havia sido determinada desde antes da fundação do mundo.

Granville Sharp

O Cordeiro Morreu Para Que Pudéssemos Viver

Em nossa última mensagem de páscoa nós chamamos a atenção para o fato de que assim como no Egito o povo de Israel precisou comer apressadamente do cordeiro sacrificado para em seguida partir, Jesus disse que quem não se alimentasse Dele não poderia ter aquela mesma Vida que estava Nele. Isso porque alimentar-se do Cordeiro é sinônimo de vitalização e força.

João 6:53

Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o Seu Sangue, não tereis vida em vós mesmos.

Isso foi uma linguagem figurada, assim como outras que Ele utilizou tais como "Eu sou a porta", "Eu sou a videira verdadeira", etc. Então Jesus disse que precisamos ter comunhão com Ele e obedecer a Sua Palavra para que a nossa fé nunca se enfraqueça. Se não nos alimentamos de Sua Palavra nos tornamos anêmicos espiritualmente falando. Então diferente dos judeus que comiam um cordeiro sacrificado na páscoa, a Igreja de Cristo deve alimentar-se da carne da Sua Palavra, que sustenta a nova criação, enquanto a velha já deve ter morrido com os seus pecados.

Jesus disse que Sua Palavra é espírito e vida, e alimentar-se Dela é a única maneira de se fortalecer nos momentos de tentação, pois Ele também disse:

Mateus 26:41

Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.

Então o sacrifício de Cristo como o Cordeiro de Deus nos liberta da pena do pecado, enquanto que a passagem de Israel pelo mar Vermelho nos ensina como, pela Sua morte, Jesus Cristo nos liberta do poder e da escravidão do pecado. A entrada do povo de Israel ao leito do mar Vermelho se assemelhava à entrada em um túmulo, pois era um lugar de morte e foi uma sepultura para os egípcios que lhes perseguiram e escravizaram. Nossa passagem pelo mar Vermelho, em tipo, significa a libertação de tudo aquilo que nos escravizava, e até mesmo a morte não tem mais domínio sobre nós. O apóstolo Paulo disse:

Romanos 6:9

Sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre Ele.

E sendo que fomos ressuscitados com Cristo, tampouco a morte poderá ter domínio sobre a Sua Igreja, pois ainda que sofra a morte nessa carne, ela voltará a viver. Isso está garantido para todo o crente que Nele confia.

João 11:25

Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em Mim, ainda que esteja morto, viverá.

A Ineficácia da Lei

E tudo isso nos foi dado gratuitamente, enquanto que a justiça que vinha pela lei, sob a qual Israel estava sujeito, jamais pôde alcançar. A lei era como uma balança que acusava a falta de peso da mercadoria, mas não aumentava o peso da mesma. Era como um termômetro que mostra se alguém está com febre, entretanto não cura a febre. Também era como um fio de prumo que mostra que a parede está torta, mas tampouco poderia endireitá-la. Porém a graça de Deus fez tudo isso por nós. O sacrifício gratuito do Cordeiro ajudou a nos lembrar o que éramos, mas ao mesmo tempo nos tornou vasos novos. A lei de Moisés dependia do próprio homem para ter algum efeito, portanto era falha, mas a graça depende de Deus, e sendo assim, é infalível. A nossa salvação é exclusiva de Deus.

Havia só uma maneira pela qual Deus podia recobrar para Si a Sua criatura perdida. Foi por meio da redenção, pelo pagamento de um resgate, fazendo-Se um parente redentor pelo homem decaído.

Somos de Deus Por Duas Vezes

Conta-se a história de um menino que em uma certa ocasião fez um barquinho a vela. Um dia ele levou o seu barquinho para navegar no mar, mas de repente soprou um vento forte que levou o barquinho para longe e ele desapareceu. Alguns dias depois ele viu o seu barquinho numa loja e logo entrou e o exigiu. O dono da loja lhe respondeu: "Eu comprei este barquinho de um pescador que o achou no mar. Para adquiri-lo você tem de pagar o preço". O menino voltou para casa, arranjou o dinheiro e pagou o preço. Ao sair da loja ele disse ao seu barquinho: "Tu és meu duas vezes, porque eu te fiz e depois você se perdeu, mas eu te achei e te comprei de volta". Deus nos comprou para Si mesmo para que fôssemos duas vezes Seus, pela criação e pela redenção. E essa redenção é gratuita.

A Salvação Não é Para Todos

Porém essa boa nova da graça de Deus não é para uma única nação, como foi a lei para o povo de Israel, mas agora é para todas as nações, onde a semente da eleição foi plantada. Isso porque embora a salvação seja de graça, ela não é para todos.

Desesperos (01/09/1963) § 11

Temos de pregar salvação de uma maneira que seja para todos, o que nós sabemos que não é. Temos que pregar cura divina para todos, mesmo sabendo que não seja. Está vendo? Jesus veio para salvar aqueles que estavam no Livro da Redenção antes da fundação do mundo. Ele somente veio para salvar aqueles. Quem são eles, eu não sei. ...Ninguém pode vir a menos que Deus o tenha chamado. Isto é verdade. Então há muitas pessoas que não serão salvas. Nós sabemos disto. Elas, bem, Deus sabia disto antes que o mundo começasse, que elas não seriam salvas.

Portanto a salvação é somente para aqueles que reconhecem que estão perdidos e que necessitam dela. Um doente que não sabe e nem reconhece a sua doença nunca irá procurar um médico para lhe dar algum remédio. Da mesma maneira, um pecador que não admite o seu pecado e que necessita ser corrigido, não irá procurar o remédio certo para o seu problema. Então da mesma forma como o arado precisa revirar e cortar a terra para poder receber a sua semente, o coração do pecador precisa ser preparado acerca da convicção do pecado a fim de receber o Evangelho de Cristo para o seu dia. Mas muitos não entendem isso. Foi por isso que o profeta Jeremias disse:

Jeremias 17:9

Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?

A palavra que foi traduzida por "perverso" no original hebraico é "anash" (אנש) que significa "estar fraco", "frágil", "estar doente", "incurável", "muito doente". Então nossos corações estão constantemente enfermos e necessitam de atenção. E muitas vezes quando a palavra "coração" é mencionada na Bíblia é uma referência à área dos nossos pensamentos, das emoções, dos desejos.

Jesus disse certa vez: "Muitos invocam o Meu nome e Me glorificam e Me louvam com os seus lábios, mas os seus corações estão distantes de Mim". Então nós não podemos enganar a Deus com as aparências; Deus conhece o coração de cada um e sabe aqueles que invocam a Ele com sinceridade, e que O amam realmente de todo coração. Se há alguém que possui algum problema e que tem algum obstáculo em seu coração, Deus irá saber porque Ele é um discernidor.

Em 1 Samuel 16:7 lemos assim:

Porém o Senhor disse a Samuel: não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o Senhor, vê o coração.

Então nós precisamos estar atentos para que o nosso coração possa realmente estar limpo, a fim de que não haja nenhum obstáculo que possa servir de atrapalho para essa comunhão que nós precisamos ter com Deus, afinal somos Sua propriedade por duas vezes, tanto pela criação como pela redenção, e Ele Se preocupa com todos os Seus filhos e a Sua misericórdia está disponível a todos eles, até mesmo para os que são rebeldes.

Não era desejo de Deus que alguém se perdesse, mas desde o princípio Deus sabia que haveria uma semente que não seria Dele, e por presciência sabia que alguns não seriam salvos.

O Batismo do Espírito Santo (28/09/1958) § 62

"Bem, é melhor eu andar cuidadosamente hoje; eu posso me apostatar e me perder amanhã." Então você não foi salvo no princípio. Você pode ser trabalhado sob emoções. Você está pensando que é salvo. Você pode se sentir como se estivesse salvo. Você pode crer que você está salvo. Você pode se unir a uma igreja. Você pode ser um bom batista, metodista ou pentecostal; isso não tem nada a ver. Se seu nome estivesse alguma vez - se você foi alguma vez salvo, você foi salvo antes mesmo do mundo existir, quando Deus enviou Jesus em Sua mente para salvar aquele que Ele viu que era para ser salvo... Agora, Ele não está desejando que ninguém pereça. Ele não está desejando, mas se Ele é Deus Ele sabia quem iria e quem não iria. Assim dizem as Escrituras. Então aí está você.

Fomos Buscados Por Deus

Dizer que fomos salvos antes mesmo do mundo existir, significa que Deus conheceu a cada um de Seus filhos que estiveram Nele como atributos Seus. Então não fomos nós que buscamos a Deus mas foi Ele que nos procurou.

Hebreus Capítulo 5 e 6 Nº. 1 (08/09/1957) §§ 142-146-147

Irmão, há muito tempo atrás, antes do mundo ser até mesmo... ter a sua fundação; Deus através da Sua graça Eterna, Ele olhou para baixo e pela presciência Ele viu a você e a mim. Ele sabia em que era nós viveríamos, Ele sabia o que seríamos. Portanto, através da eleição, Ele nos escolheu antes da fundação do mundo, para estarmos com Ele sem mancha... Deus não será derrotado, não importa o que aconteça. Ele nunca será derrotado. Então, as mulheres começaram a trazer homens à terra. E Deus, através da graça Eterna, viu quem seria salvo, e Ele te chamou. "Ninguém pode vir a Mim, a menos que Meu Pai o chame primeiro". "Não é para quem quer, ou o que corre, mas é Deus que Se compadece". Você diz: "Bem, eu busquei a Deus. Eu busquei a Deus". Não, você nunca buscou. Deus te procurou. É assim que foi no princípio.

Agora, muitos que leem essas palavras do irmão Branham e que não conhecem o seu ministério e nem as Escrituras, podem pensar que ele estivesse falando algo contrário à própria Bíblia, pois Jesus disse:

Mateus 7:7

Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.

E o profeta Isaías também disse:

Isaías 55:6

Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.

Se a Bíblia disse que devemos buscar, como então o irmão Branham irá dizer que não é o homem que busca Deus, mas Deus é Quem busca o homem? Não há nenhuma contradição nisso. No conjunto de toda a doutrina bíblica entendemos que o homem somente pode buscar a Deus, se Deus mesmo colocar no homem tal querer. O apóstolo Paulo disse:

Filipenses 2:13

Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a Sua boa vontade.

Foi da boa vontade de Deus colocar nos Seus eleitos o desejo pela salvação e ao mesmo tempo corresponder a isso. E a única maneira de Deus colocar em nós o Seu querer é por meio de Sua Palavra. Então onde o eleito ler Escrituras tais como "Buscai ao Senhor", isso só terá algum efeito justamente naquele que foi eleito desde o princípio para receber o Espírito que está por trás daquela Palavra que foi lida, pois lembre-se mais uma vez do que Jesus disse: "Minhas Palavras são Espírito e são vida", mas a vida da Palavra somente poderá ser despertada naqueles que já trouxeram consigo os genes Dela.

Os Ordenados Para Ouvir

Então para que alguém possa ouvir a Voz de Deus ele precisa primeiro ser um eleito para isso, alguém que já foi ordenado por Deus para ouvir. É por essa razão que alguns andam por vários ismos e diferentes doutrinas, porque não foram ordenados para ouvir a Voz de Deus. Mas todo homem ou mulher que foi predestinado para ouvir a Sua Voz buscará a Ele para sua salvação.

O Caminho Provido Por Deus (01/12/1953) § 75 [sem tradução]

E eu creio que hoje, quando os sinais e maravilhas estão aparecendo em todos os lugares da vinda do Filho de Deus, eu creio que cada homem ou mulher que é ordenado por Deus para ouvir a Voz de Deus, ouve a esse rebocador, eles empurram para a arca tão rápido quanto eles podem ir, ficando em segurança; pois é o caminho provido por Deus para o homem escapar.

Muitos que se dizem cristãos falham em continuar na Palavra porque seguem o caminho errado. Existem dois caminhos para tudo; um é o certo e o outro é o errado, e o homem não pode estar em dois caminhos ao mesmo tempo. Ele não pode dizer que crê em Deus e ao mesmo tempo rejeitar uma parte de Sua Palavra. Ninguém que se diga cristão entrará no reino de Deus seguindo o seu próprio caminho. O único caminho provido por Deus para entrar nesse reino é através da Sua Palavra.

O Caminho Provido Por Deus (01/12/1953) §§ 28-29 [Sem tradução]

Agora, há somente dois caminhos para qualquer coisa: que é o caminho certo e o caminho errado. E estes caminhos são os teus caminhos e os caminhos de Deus. E você não pode estar no seu caminho e no caminho de Deus ao mesmo tempo. Você tem que esquecer o seu próprio caminho para entrar no caminho de Deus. E você tem que sair do seu próprio caminho para entrar no caminho de Deus. Enquanto você estiver no seu próprio caminho, você está fora do caminho Dele. Então abandone os teus caminhos, abandone os teus pensamentos, abandone tudo e confie somente em uma coisa, no Assim Diz o Senhor. Isso é tudo. Então você sabe que você está certo. Embora você não possa ver isso, nenhum dos sentidos dirá que isso está certo, cada um deles dirá que está errado, mas você sabe que está certo, porque Deus disse assim. Isso é o que torna certo. Agora, isso é... o Seu caminho provido tem sido a Sua Palavra; é a Sua Palavra. O caminho provido por Deus para o ser humano para viver não é pelos seus sentidos, é pela Sua Palavra.

Sua Vida Reflete de Onde Você Veio

Então veja que nós somente poderemos refletir de volta aquilo que já se encontra em nós, seja oriundo de um espírito falso ou verdadeiro. A influência que alguém irá receber depende da natureza de cada um que corresponderá ao mundo que pertence, seja ele celestial ou o mundo terreno. Alguém pode até tentar enganar a si mesmo tentando refletir o que não está em si, mas cedo ou tarde sua natureza irá lhe denunciar. Porém um filho ou uma filha de Deus não pode ecoar nada a não ser aquilo que vem de Deus, porque sua natureza é de cima. Como eles são genes da Sua Palavra, eles só podem produzir ou refletir a própria Palavra que os gerou e da qual eles são herdeiros.

Perguntas e Respostas 2 (03/01/1954) § 37

Aqui, como tenho frequentemente dito aqui, na igreja, eu creio que há um como que um círculo onde vivem os seres mortais. E cada um está neste grande ajuntamento de escuridão e trevas. Os mortais vivem aqui. Agora, ou eles são influenciados por este caminho ou por aquele. Você não pode estar aqui como um ser espiritual, pecador ou santo, sem ter uma influência do submundo ou do mundo acima. Se você é influenciado de cima, então você é de cima. Seu corpo celestial o está esperando aqui em cima. (Está falando da teofania) Mas se você é mau e hipócrita, indiferente, seu corpo celestial está aqui embaixo, independentemente do quanto você pensa que está aqui em cima; (Ou seja, ele pode tentar se convencer que é um nascido de novo, mas ele não consegue refletir as atitudes de um salvo) porque o fruto que você produz diante das pessoas prova de onde você é. Então, você é aqui o que você é em um outro lugar. A vida que você vive aqui, está apenas refletindo qual é a sua herança quando sair daqui. Você entende? Nós estamos agora mesmo (oh, quando penso nisto.), nós estamos agora mesmo glorificados na Presença de Deus, crentes nascidos de novo...

Então todo o esforço para vivermos para Deus só terá efeito se primeiro conseguirmos fazer o velho eu morrer no mar Vermelho, para que então possamos conquistar a terra da promessa. Precisamos ter mais do que boas intenções. É preciso morrer para aquilo que somos.

Desde Então (13/07/1962) § 45 [Sem tradução]

Observe como Deus adverte: "Não minta". Então a cada ano novo você assinará uma promessa: "Eu não vou fazer mais isso". Ah, você tem boas intenções. Certamente. O inferno está pavimentado com isso, com boas intenções. Você não acha que... Você acha que é dessa maneira que se faz isso, apenas presume que é assim que você deve fazer. A cada ano novo apenas dizem: "Bem, vou fazer votos de ano novo. Vou escrever todos eles". E antes de dois dias, você acabou quebrando a metade deles. Veja, você não consegue fazer isso. Jogue o seu pacote de cigarros e veja onde eles se acendem. Você joga a sua garrafa em algum lugar e tem a certeza de que ela não se quebre. Coloca isso em uma prateleira e diz à esposa: "Eu não vou mais fazer isso". Diz ao marido: "Nunca mais vou beber". Mas observa o que você faz com isso, porque você vai voltar a isso, como um porco para o seu lamaçal e um cachorro para o seu vômito. Tem que fazer algo diferente. Você deve morrer para a criatura que você é. Vê? Sim senhor.

Prestando Um Culto Racional

O apóstolo Paulo disse que precisamos prestar a Deus um culto racional, e para isso se necessita mortificar os nossos corpos, como Cristo mortificou o Seu, apresentando um culto a Deus por meio da nossa postura de fé.

Romanos 12:1

Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

Apresentar os nossos corpos como sacrifício vivo significa fazer morrer o nosso querer, para que então Deus consiga colocar em nós o querer Dele, e lembrando que tudo o que recebermos no dia do tribunal de Cristo, será conforme o que tivermos feito em nossos corpos.

2 Coríntios 5:10

Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.

Então todo o nosso andar diário deve ser um culto para Deus. Nosso viver deve ser para Ele. Esse é o culto racional que Ele deseja ver nos Seus filhos. Desde o Éden temos o homem tentando apresentar a Deus um culto racional, mas de maneira errada. A adoração podia ser sincera, mas ainda assim estaria fora da Palavra. Isso porque Satanás tenta fazer o homem substituir o culto racional de Deus pelo seu próprio culto racional. Assim como Deus, o diabo também possui um culto racional, literalmente falando, onde ele convence o homem a usar o raciocínio, a razão, ao invés da fé, e essa sempre foi a sua tática.

Desde Então (13/07/1962) § 53 [Sem tradução]

Qual é a tática de Satanás? Raciocínio. "Isso é razoável". E quando você ouvir qualquer coisa que arrazoe contra a Palavra, afaste-se disso. É o diabo. Não me importa quão antiquado isso seja, o quão estranho pareça, quando Deus disse isso, isso está decidido eternamente. Afaste-se de qualquer coisa que arrazoe contra a Palavra.

Se recebermos a Cristo e Sua Palavra teremos em nós o mesmo Espírito e unção que está por trás Dela.

2 Coríntios 1:21-22

Mas o que nos confirma convosco em Cristo, e o que nos ungiu, é Deus, o Qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações.

O homem não tem condições por si mesmo de entender as coisas espirituais de Deus. Ele não pode conhecer o Deus vivo e nem achá-Lo pela sua própria inteligência que ficou limitada pelo pecado, a menos que ele receba a unção de Cristo que vem por meio da Palavra. Portanto se arrazoamos contra a Sua Palavra é porque estamos sendo ungidos por um outro espírito. Assim como Deus nos unge com Sua Palavra, Satanás também possui os seus servos ungidos, e a unção do diabo sempre se manifestou através do arrazoamento.

Satanás e os Seus Ungidos

Desde o princípio o diabo tem tentado convencer a raça humana a arrazoar com a Palavra de Deus. Satanás não discorda da Palavra, mas apenas muda uma pequena fração Dela, para que Ela possa soar da maneira como ele deseja. E assim como o diabo possui uma unção pervertida, ele tem ungido os seus servos, e ele tem feito com que seus ministros atuem dessa mesma maneira. Eles mudam o sentido da Palavra de Deus para que isso possa favorecê-los em algum capricho seu, exatamente como o pai deles fez lá no Éden.

A Maior Batalha Jamais Pelejada (11/03/1962) §§ 209-210

Agora, o que Satanás fez? Satanás tinha os outros ungidos. Agora, Satanás unge os seus servos. Ah, com certeza. Uh-huh. Certo. Ele unge os seus servos. Com o que ele os unge? Com a descrença. Satanás e os seus demônios ungem a humanidade para não crer na Palavra de Deus. Agora, se você quer confirmar isso, abra em Gênesis 3:4. Vamos voltar atrás e ouvir isso, só por um minuto, e ver se essa não é a sua primeira tática. Foi a primeira coisa que ele fez. Ele nunca abandona as suas mesmas táticas. Ele faz isso o tempo todo. Agora, veja se isso - isso é o que é. Agora, ele não discordou da Palavra. Ele apenas a induziu de certo modo a interpretá-La mal só um pouco, sabe, apenas de certo modo fez Ela soar da maneira que ele queria que Ela soasse, sem tomar toda a Palavra.

Todo o homem sente a necessidade de adorar um deus, pois ele foi criado com essa capacidade. Um animal não tem capacidade para adorar, nem tampouco se ajoelha para adorar a Deus. Mas todo homem tem um deus que ele adora. Se ele não adora o Deus vivo e verdadeiro, ele adora um deus de sua própria fabricação, ou as coisas materiais, ou o seu trabalho ou até a si mesmo. Foi dessa maneira que o homem tentou suprir a sua falta por Deus. Mas o lugar de adoração provido por Deus para adorá-Lo foi através do Cristo revelado em Sua Palavra para este tempo do fim.

A Prova da Nossa Fé

Então cada um que vem a Cristo precisa ser provado em sua fé para saber se recebeu aquele mesmo penhor do Espírito que o apóstolo Paulo disse ter recebido. Todo o cristão necessita passar pela prova da sua fé até que ele mesmo seja inteiramente aprovado. Ele precisa passar por uma prova a fim de que a sua verdadeira natureza se manifeste. Nós sabemos que o ouro é purificado pelo fogo até que toda a sujeira seja removida. Se o minério for falso, apenas se parecendo com o ouro, o fogo fará com que se remova cada partícula de sujeira misturada a ele, até ele próprio não existir mais. Mas se o ouro for legítimo, toda a impureza é removida até que o ouro puro fique só.

E quando um cristão passa pela prova da fé, que ocorre por meio da aflição e da perseguição, onde todo o arrazoamento humano é vencido pela Palavra, a única coisa que deve restar ao final da sua purificação é o seu caráter.

Uma Exposição das Sete Eras da Igreja, págs. 316-317

Mas há um ouro de Deus. I Ped. 1:7: "Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa que o ouro que perece." O ouro de Deus é um caráter semelhante ao de Cristo produzido na fornalha ardente da aflição... Portanto é melhor que sejamos agora bem cuidadosos para ver se levamos algo que nos faça retos diante de Deus. Assim, então,o que levaremos conosco? Levaremos o nosso CARÁTER, irmão, é isso que levaremos conosco. Agora, que espécie de caráter você levará consigo? Será que vai ser semelhante ao Dele, cujo caráter foi moldado pelo sofrimento na fornalha ardente da aflição, ou vai ser a debilidade deste povo laodicense sem caráter? Depende de cada um de nós, porque naquele dia cada qual levará a sua própria carga.

Sim, e como já vimos, cada um receberá conforme as obras más ou boas que tiver feito por meio de seu corpo. Nós estudamos faz algumas semanas um estudo do irmão Brian Kocourek onde ele disse que embora a salvação seja de graça, os galardões serão entregues conforme as nossas obras, como um resultado da nossa perseverança na Palavra de Deus.

É Deus em Nós Que Faz as Obras

Porém embora essas obras possam ser recompensadas, elas não são feitas por ninguém mais a não ser pelo próprio Cristo no crente, pois Jesus disse que as obras que o Pai fazia por intermédio Dele, também seriam manifestadas em cada um que cresse na Palavra e recebesse a mesma vida-Germe da Palavra, e isso porque já não seria mais um homem, mas Deus no homem fazendo aquelas obras.

A Palavra Falada é a Semente Original Nº. 1 (18/03/1962) § 196

Quando o Espírito de Deus rega a Semente de Deus, a Palavra de Deus, Ela produz Deus. E não é o indivíduo. É Deus, (por quê?) você está morto. Não é mais você mesmo. Você se considera morto, esvaziado, esperando pela Semente-Germe. Então, o que é isso? Isso não é mais você; não é o homem. É Deus no homem.

Atitude e Quem e Deus (15/08/1950) §§ 20-21

E a própria Deidade vive no homem. O Criador, que criou os céus e a terra, vive na espécie humana. ...A Bíblia diz: "Somos filhos e filhas de Deus". Suas primícias. Agora então somos algo como Deus era. Jesus mesmo disse: "Está escrito: 'Sois deuses'. Escrito em vossa lei". Nós nos tornamos uma parte de Deus, um filho de Deus por adoção através de Jesus Cristo.

O que o irmão Branham está querendo nos dizer é que se Deus é um Ser sobrenatural, então nós também somos sobrenaturais; se Deus é eterno, somos eternos com Ele; se Deus é santo, somos santos como Ele é; se Deus é Criador, somos igualmente pequenos criadores; se Ele é Deus, então somos pequenos deuses. Tudo isso porque somos participantes da Sua natureza divina, como o texto de Pedro que lemos no princípio.

2 Pedro 1:4

Pelas quais Ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.

O irmão Branham disse que ser um participante da natureza divina de Cristo é uma das conseqüências para aqueles que passaram pela correção e experimentaram o novo nascimento.

A Aproximação a Deus (23/01/1955) §§ 38-39

Se os pais terrenos querem que façamos bem, que tal o nosso Pai celestial, o Senhor Jesus? Ele tem que nos corrigir. E as Escrituras dizem: "Se não podemos suportar a correção ou um castigo, a correção de um filho, então nos tornamos filhos ilegítimos e não filhos de Deus". Vê? Se você realmente nasceu de novo, entenda agora, se você realmente nasceu de novo, não há nada que possa separar você de Deus. Isso mesmo. "Nem fome, perigos, provações, sofrimento, morte, nada pode nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus." Você diz: "Bem, eu comecei a ser um cristão uma vez. Tudo começou desse jeito, e daquele jeito, e eu pensei: 'Que coisa, eu estava melhor do outro lado'." Você nunca veio a Deus, irmão. Se você alguma vez veio realmente a Deus e experimentou os dons celestiais de Deus, sendo participante da Sua natureza Divina, ora, você não poderia mais se tornar um pecador novamente, incrédulo, não mais do que um pé de milho poderia se tornar um joio. Isso mesmo. É a sua natureza. Você é feito assim. Você veio pela aproximação correta. Você que vem pela sua própria aproximação, venha pela aproximação provida por Deus uma vez e veja o que acontece.

Dizer que somos participantes da natureza de Cristo significa ser impossível retroceder ao nível espiritual de antes, porque ninguém que nasceu de novo pode voltar para a morte. Uma vez participante da natureza de Cristo não é mais possível alguém se desviar, regredir na fé ou mesmo voltar àquela mesma vida de pecado antes de ter atravessado o mar Vermelho.

A Posição de Um Crente em Cristo (27/02/1955) § 33

Olhe para isso, machucado, ferido, pisado, abriu-se o Seu lado com uma lança romana, a fim de que pelo Espírito Santo nós pudéssemos ser batizados em Seu corpo, participantes da Sua natureza Divina. Você entendeu? Então você se torna um participante, depois de entrar em Seu corpo, um participante da Sua natureza Divina: a natureza de Cristo em você. Como você pode enganar, roubar, mentir, desviar-se, fazer proselitismo e tudo mais com a natureza Divina de Cristo em você? É impossível.

E da mesma maneira, somente alguém que é participante dessa natureza divina é que pode crer em toda a Palavra de Deus.

Companheirismo Com Deus Através da Reconciliação (20/01/1956) § 39 [Sem tradução]

O homem não pode salvar você, quando o homem só pode fazer um apelo ao altar, mas é sua fé individual ou pessoal e confiança em Deus para mergulhar debaixo do Sangue, e ser cheio do Seu Espírito, e se tornar um participante do Divino, não um participante da igreja, um participante do Divino. A natureza Divina mudando a sua própria natureza vil para uma natureza que ama a Deus, que crê em cada Palavra que Ele disse que é a verdade e a aceita como o seu próprio presente pessoal de Deus.

Enfim, quem é participante da natureza divina de Cristo torna-se uma nova criatura.

A Unidade de Deus em Uma Única Igreja (21/12/1958) § 99

E Deus Se assenta no trono do seu coração em Sua sala de controle, controlando suas emoções e controlando suas forças, controlando suas concepções e tornando-se um com Ele em comunhão e amor. E Deus te enche de amor. Ele te enche de poder. Ele te enche com o Espírito. Ele te enche com a Sua própria Natureza Divina e Ele muda a sua natureza carnal para a Sua Natureza. Então, nisto, você se torna uma nova criação em Cristo.

A Estatura de Um Varão Perfeito (14/10/1962) § 74

Através desse Sangue nós somos purificados. E agora o nosso sangue, a nossa vida, que veio através do desejo sexual, trouxe a nossa vida ao mundo. O Sangue de Jesus Cristo nos purifica, muda nossa natureza, enviando sobre nós o Espírito Santo; então nos tornamos na natureza Divina de Deus, então nos tornamos uma morada para Deus. Jesus disse: "Naquele dia sabereis que Eu estou no Pai e o Pai em Mim; e Eu em vós e vós em Mim". Vê?