Ressuscitados Com Cristo

16/04/2017

Ressuscitados Com Cristo

16 de abril de 2017

Diógenes Dornelles

Romanos 8:1-10

Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne; para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele. E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.

O Significado da Páscoa

Assim como Cristo, nós também precisamos passar por uma "páscoa", ou seja, precisamos passar por uma morte e ressurreição.

O irmão Branham cria que o verdadeiro sentido da páscoa para um cristão é saber que ele morreu com Cristo na cruz e que suas dívidas foram totalmente pagas e que agora ele tem também ressuscitado com Cristo. Foi exatamente isso que ele disse em seu último sermão de páscoa.

Ao Nascer do Sol (18/04/1965) §§ 321-323

Somos redimidos por Ele e agora ressuscitados com Ele. Isso é o que a Páscoa significa para o povo: ressuscitados com Ele. Observe. Agora, temos o Seu Espírito em nós, o documento de Propriedade, totalmente pago. Não, você não diz: "Bem, eu espero que eu faça isso". Você já fez isso. Não "eu vou fazer isso". "Eu já fiz isso". Eu nunca fiz isso; Ele fez isso para mim. Vê? Não eu, Ele. "Bem, irmão Branham, eles dizem..." Eu não me importo com o que eles dizem por aí; Ele fez isso por mim. Isso é tudo o que eu quero, com o que me importo. Eu só quero vê-Lo manifestado. Como você pode fazer isso? Invocá-Lo? Ele está em você. Vê? Ele está em você. "Bem, então, Senhor, se eu puder me afastar do caminho, Tu podes manifestar... a mim mesmo. Como podes Tu fazer isto, porque Tu o ordenaste assim: 'Tudo o que o Pai Me deu virá'." Note. Glória.

O desejo do crente é ver agora Cristo manifestado, e a maneira como Ele tem Se manifestado hoje é vivendo no próprio crente pelo Seu Espírito atuando através de nós e controlando o nosso ser. Podemos ficar nervosos, receosos e sermos atribulados, mas o Espírito de Cristo nos dá todo o controle emocional que precisamos para superar cada desafio que nos sobrevém. Não precisamos invocá-Lo para vir até nós porque Ele está em nós, temos o Seu Espírito em nós. "Redimir" significa ser levado de volta para onde estava, então se fomos redimidos, isto significa que nós voltamos para onde estávamos no princípio. Portanto já estamos ressuscitados e assentados em lugares celestiais juntamente com Ele.

Meu Redentor Vive (10/04/1955) §§ 36-38

Morto com Ele, enterrado com Ele, e ressuscitado com Ele! Ressuscitado com Cristo na ressurreição! Esta nova esperança que Deus colocou em nossos corações, hoje, esta nova segurança! É uma esperança para aqueles que estão aguardando ansiosamente o tempo. Porém quando um homem ou mulher já ressuscitou, é "sei que sim" agora. "Eu sei que o meu Redentor vive. Por quê? Ele vive dentro de meu coração." Não é maravilhoso hoje que todas as sombras se dissiparam? Todas as... "Bem, eu espero ressurgir na ressurreição." Não mais "espero." Nós temos a segurança! Isso é tudo. Nós sabemos disso. Não mais "espero que sim." Porque algo aconteceu em nossas vidas, que tirou todas as sombras, quando Cristo, o Ressuscitado, veio até nossas condições pecaminosas em que nos encontrávamos. E as velhas coisas morreram, na crucificação com Ele, no altar. E nós ressuscitamos com Ele, e vivemos com Ele e reinamos com Ele. "E assentados agora em lugares celestiais em Cristo Jesus." Nós já ressuscitamos com Ele. A ressurreição já passou, quanto a nós, porque nós estamos agora ressuscitados com Cristo. Amém. "Assentados em lugares celestiais em Cristo Jesus."

Conversão é Morrer Para Si Mesmo

O irmão Branham ensinava que a verdadeira conversão não se verifica com uma vida religiosa, com o tipo de igreja ou tabernáculo que alguém frequenta, mas com uma vida que esteja identificada com a morte de Cristo, procurando não viver mais para si mesmo, mas para Aquele que por ele morreu e ressuscitou.

Perguntas e Respostas 9 (28/06/1959) §§ 46

Agora, nós tomamos errado a palavra "conversão" hoje. Dizemos que um homem que se converte é um homem que parou de beber e tudo mais e que vai à igreja, ou se junta à igreja. Ele pode se juntar à igreja, mas isso não é sinal de que ele se converteu. Ele não se converteu até que a sua antiga vida esteja morta, e esteja sepultado em Cristo, e ressuscitou com Ele na ressurreição da novidade de vida, quando o Espírito Santo criou nele uma esperança viva da Vida Eterna que só vem através do Espírito Santo.

Então essa é a páscoa que todos deveriam celebrar que é a morte e ressurreição de si mesmo e não apenas de Cristo, pois de que serve alguém recordar e celebrar que Cristo morreu e ressuscitou se ele mesmo não passou ainda por este mesmo processo? Será que todos os que se dizem cristãos podem celebrar a passagem da sua própria páscoa além da que Cristo passou? Pois se alguém continua ainda sendo o mesmo sem ter experimentado uma novidade de vida o que há para celebrar? De que serve para alguém que se diz cristão celebrar a páscoa de Cristo se ele mesmo ainda não experimentou a sua própria páscoa? Infelizmente muitos que se dizem ser cristãos preferem experimentar apenas um ovo de chocolate ao invés de experimentar a mortificação de si mesmo. É por essa experiência de páscoa que todos deveriam estar buscando e não por um ovo de chocolate. A páscoa do mundo é doce e agradável, mas a páscoa de Cristo é amarga e dolorosa, e poucos são as que a buscam.

Tudo Está Sujeito aos Nossos Pés

O irmão Branham disse que quando estamos mortos e ressuscitados com Cristo nada mais pode nos controlar, nem mesmo a própria morte, porque tudo está sujeito aos nossos pés, inclusive ela.

A Maneira de Um Verdadeiro Profeta (13/05/1962) §§ 64-65

Não há mais nenhum incômodo. A morte não é nada. Nós a temos. Ela é nossa. Ela não pode me controlar. Eu a controlo. Como? Através Daquele que me fez um vencedor, porque eu já venci a morte. Como eu fiz isso? Por crer Nele. Vê? A morte está no pecado, na incredulidade. Eu não sou um incrédulo. Eu sou um crente. Eu ressuscitei dessa coisa, ressuscitado. Isso é o penhor de toda a minha completa ressurreição física, espiritual, de tudo. Sim senhor. Você entendeu? [A congregação diz: "Amém". - Ed.] Portanto, temos a morte sob nosso controle, por meio de Jesus Cristo, que venceu a morte, o inferno, a sepultura, a doença, a tristeza e tudo mais, triunfou sobre todos. E agora estamos ressuscitados com Ele, assentados em lugares celestiais, espiritualmente falando, em Cristo Jesus, com todas as coisas debaixo de nossos pés. Até mesmo a ressurreição física está debaixo de nossos pés, porque estamos em Cristo.

Sepultados Para a Ressurreição

Nós já vimos em outra ocasião que o mesmo Poder Vivificador que nos permite nascer de novo é o mesmo que também nos permite morrer para nós mesmos. Para recebermos o poder vivificador nós precisamos primeiro estar mortos para tudo, para que ele então nos ressuscite. Portanto é esse mesmo Poder Vivificador que nos permite viver para Deus que também nos auxilia a morrer para todos os sistemas do mundo, levando-nos a uma maturidade.

O Lugar de Adoração Provido por Deus (25/04/1965) § 156

E Deus potencialmente já nos ressuscitou. O Poder Vivificador que nos levantou de uma vida de pecado, e mudou nosso ser, já tem potencialmente nos ressuscitado em Cristo Jesus, no qual a ressurreição nos trará à plena maturidade.

Então veja que nós somente poderemos ressuscitar com Cristo se primeiro formos sepultados com Ele.

Deixando Escapar a Pressão (18/05/1962) § 57

Ele foi a nossa morte substituta. Quando percebemos que não é a nossa justiça, mas a Dele, e quando nós O aceitamos como um Salvador pessoal, então vamos para a sepultura com Ele no batismo e nós morremos com Ele. Se você não morrer, você não deveria ser sepultado. Então quando você está morto para o - e confessa os seus pecados, e chama a si mesmo de um pecador, e pede misericórdia, e é sepultado com Cristo no batismo, também somos ressuscitados com Ele na ressurreição.

Já Estamos Mortos

Um cristão não pode mais morrer porque ele já está morto e ressuscitado em Cristo, e uma vez que você morre em Cristo você não pode mais morrer.

Fale à Rocha (15/11/1951) §§ 2-3 [sem tradução]

Afinal o que é a vida? Nós simplesmente não sabemos quanto tempo irá durar, simplesmente poderia ir embora esta tarde; esta pode ser a nossa última vez juntos. Você sabia disso? Mas se é ou se não é, não podemos perder. Não há maneira de o cristianismo perder, não é mesmo? Você simplesmente não pode perder, não importa o que você faça. Não há nenhuma perda no cristianismo. Se eu viver, eu ganho; se eu morrer, eu ganho. Se... Bem, eu disse morrer. Eu não posso morrer. Enquanto eu tiver alguma Vida Eterna em mim, eu não posso morrer. Você sabia disso? Você não pode morrer. Não existe tal coisa como morte para um cristão. Não há nenhuma Escritura na Bíblia que diz que um cristão morre. Muito pelo contrário, estamos todos vivos. Jesus disse: "Aquele que crê em Mim tem a Vida Eterna". Isso está certo? Como pode ter um fim se for eterno? Vê? "Aquele que ouve as Minhas Palavras e crê Naquele que Me enviou tem a Vida Eterna e não entrará em condenação, mas passará da morte para a Vida". Isso é verdade. Portanto, nós não podemos morrer, e não podemos deixar de existir. Nós sempre seremos.

Então essa é a segurança do crente, que é saber que ele não pode morrer porque ele já está ressuscitado com Cristo.

Deixando Escapar a Pressão (20/05/1962) § 24 [Sem tradução]

Você pode ser perseverante, porque... Nós não podemos morrer; já estamos mortos. Nós temos o penhor da nossa salvação agora, porque estamos ressuscitados com Ele, ressuscitados com Ele e assentados nos lugares celestiais agora mesmo com a segurança.

Pondo Toda a Armadura de Deus (07/06/1962) § 66 [sem tradução]

Nós... A Bíblia diz que não lutamos com apoios, carne e sangue; mas lutamos contra os poderes espirituais. Agora, se você apenas entendesse isso, como eu disse há pouco, nós estamos ressuscitados com Ele agora. Você não vai morrer. Você já está morto. Vê? Mas nosso espírito está vivo Nele. Portanto não estamos lutando contra coisas naturais e científicas; estamos lutando contra o poder espiritual.

Uma Vida Com Autoridade

Dizer que estamos ressuscitados e assentados nos lugares celestiais com Cristo significa que Ele nos permite viver uma vida com autoridade. Nós não nos tornamos dependentes de ninguém mais a não ser de Cristo, pois somente Ele é o nosso mediador com Deus. Você não depende da autoridade de um homem porque você mesmo passa a ter autoridade com Cristo.

Sou Eu Não Temais (11/06/1962) §§ 79-80 [Sem tradução]

Bem, então se Ele é o mesmo Sumo Sacerdote, e se você puder tocá-Lo... Você diz: "Irmão Branham, eu vou subir e tocar no irmão Bigby". Bem, seria bom mostrar seu companheirismo, ou o seu amor para o irmão Bigby. "Irmão Branham, eu vou tocar em você". Bem, isso seria bom, mas não há virtude em nós. Nós somos homens. Qualquer um desses ministros aqui, nós somos homens. Então não faria nada de bom vir até aqui. Mas por que você não se lembra de que você está ressuscitado com Ele, e que você está assentado com Ele, no conselho de Deus, Cristo? Você está assentando com Cristo agora. Toda autoridade está com você. Então por que você, pela fé, simplesmente não toca em Sua veste?

Nós não temos poder, mas nós temos autoridade, que vem do poder de Cristo. Quando estamos mortos e ressuscitados com Cristo, Ele passa então a operar a Sua vontade através de nós. Mas você não terá nenhuma autoridade sobre o diabo até que você esteja morto para si mesmo e ressuscitado com Cristo.

Mostra-nos o Pai e Nos Bastará (22/07/1962) § 67 [Sem tradução]

Como agradecemos ao Senhor de que Ele permanece Deus; enquanto nós O agradecemos porque Ele - Ele deu o Seu Filho unigênito, o Seu Filho unigênito, para trazer muitos filhos ao mundo, para que Ele Se mostrasse vivo hoje, Jesus morreu, o Filho unigênito de Deus, para que Ele possa nos tornar filhos adotados, para que Ele possa operar a Sua vontade através de nós. Quão vergonhosos deveríamos estar, de sermos filhos de Deus e deixarmos que o diabo nos empurre por aí como ele faz. Nós temos os direitos; já estamos ressuscitados com Ele. Você diz: "Você tem poder?" Não senhor. Nós não temos nenhum poder, mas nós temos autoridade. Há muita diferença entre poder e autoridade. Cristo tem o poder. Alguém me perguntou há algum tempo... Um precioso irmão me encontrou na rua. Ele disse: "Irmão Branham, você é o Nome de Jesus?" Eu disse: "Eu sou o servo de Jesus, eu sou Seu servo".

Porém a autoridade que temos vem de Deus. Tudo está sujeito aos nossos pés porque antes Ele mesmo sujeitou tudo a Si próprio. E nós fomos mudados de posição. Fomos mudados de uma posição derrotada para uma posição vencedora.

Confirmação e Evidência (21/06/1962) § 40

Agora, olhe para onde você estava. Agora, olhe de onde você tem ressuscitado para agora. Então você morreu com Cristo. Você foi sepultado em Seu Nome. Você ressuscitou com Ele na ressurreição. Espiritualmente esta noite, de acordo com a Palavra, nós estamos agora ressuscitados com Ele, assentados em lugares celestiais em Cristo Jesus, com cada demônio conquistado sob os pés Dele, assentados na Presença do Senhor Jesus. Oh, se isto não deveria fazer você se agarrar em algo, ao vê-Lo com a mesma evidência, a mesma fé que uma vez foi dada aos santos, agora em operação, fazendo as mesmas coisas hoje, que Ele sempre fez. Ver a aparição do Senhor Jesus entre nós; e olhando para trás e ver onde nós antes estávamos, e onde nós estamos agora. Nós estávamos mortos e agora nós estamos vivos. E tão certo como nós estamos mortos e sepultados com Ele, nós ressuscitamos com Ele; pois nós nos levantamos de lá. Amém.

A Inimizade Contra Deus

Então nós conseguimos entender até aqui que um cristão não pode viver uma vida vitoriosa e com autoridade enquanto não morrer para si mesmo. O apóstolo Paulo disse que aqueles que não morreram e ressuscitaram com Cristo estão inclinados para a carne, o qual é morte e inimizade contra Deus.

Romanos 8:5-10

Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele. E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.

Dizer que o corpo está morto significa que você morreu com Cristo, não sendo mais escravo dos seus próprios desejos, mas agora passa a ser servo do Cristo que vive em você. Observe que o apóstolo Paulo está falando aqui de um relacionamento com Deus, onde você está tão absorto nessa relação com Ele que nem sequer pensa em si mesmo, mas todos os seus pensamentos são de Deus.

Conhecendo e Experimentando

Agora, essa justiça ou sabedoria correta que nos dá vitória sobre si mesmo vem de um certo tipo de "conhecimento", cuja palavra grega para esse conhecimento é "ginosko", que é um conhecimento experimental que recebemos por ter um relacionamento íntimo com Deus como nosso Pai.

No tabernáculo de Betim em Minas Gerais nós tratamos sobre o Poder Vivificador na igreja, e lá nós mencionamos a ocasião em que Nicodemos pensava estar compreendendo o ministério de Jesus, quando o Senhor lhe corrigiu dizendo que a menos que ele nascesse de novo jamais poderia entender o reino de Deus e ter uma visão profunda sobre o mover de Deus naqueles dias. Ele precisaria ir além do conhecimento intelectual, chegando a uma experiência real com Deus e de Sua Palavra por meio do novo nascimento.

Também na ocasião conheci um irmão que disse estar se corrigindo em suas atitudes de tão logo entender sobre um determinado assunto tentar forçar de todas as maneiras as pessoas a crerem da mesma maneira que ele. Eu lhe disse que ninguém deveria estar compartilhando de uma fé, até que ela tenha sido satisfatoriamente absorvida em sua própria mente e espírito. O eleito precisa ter não somente um conhecimento intelectual sobre um assunto, mas deve também aplicar aquele conhecimento em sua própria vida. A partir deste ponto ele estará obtendo um conhecimento muito mais amplo, e desde então ele estará em condições de comunicar um conhecimento que não estará limitado apenas a uma informação mental, mas em algo que ele mesmo experimentou, e assim, o seu testemunho de fé será bem mais completo.

Paulo não pregou o evangelho da graça até que se passasse pelo menos três anos estudando o que lhe foi revelado e absorvendo tudo de modo prático. Foi somente assim que ele posteriormente pôde sair para dar testemunho do que aprendeu e estar disposto inclusive a dar a sua própria vida por isso, pois ele mesmo precisou morrer para si a fim de que ele ressuscitasse com Cristo e deixasse que Ele Se manifestasse em seu minsitério. Portanto a melhor forma de se dar testemunho da Palavra é não basear-se somente em uma informação recebida, mas em uma prática de vida diária que lhe dá uma convicção íntima de que isso é a verdade. Você não somente estará disposto a falar e viver por essa Palavra, mas de até mesmo morrer por Ela, se necessário, embora a morte não tenha mais domínio sobre nós, porque os que nasceram de novo não podem mais morrer. É por essa razão que todos os cristão precisam passar por uma páscoa pessoal de morte, sepultamento e ressurreição.

A Semente Exemplo

Nós vimos a pouco o irmão Branham dizer que Deus enviou o Seu Filho unigênito para nós a fim de produzir muitos outros filhos para Deus. e não somente somos filhos de Deus mas a própria Vida que está em nós é a mesma Vida do Filho unigênito. Maria recebeu a vida de Deus em seu ventre e ela gerou o Filho de Deus, e da mesma maneira nós recebemos a Vida da Palavra de Deus no ventre de nossa mente e produzimos a Vida do Filho de Deus em nós.

A Palavra Falada é a Semente Original Nº. 1 (18/03/1962) § 180

O Filho de Deus foi a Sua Semente exemplo. (Do inglês "example Seed", que também poderia ser o Seu "Descendente exemplar") E o que Sua Vida foi quando o Espírito derramou sobre Ele após o Seu batismo. E o Espírito Santo veio sobre Ele. A própria Vida que Ele produziu, bem, esse mesmo Espírito regador do Espírito Santo produzirá o mesmo tipo de Vida, fazendo a mesma coisa que Ele fez; se é a mesma Semente. A Semente do Filho de Deus produzirá uma Semente de filho de Deus.

Então veja que a Vida Germe de Deus não pode ficar escondida no crente, mas ela tem que se manifestar, se realmente a Vida de Deus estiver nele. Se a mesma Vida Semente que estava no Filho de Deus estiver em um crente então essa Vida produzirá um filho de Deus. E é dessa forma que podemos ver Cristo manifestado em nós, se sairmos do caminho para morrer para nós mesmos e deixarmos que Ele viva e Se manifeste em nós.

Engravidados Pela Palavra

O irmão Branham disse que nós contornamos a nossa teofania e viemos à terra para ser provados e testados, mas Jesus não contornou Sua teofania e, portanto, Ele conheceu Sua posição na família e o Seu relacionamento com Seu Pai. E é por isso que Ele viveu a vida que Ele viveu. Jesus veio ao mundo sabendo que Ele era Filho de Deus e sabia como deveria atuar como um Filho Seu deveria. Agora o mesmo Espírito que estava no Filho está em nós para que possamos agir como filhos de Deus. Portanto para agirmos como filhos precisamos ser engravidados pela Semente-Palavra de Deus no útero de nossas mentes.

A Palavra Falada é a Semente Original (18/03/1962) § 253

Oh, povo, Deus o abençoe! Ouça-me! Eu não posso crer em nada a não ser na Palavra de Deus. Eu quero que Ela seja a minha vida, tudo o que eu sou. Eu quero que você faça o mesmo. Deixe que os seus caminhos, suas conversas, seus movimentos, tudo que você faz, seja na Palavra de Deus. Deixe a mente de Cristo entrar em você, e - e isso engravidará você com a Palavra. Se você não fizer isso, se você deixar a mente da denominação entrar, você será um grávido denominacional. Se você deixar a mente de Cristo entrar em você, Ele não pode negar Sua própria Palavra, porque Ele é Deus. Seja grávido com a Palavra e creia. Não me interessa se eles põem você para fora, expulsam você, correm você, e cada porta seja fechada, você vai passar pela mesma coisa. Amém.

Então a única maneira de Cristo Se manifestar através de nós é termos a Sua Palavra e o Seu Espírito. Nós já entendemos que precisamos morrer para que Cristo Se manifeste. Portanto se o que estivermos confessando for os nossos próprios pensamentos, Cristo não poderá Se manifestar em nós.

A Palavra Falada é a Semente Original 1 (18/03/1962) §§ 168-170

Então somos a Palavra de Deus manifestada. É assim que Deus deseja a Sua Igreja: para manifestar a Si mesmo. (Mas veja que você jamais conseguirá isso se desejar defender uma outra doutrina ou pensamento próprio.) Como pode Ele Se manifestar a não ser que a Sua própria semente esteja naquela pessoa? (Isso quer dizer que se alguém manifestar outra coisa diferente da Palavra de Deus ele estará também manifestando uma outra semente.) Como pode você usar o seus próprios pensamentos e Deus Se manifestar através de você? Como pode você tomar a sua própria crença e dizer: "Bem, o meu pastor ensina... o meu... o meu... o meu credo diz que isto... Dias de milagres..." como você fará isso e então ser um filho de Deus manifestado? Como você fará isto? A morte de Jesus não significou nada para você. (Pois você mesmo ainda não morreu; a tua "páscoa" não foi além dos ovos de chocolate) "Oh, eu O aceito... meu Salvador". Você não aceita! Você diz que aceita, mas você não aceita! Suas obras provam o que você é. Jesus diz a mesma coisa.

A Palavra Falada é a Semente Original Nº. 1 (18/03/1962) § 196

Quando o Espírito de Deus rega a Semente de Deus, a Palavra de Deus, Ela produz Deus. E não é o indivíduo. É Deus, (por quê?) você está morto. Você não é mais você mesmo. Você se considera morto, esvaziado, esperando pela Semente-Germe. Então, o que é isso? Isso não é mais você; não é o homem. É Deus no homem. É a Semente-Germe, como no princípio, a Palavra falada. É a Palavra de Deus manifestada no homem. Então não é o homem; é um homem que está morto. (...) Então deixe Deus plantar a Sua própria Vida em você, então não é mais você. É a vida de Deus, porque é a Palavra de Deus regada pelo Espírito Santo que produzirá a mesma coisa.

Mas para que Deus esteja no homem é necessário que esse homem tenha estado primeiro nos pensamentos de Deus, do contrário ele nunca poderá morrer para si mesmo e ressuscitar com Cristo. Portanto estamos inevitavelmente nos referindo à predestinação. A menos que alguém seja um predestinado, Cristo jamais poderá viver nele e assentá-lo e lugares celestiais. Somente os eleitos é que podem passar por uma páscoa de morte e ressurreição.

Quem é Este Melquisedeque? (21/02/1965) §§ 68-69

Você veio como Adão, como eu. Você se tornou do atributo à carne para ser tentado. Porém quando esta vida estiver terminada aqui... "Se este tabernáculo terrestre se desfizer, temos um já esperando." Esse é para onde vamos; isso é a Palavra. (Ou seja, um corpo-Palavra, é assim que o irmão Branham entendia a teofania, que é o nosso corpo celestial) Então podemos olhar para atrás e ver o que fizemos. Agora não o entendemos. Nunca temos nos tornado a Palavra; só nos tornamos o homem-carne, não a Palavra. Porém... E parece claramente, isso deixa claro que você nunca será a Palavra a menos que você tenha sido um pensamento no princípio. Isso prova a predestinação de Deus. Vê? Você não pode ser a Palavra a menos que seja um pensamento. Você tinha que estar no pensamento no princípio. Mas veja, a fim de suportar a tentação, você teve que contornar a teofania; (Isso quer dizer que Adão veio sem sua teofania também. Portanto ele veio ao mundo já sujeito à tentação e ao pecado) teve que descer aqui em carne para ser tentado pelo pecado. E então se você pecar... "Todos que o Pai tem Me dado virão a Mim, e Eu os levantarei no último dia."

O irmão Branham disse que antes da fundação do mundo os nossos nomes estavam colocados no Livro da Vida do Cordeiro, e que viemos a este mundo sem nossas teofanias, a fim de sermos tentados. Nós ainda não temos nossos corpos teofânicos, mas quando nossos corpos físicos recebem o Espírito de Deus, que é a Vida Imortal dentro de nós, essa Vida lança esse corpo em sujeição a Deus. Não temos mais que dizer: "Oh, se eu pudesse parar de beber, se eu pudesse parar de fumar". Basta entrarmos em Cristo, porque se estamos mortos e ressuscitados em Cristo, nossos corpos mortais devem de estar sujeitos ao Espírito e não mais às coisas do mundo. Nossos pecados foram enterrados no batismo e agora somos uma nova criação em Cristo. O Seu Poder Vivificador conduz nossas vidas para sermos como Ele é e fazermos Suas obras.

O Testemunho do Espírito

Romanos 8:13-16

Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.

Em outras palavras, uma pessoa não regenerada só consegue viver para si mesma, porque não há uma vida superior para viver em seu corpo. Mas o crente nascido de novo tem o seu corpo mortal vivificado pelo Espírito de Deus, e o seu espírito e alma foram ressuscitados e o seu corpo foi potencialmente ressuscitado.

Quando Paulo disse que o Espírito testifica com o nosso espírito de que somos filhos de Deus ele não está dizendo que o nosso espírito está testemunhando do Espírito de Deus, mas que o próprio Espírito de Deus começa a testemunhar com o nosso espírito de que realmente somos Seus filhos. Agora, como o Espírito de Deus testemunha com o nosso espírito? Tendo a natureza Dele em nós.

Quem é Este? (22/11/1959) § 16 [Sem tradução]

Se você nasceu do Seu Espírito, você tem a natureza Dele em você.

E essa natureza de Cristo dá testemunho dentro de nós de que somos Dele.

O Testemunho de Uma Verdadeira Testemunha (05/11/1961) § 172

Isso é o que nós necessitamos. Isso é o que a igreja necessita. Isso é o que estes, cento e setenta milhões de cristãos professos ao redor do mundo, necessitam, é de um outro pentecostes! Não voltar e estudar vinte e cinco anos; porém um enchimento do Espírito Santo, uma testemunha do lado de dentro de você, testificando da ressurreição de Cristo, e para a Palavra de Deus. "João permaneceu na ilha de Patmos, pela Palavra de Deus, o registro da Palavra de Deus."

Então é dessa maneira que o Espírito de Deus em nós testifica com o nosso espírito. Porque o Seu Espírito habita em nós em você te levará a uma vida digna da Vida Dele vivendo em você.

Hebreus Capítulo Dois Nº 1 (25/08/1957) §§

Quando Elias se colocou no monte, e ele disse: "Se eu for um homem de Deus, que fogo caia do céu e consuma vocês",Deus deu testemunho de que ele era um homem de Deus. Deus sempre dá testemunho. Sua vida testemunhará. Eu não sei qual é o seu testemunho, mas a sua vida fala tão alto, sua voz não pode ser ouvida. Mas o seu - o seu viver, sua vida cotidiana testemunhará o que você é. Deus testifica. Sim, O Espírito Santo é um selo, e um selo toma ambos os lados do papel. Eles vêem você de pé aqui e o vê quando você vai embora, não só na igreja, mas em todos os dias no trabalho. Você está selado em ambos os lados: por dentro e por fora. Pela alegria que você tem e pela vida que você vive, você está selado por dentro e por fora que você sabe que está salvo, e o mundo sabe que você é salvo pela vida que você vive, pois Deus testifica. (Seu Espírito em nós dá testemunho de que somos filhos Dele) Bendito seja o Seu Santo Nome.

A Manifestação dos Filhos de Deus

Depois o apóstolo Paulo diz:

Romanos 8:19

Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus.

O irmão Branham explicou isso dizendo que é uma obra-prima que Deus vem edificando há dois mil anos.

A Obra-Prima (05/07/1964)

Agora, por quase dois mil anos, Deus tem feito novamente para Ele uma obra-prima.

Os filhos de Deus vêm aparecendo ao longo das eras da igreja, porém a grande expectação da criação é de ver algum dia a grande manifestação dos filhos de Deus que se dará quando ocorrer a ressurreição dos santos e a sua união com Cristo, que é quando ocorrerá também a redenção dos seus corpos.