Vivendo o Cristianismo

14/01/2017

Vivendo o Cristianismo

14 de janeiro de 2017

Francisco Morato-SP

Diógenes Dornelles

Romanos 6:8-11

Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com Ele viveremos; sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre Ele. Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor.

O apóstolo Paulo está nos dizendo que aquele que vive para Cristo está na verdade morto para o mundo, mas vive eternamente para Deus, da mesma forma como o Seu Filho unigênito morreu uma vez, mas hoje também vive eternamente para Ele. Jesus ressuscitou uma vez para nunca mais ter que provar a morte. Quando Ele morreu no madeiro, cada filho eleito que sequer veio ao mundo ainda, já morreu com Ele naquele dia por representação; e quando Deus ressuscitou a Seu Filho, todos os que ainda viriam um dia a este mundo para confessar a fé cristã, já ressuscitou com Ele para viver em novidade de vida. Portanto para se viver o cristianismo é preciso que o próprio Cristo viva no cristão. É isso que possibilita ao eleito de Deus viver como um cristão, não somente aqui, mas por toda a eternidade.

Não Há Morte Para Um Cristão

Desta forma podemos afirmar com base nas Escrituras, de que não existe realmente morte para um cristão. Na verdade não há qualquer perda para o cristão, porque não pode haver nenhum tipo de perda no cristianismo, pois quer vivamos, quer morramos, somos vencedores pelo Sangue do Cordeiro, pois Ele mesmo disse: "Quem crê em Mim tem a Vida eterna".

Romanos 14:7-9

Porque nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si. Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor. Porque foi para isto que morreu Cristo, e ressurgiu, e tornou a viver, para ser Senhor, tanto dos mortos, como dos vivos.

Então enquanto houver uma Vida eterna no cristão ele jamais poderá morrer.

Fale a Rocha (15/11/1951) §§ 2-3 [sem tradução]

Afinal o que é a vida? Nós simplesmente não sabemos quanto tempo irá durar, simplesmente poderia ir embora esta tarde; esta pode ser a nossa última vez juntos. Você sabia disso? Mas se é ou se não é, não podemos perder. Não há maneira de o cristianismo perder, não é mesmo? Você simplesmente não pode perder, não importa o que você faça. Não há nenhuma perda no cristianismo. Se eu viver, eu ganho; se eu morrer, eu ganho. Se... Bem, eu disse morrer. Eu não posso morrer. Enquanto eu tiver alguma Vida Eterna em mim, eu não posso morrer. Você sabia disso? Você não pode morrer. Não existe tal coisa como morte para um cristão. Não há nenhuma Escritura na Bíblia que diz que um cristão morre. Muito pelo contrário, estamos todos vivos. Jesus disse: "Aquele que crê em Mim tem a Vida Eterna". Isso está certo? Como pode ter um fim se for eterno? Vê? "Aquele que ouve as Minhas Palavras e crê Naquele que Me enviou tem a Vida Eterna e não entrará em condenação, mas passará da morte para a Vida". Isso é verdade. Portanto, nós não podemos morrer, e não podemos deixar de existir. Nós sempre seremos. Houve um tempo quando você não era nada ou coisa alguma, mas nunca haverá um tempo, exceto que você será algo e em algum lugar. Você estará em algum lugar disso, por todas as eras incessantes, por toda a eternidade você estará em algum lugar.

Não pode haver eternidade fora de Cristo, portanto o destino dos que não morreram para si é a perdição.

Sua Bondade Se Estende a Todos

Porém a bondade do Senhor é estendida a todos, e Ele está disposto a mostrar a Sua benignidade para com todos, sejam eles cristãos ou não. Deus não cura alguém porque ele é um cristão, mas Ele pode curar o enfermo com a intenção de torná-lo um cristão.

Os Filhos de Israel (23/11/1947) § 13 [sem tradução]

Agora observe, Deus cura, não somente para mostrar o Seu poder. Ele somente cura aqueles, não sobre os méritos do teu cristianismo. Ele não cura você porque você é um cristão. Ele não... Mas quando Ele te cura, Ele quer que você seja um cristão daquele momento em diante. Mas Ele - mas Ele não cura porque você - você ficaria bem: "Eu vou até lá, eu vou ser curado, porque eu sou um cristão". Não, Deus cura em sua fé, em sua fé. Se você é um - se você é um pecador, e não sabe nada sobre Deus, e nunca foi um cristão, se você Lhe promete que você será um cristão, e se aproxima e tem fé suficiente para isso ser feito, então será feito.

Um Cristianismo Separado do Mundo

Porém a única maneira de um pecador se tornar um cristão é sendo gerado pela Palavra, que é uma Semente incorruptível, o que significa que se Ela não é de fonte corruptível, tampouco pode ser misturada com algo que seja corrupto. Nós já estudamos em outra ocasião que Deus quer que os Seus filhos vivam uma vida separada do mundo. Você não pode misturar o cristianismo com qualquer outra coisa, assim como a água não pode se misturar com o óleo. As igrejas buscam por misturadores, mas Deus busca por separadores.

Crês Tu Isto? (03/10/1951) § 40 [sem tradução]

Creio que quando você vem através do Sangue de Cristo, isso o santifica ou separa você das coisas do mundo. Jesus disse: "Se você ama o mundo ou as coisas do mundo, o amor de Deus não está em você". Você não pode misturar óleo e água. Não senhor. Você não pode misturar o cristianismo com o mundo. Ele separa você. As pessoas hoje estão procurando por misturadores. Deus disse: "Separai-Me Paulo e Barnabé". O Espírito Santo nos separa das coisas do mundo.

Nossa Confissão Deve Ecoar a Palavra de Deus

Então a prova de que alguém é nascido de novo pelo Espírito de Cristo é viver uma vida cuja identificação seja com a Palavra de Deus e mais nada. E nós já estudamos que qualquer coisa que seja parecido com a Palavra não pode produzir vida. O irmão Branham sempre afirmava que o Urim e Tumim para o cristão hoje é a Palavra de Deus, portanto qualquer sonho, visão, profecia ou ensino que não se enquadre com a Palavra deve ser evitada e deixada de lado.

Demonologia - Estado Religioso (09/06/1953) § 99

Agora, então, o Urim de Tumim hoje é esta Bíblia. Se alguém entrega uma profecia ou um sonho, e não confere ou ecoa a Bíblia de Deus, é falso. Não creia nisso.

Um Maior do Que Salomão Está Aqui (06/03/1964) § 25

Mas na Nova Aliança, Deus ainda permanece com o Urim Tumim. Ou seja, se um profeta, sonhador, teólogo, ou o que quer que seja, fala algo que seja contrário à Palavra, e Deus não ecoa de volta através da Palavra, eu deixarei isso de lado, porque Ela é o Urim Tumim de Deus. E eu creio com todo o meu coração, que é a Palavra de Deus.

Nossa fé e nossa confissão devem ecoar a Bíblia e nada mais. O irmão Branham disse que quando confessamos a Palavra, Deus ecoa de volta para nós confirmando que aquela Palavra é a verdade. Deus fez promessas com base em Seu Nome e na Sua Palavra e é com a Sua Palavra somente que Deus tem compromisso. Se nossa vidas refletirem o cristianismo bíblico, Deus responde de volta com Suas bênçãos para vindicar de que o cristianismo que você está vivendo é verdadeiro. Se o teu cristianismo não for verdadeiro você ficará só. Portanto nossa confissão de fé sempre terá um retorno da parte de Deus, porque o irmão Branham também nos disse que a palavra "confissão" significa justamente dizer ou ecoar a mesma coisa que Deus diz em Sua Palavra.

Cristo (21/02/1955) § 49 [sem tradução]

Você não está usando os seus próprios pensamentos; você está usando os pensamentos Dele. "Deixe que a mente que estava em Cristo esteja em vós". Vê? Pense da Sua maneira de pensar; diga o que Ele diz. "Confissão" significa "dizer a mesma coisa". "Confissão" é confessar a mesma coisa, dizer a mesma coisa. Então não confesse a sua própria concepção mental. Seja nascido de novo e confesse a Sua Palavra, confesse o que Ele disse. Isso é confissão.

Porém observe que essa confissão não deve ser apenas de lábios, mas com a própria vida. Toda a sua vida deve refletir a Cristo, com o Espírito Santo dentro de teu espírito dando testemunho de que você é um filho de Deus e para lhe ajudar a viver o cristianismo, pois este é o selo da redenção, e uma vez que um filho de Deus é selado ou marcado para o reino de Deus ele continuará assim até o fim de sua jornada.

O Ano de Jubileu (03/10/1954) § 122 [sem tradução]

Ouça amigo, esta noite se você estiver aqui sem Cristo, e você não O conhece, realmente seguro em seu coração, bem claro disso, sem sombra de dúvida que Cristo está em seu coração, tudo bem. Mas se você disser: "Bem, irmão Branham, eu me quebrantei e chorei uma vez quando estive no altar". Não aceite isso. Você diz: "Bem, vou lhe dizer, irmão Branham, eu - eu tive um bom tempo, uma vez. Eu dancei no Espírito, em todo o lugar". Não aceite isso. Vê? Você diz: "Bem, eu orei por um homem, uma vez, e ele ficou são". Não aceite isso. O que você deve aceitar é saber que quando Cristo está em seu coração, quando as grandes provações e dificuldades vierem, Ele ainda é carinhoso com você. Você anda mesmo assim. Se tudo está dando errado, e todo mundo está contra você, e tudo está indo desse jeito, você ainda assim seja carinhoso e adorável. Está tudo bem. Sigam em frente, e vocês, com seu espírito, dando testemunho com o Seu Espírito, de que vocês são filhos e filhas de Deus. Se isso não ecoar em sua alma esta noite, amigo, não seremos marcados para o Reino de Deus. Vamos entrar no Reino de Deus. E quando um homem uma vez é marcado no reino de Deus, ele está selado até o fim da sua jornada. "Não entristeçais o Espírito Santo de Deus, pelo qual estais selados até o dia da vossa redenção".

O Cristão Artificial

O irmão Branham falou algumas vezes do crente artificial, que é aquele que tenta imitar o comportamento de um cristão, adotar atitudes semelhantes ao de um filho de Deus, sem que tais atitudes façam parte realmente de sua natureza. É como alguém tentar implantar uma prótese em um membro que foi amputado em seu corpo. Esse suprirá com algumas limitações a ausência do membro que se perdeu, mas ele nunca poderá fazer parte de seu corpo porque é algo que não pertence à sua natureza. Assim é alguém que atua como cristão, embora não tenha nascido como cristão. No dia do arrebatamento, nada que foi feito artificialmente subirá. Somente aquele que estiver realmente conectado à mesma natureza de Cristo é que irá para o arrebatamento.

Presumindo (17/01/1962) §§ 258-260

É como se você pudesse usar dentes artificiais, se você não possui dentes. Isso, está tudo bem. Você tem que ter algo para mastigar, então você obtém dentes artificiais. Os dentes estão bem, o substituto, até que você - você recebe mais. Mas isso, os dentes não estão conectados com você. Eles não estão conectados aí. Eles estão tudo bem. Eles são um substituto, mas eles não estão conectados com você. Eles não virão na ressurreição, porque eles não estão conectados com você. Isso mesmo. Se você tivesse um braço cortado, e você colocasse um braço artificial, isso é um substituto de algo. Usar uma luva, e isso está - está tudo bem. Está perfeitamente bem, veja, fazer isso, mas esse braço artificial nunca virá. Nada artificial virá alguma vez na ressurreição. E nenhum cristão artificial alguma vez se levantará na ressurreição. Você não está conectado com Cristo.

Estar conectado com Cristo significa ser um só corpo com Ele, em uma perfeita unidade, da mesma maneira que um homem e uma mulher quando se casam. Eles deixam de ser dois para ser somente um. E assim como a noiva leva o nome do seu esposo, da mesma maneira, essa unidade com Cristo faz com que o cristão tenha uma identidade única com Ele levando consigo o Seu nome. Ele não pode ser um cristão artificial porque a própria Vida de Cristo foi injetada em sua vida.

O Casamento do Cordeiro (21/01/1962) §§ 96-101

Mas veja, em primeiro lugar, decisões são feitas, em seguida o compromisso, depois a promessa. E então a cerimônia. E é assim quando a noiva - a noiva leva o nome do noivo. Ela não está mais depois com o seu próprio nome. Ela toma o nome do noivo. E então quando a Igreja tem a cerimônia, faz suas promessas, então Ela leva o nome do Noivo. Então Ela não é mais uma igreja do mundo, Ela é a igreja do Senhor Jesus Cristo. Amém. Não... não quero dizer, isso, pelo Nome. Quero dizer isso, por nascimento, por natureza, pelo...?... poder de Deus. Pela verdade revelada de Deus no coração, ela se torna uma igreja cristã, a grande igreja apostólica universal cristã. Ela se torna uma parte de Cristo. Quando ela faz isso, ela... Cristo injeta nela o Seu próprio Espírito, Sua própria vida. E a Bíblia disse para Adão e Eva lá: "Vocês não são mais dois, mas um". E quando a mulher, a Igreja, está casada com Cristo, eles não são mais dois. Eles são um. Cristo em vós! Amém. É isso. Sua vida foi trazida para você. Então você se torna a Noiva. Então, outra coisa, depois que ela tomou todos aqueles votos e assim por diante, e a cerimônia foi dita. Como o nome da minha esposa era Broy antes de ela se casar. Agora ela não é mais uma Broy; ela é Branham. E quando você entra em Cristo, você não é mais do mundo; você é de Cristo. Você não se importa então com as coisas do mundo. Elas estão mortas para você. "Pois aquele que ama o mundo ou as coisas do mundo, o amor de Deus não está nele". Então veja, você não pode ser um cristão artificial. Você pode ser um cristão artificial professo, mas você não pode ser um cristão, se tornar, até que Cristo injeta-Se pelo batismo do Espírito Santo em você. Então você está conectado com Ele, e vocês não são mais dois; vocês são um. Cristo prometeu estar em nós, como o Pai estava em Cristo. "Eu e Meu Pai somos Um. Você e Eu somos Um" (Vê?) Cristo em nós.

A Fé Divina do Cristão

O Pai e o Filho Se tornam um pela identificação da Palavra. Jesus é um reflexo da Palavra de Deus. Se Cristo é o Logos que saiu de Deus então Deus também precisa ser esse Logos manifestado. Sabemos que Logos é pensamento expressado e Jesus foi uma parte dos atributos que estavam na mente de Deus e que depois foi expressado na forma de Palavra falada antes da criação. E se somos parte de Deus como atributos que estavam em Sua mente e depois no tempo oportuno expressados, então temos que manifestar em nossas vidas as mesmas características de Deus. Um cristão verdadeiro fará isso, porém um artificial jamais conseguirá, porque um cristão artificial é alguém que possui uma fé artificial, ou como o irmão Branham chamava, uma fé intelectual, enquanto que a fé divina que vem da revelação de Jesus Cristo é que faz com que o cristão esteja conectado com Ele.

Combatendo Ardentemente Pela Fé (23/01/1955) §§ 27-28 [sem tradução]

Paulo estava aqui no reino natural com o seu Ph.D. Vê? Ele não sabia... Ele tinha uma fé intelectual, mas ele não tinha uma fé divina. (Isso porque a fé divina é uma revelação que ainda precisava ser dada a ele por Deus. Paulo era um homem zeloso e fiel a Deus, mas mesmo assim sua fé era apenas intelectual. Nestas condições ele estava disposto até a matar alguém em nome de Deus, como outros em seu dia fizeram ao crucificar Cristo e apedrejar Estevão até a morte.) Há uma grande diferença em eu ter uma fé intelectual do que uma fé divina. É aí onde vocês, meus amigos batistas, deixam de ir em frente. Vocês ficam com a fé intelectual por isso, mas deve ser uma revelação divina de Jesus Cristopara você que simplesmente sai do coração. A fé intelectual não é suficiente. Tudo bem, mas ela somente leva você para o Espírito Santo. O Espírito Santo é uma experiência pessoal do nascimento, do novo nascimento, da regeneração, fazendo uma nova criatura em Cristo.

Deus é Conhecido Pela Revelação de Jesus Cristo

Portanto Cristo está agora mesmo entre nós dando uma fé divina de Si mesmo e injetando da Sua própria natureza e do Seu Espírito sobre cada filho de Deus, pois é somente dessa maneira que Deus pode ser conhecido; não por uma fé intelectual ou por tradições de homens, mas pela revelação do Senhor Jesus Cristo, O qual é a única pedra fundamental da Igreja. É essa pedra, e nenhuma outra, que conduz o eleito ao novo nascimento.

Cristo é o Mistério de Deus Revelado (23/07/1963) § 303

Deus é conhecido pela simplicidade e pela revelação de Jesus Cristo para a pessoa mais analfabeta. Vê? Não por sua teologia. É uma revelação de Jesus Cristo. "Sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja". Não há outras pedras aceitas, nenhuma outra coisa aceita, nenhuma outra pedra romana, nenhuma outra pedra protestante, nenhuma outra escola, nenhum outro nada, mas exatamente sobre arevelação de Jesus Cristo através do novo nascimento. (O novo nascimento é a revelação da vida de Jesus Cristo no crente e não uma revelação intelectual) Ele nasce aí, e Ele injeta a Sua própria Vida, e sua vida se vai. (Isso é a revelação de Jesus Cristo que nos dá o novo nascimento; é a Vida Dele sendo revelada ou injetada em nós.) E a Vida de Cristo está Se projetando através de você, com as preeminências, para as pessoas; para que elas vejam a própria Vida, e as obras, e os sinais, e as maravilhas que Ele fez, estão fazendo a mesma coisa através de você. Fora disso, o resto nem sequer é chamado, de modo algum.

A Noiva Não Necessitará Ser Purificada na Tribulação

Então Cristo está Se projetando neste tempo do fim por meio da Igreja até que o último eleito entre no Corpo de Cristo. E então quando a Sua Noiva estiver completa Ele virá para buscá-la para em seguida trazer juízo sobre a terra a fim de purificá-la por meio de Seu fogo e de Seu sabão.

Malaquias 3:2

Mas quem suportará o dia da Sua vinda? E quem subsistirá, quando Ele aparecer? Porque Ele será como o fogo do ourives e como o sabão dos lavandeiros.

Bem, Ele já está aqui com o Seu fogo e o Seu sabão para remover dos crentes toda a imundícia. Porém a terra ainda será purgada, e da mesma maneira, as igrejas que aqui restarem terão que passar por uma purificação, porém a Noiva não passará pela tribulação porque não há nada Nela para ser purgado. O cristão está passando por uma purificação agora para não precisar ter que passar por ela depois no dia da Grande Tribulação. Cada membro do Corpo de Cristo já foi purgado pela própria obra expiatória do Senhor Jesus no Calvário, portanto o Sangue do Cordeiro já alvejou as vestes da Noiva e A fez perfeita diante de Deus.

O Quarto Selo (21/03/1963) § 108

Como alguém consegue fazer com que a Igreja passe pela Tribulação, eu não sei. Mas para quê Ela tem de passar pela Tribulação, quando Ela não tem - não tem nenhum pecado? Quero dizer... Não quero dizer a igreja; a igreja passará pela Tribulação. Mas eu estou falando a respeito da Noiva. A Noiva não,Ela não tem nenhum pecado contra Ela, de modo algum. Já foi removido pelo alvejante, e não há nem um - um... Não há nem cheiro dele, e nada de resto. Eles estão perfeitos, diante de Deus. Assim, para que Tribulação para purificá-los? Mas os outros passam. A igreja passa sim pela Tribulação, mas não a Noiva.

A era de Laodicéia não terminará até que uma Noiva seja tirada das igrejas e levada em um arrebatamento para o encontro com o Seu Noivo nos ares. Portanto Laodicéia termina somente quando a tribulação começar sobre as virgens néscias adormecidas.

Perguntas e Respostas 4 (30/08/1964) § 75

A Noiva, quando ela é tirada da igreja, então a era da igreja cessará. Laodicéia entra em caos; a Noiva vai para a glória; e o período da tribulação chega encima da virgem adormecida por três anos e meio, enquanto Israel está recebendo a sua profecia; então a tribulação chega a Israel; e depois vem a batalha do Armagedom que destrói todas as coisas. E então a Noiva retorna com o Noivo por mil anos, no reinado do Milênio; depois vem o julgamento do trono branco; depois disso vêm os novos céus e a nova terra e a nova cidade descendo de Deus do céu. Eternidade e tempo se misturam.

Os Inimigos da Cruz de Cristo

As igrejas ditas cristãs serão atribuladas porque foram inimigas da cruz de Cristo.

Filipenses 1:18-19

Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo, (Por que isso fazia Paulo chorar? Porque estes não eram exatamente contra o evangelho de Cristo, mas contra a Sua cruz, ou seja, embora dissessem ser cristãos, não estavam a fim de mortificar os seus pensamentos e suas ideias pessoais para que a Vida de Cristo pudesse ser realmente injetada e vivida por meio deles. Portanto nos dias de Paulo haviam muitos cristãos artificiais)e cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas.

Veja que Paulo não está dizendo que eles eram inimigos de Cristo, mas inimigos da cruz de Cristo. Em outras palavras, eles são contra o verdadeiro sofrimento e não virão a Cristo por meio da cruz. Quando um crente assume a atitude de crucificar o seu eu, ele está optando por uma coisa muito dolorosa para qualquer pessoa, mas é muito melhor para a Igreja aceitar ser purificada agora do que ter que se unir aos que serão purgados depois na Grande Tribulação.

O Mal Que Eu Não Quero Fazer Esse Eu Faço

Mas se por um lado há aqueles que são inimigos da cruz de Cristo, há aqueles que querem viver uma vida justa, mas mesmo assim são importunados pela lei do pecado que está em seus membros, como bem nos explicou Paulo.

Romanos 7:18-23

Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. (É por isso que ele depois irá dizer que ninguém é salvo por querer, mas por Deus que Se compadece. O bom desejo está presente, mas o livre-arbítrio é sempre inclinado para algo que é contrário a Deus) Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim. Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros.

O que Paulo está dizendo aqui é que há uma lei chamada lei de reprodução, ou a lei da vida, e que opera em nosso corpo. E quando me deleito interiormente na Lei de Deus, sei que a Lei de Deus é espiritual, mas mesmo que eu deseje fazer a vontade de Deus e obedecer à Sua lei, contudo meu corpo não é espiritual e foi semeado no pecado, na iniqüidade e veio ao mundo falando mentiras.

Assim, quando olhamos para o corpo de carne, tem uma lei operando em nosso corpo que faz com que o corpo se manifeste de acordo com a natureza da semente que deu à luz a esse corpo. Mas ele diz que há também uma outra lei dentro de mim que é espiritual, e esta natureza que cresce dentro de mim, parece guerrear contra a natureza da minha carne. E esta natureza é espiritual, porque é a natureza do homem interior por um novo nascimento. E as duas naturezas guerreiam uma contra a outra. Mas uma vez que ambos estão ligados diretamente a qualquer semente que foi semeada, então quando eu gostaria de fazer o bem, há outra natureza, e assim, a natureza da carne luta contra a natureza do espírito.

Então aqui está o problema, porqueeu desejo viver uma vida como Cristo, mas o meu corpo não é capaz de acompanhar esse meu desejo. Então o que acontece comigo? Será que eu sou responsável por cada ato feito nesta carne, ainda que Paulo tenha colocado a culpa não no pecador, mas no pecado que habita nele? Com certeza somos responsáveis sim.

Mateus 16:27 Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então Ele recompensará cada um de acordo com suas obras.

Então nós vemos que o homem não pode fugir do fato de que ele é responsável por toda obra que ele faz na carne, mas tampouco pode a carne ser capaz de fazer aquilo que agrada a Deus. É por isso que o novo nascimento não apenas dá ao crente uma nova mentalidade, mas também forças dadas pela Vida do Espírito Santo injetada nele, para viver o cristianismo com uma vida separada e sem arrazoamentos.

O Antigo Ataque do Diabo

A maneira como Satanás conseguiu derrubar a raça humana foi colocar um arrazoamento na mente de Eva no Jardim, e é exatamente dessa maneira que ele tenta derrubar um filho de Deus hoje. Sua estratégia sempre foi a mesma; nunca mudou. E é sempre dessa maneira que ele pode ser identificado. Toda vez que nos deparamos com algum espírito que discorda da Palavra de Deus é Satanás atacando novamente.

Pondo Toda a Armadura de Deus (07/06/1962) § 33 [sem tradução]

Agora, nós verificamos que este grande inimigo de Deus pensou: "Agora, enquanto eles crerem nesta Palavra, eu nunca poderei chegar até eles. Enquanto essa pequena família no Éden se mantiver atrás dessa Palavra, eu nunca poderei tocar neles". Nem sequer pode ele hoje. Amém. Ele ainda está bloqueado. Isso mesmo. "Mas se eu puder usar alguma boa estratégia e simplesmente arrazoar... Eu vou dar alguns arrazoamentos humanos, porque ela é humana. E se eu apenas puder dar arrazoamentos humanos, então nós - nós - nós - venceremos a batalha", Satanás e os seus anjos. Mas então Eva deu uma passagem. Assim, portanto, nós conhecemos nosso inimigo pelos seus ataques. Talvez você não tenha entendido direito do jeito que eu disse. Nós conhecemos nosso inimigo. Quando alguém, qualquer espírito, qualquer pessoa tenta discordar da Palavra de Deus, lembre-se, esse é o seu inimigo. Esse é o seu inimigo. Nós conhecemos o seu antigo ataque. Foi dessa maneira que ele destruiu a raça humana, e é dessa maneira que ele destrói ainda hoje. E é assim que ele consegue afastar você de Deus, que é descrer de Sua Palavra. E a única maneira que você pode algum vez ficar em comunhão com Deus, e falar com Ele no frescor da noite, é ficar fortificado na Palavra.

Então a grande cilada do diabo sobre os filhos de Deus é de incitar neles algum arrazoamento para a Palavra ou mesmo para o seu próprio comportamento como cristão, insinuando maneiras de condutas que muitas das vezes não estão de acordo com a Palavra de Deus, permitindo-lhes influências de espíritos que rodeiam pelo mundo.

Tomando Paulo Como Exemplo de Um Cristão

O apóstolo Paulo se preocupava em levar para as igrejas onde ministrava apenas o Espírito de Cristo e a influência de Sua Palavra somente, para que todos pudessem ter comunhão com o Deus verdadeiro. Ele nunca tentou conduzir alguém para um pensamento próprio seu ou alguma teologia criada por ele. Paulo humildemente aceitou a Palavra, mesmo quando Ela se mostrava contrária ao que antes ele mesmo pensava e imaginava. Paulo precisou fazer um grande sacrifício, abandonando a vários dos ensinos recebidos de seus grandes mestres para que a Palavra de Deus pudesse realmente Se expressar através de sua vida, e isso possibilitou para que todos pudessem ver o próprio Senhor Jesus Cristo nele.

1 Coríntios 2:1-5

E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado. E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor. A minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.

Quando Paulo aprendeu a morrer para si mesmo, então Deus assumiu a sua vida e ele pôde assim ver Deus em ação. E isso é o que aconteceu com o irmão Branham, e isso é o que vai acontecer conosco se aprendermos a morrer para nós mesmos, e deixarmos que a vida de Deus tenha a preeminência em nossas vidas.

Cristo é o Mistério de Deus Revelado (28/07/1963) § 312

Paulo, este grande homem intelectual, nunca tentou expressar os seus grandes termos teológicos para as pessoas. Ele humildemente aceitou a Palavra do Senhor, e ele viveu a Palavra para que Ela Se expressasse através dele. Ele vivia tão - tão piamente até que eles viam a Jesus Cristo nele, tanto, até ao ponto em que desejavam o seu lenço, para levá-lo e colocá-lo sobre os enfermos. Aí está a Vida de Cristo.

Uma Fé Amadurecida

E é esta posição que a Noiva de Cristo deve ocupar neste tempo do fim. Aqueles que começam a ouvir a Mensagem, devem chegar à maturidade, e para isso devem estar na Presença do Filho de Deus, do contrário sua fé não estará amadurecida, passando apenas de uma impressão intelectual da Palavra.

O Único Lugar de Adoração Provido Por Deus (28/11/1965) § 40

Eu creio que a igreja está começando a ouvir a Mensagem, e começa a entender. Mas, amigos, ouçam, temos de ficar na Presença do Filho, nós temos de amadurecer. Nossa - nossa fé não está madura. Intelectualmente nós estamos ouvindo a Mensagem que Deus nos deu, e vendo os sinais que Ele nos mostrou, e provando isto pela Bíblia, está ali, porém, oh, como a igreja precisa ficar em Sua Presença até que amoleça, sabe, e fique doce no Espírito de modo que isto possa envolver. Às vezes ao falar a Mensagem, você fica ríspido, tem de partir isto dessa maneira, porque é preciso curvar a ponta de um prego para fazê-lo ficar firme. Mas logo que a Igreja receber Isto, o Eleito for chamado a sair e separado, então na Presença de Deus, eu sei que será mais ou menos como o povo que estava ali, quando se der o seu Arrebatamento.

Em outras palavras, nossa fé ainda não amadureceu; ela ainda não está plenamente desenvolvida. E se o fruto ou a fé ainda não está madura, então não estará também pronto para a colheita. O irmão Branham nos diz aqui que a condição que nos ajudará a chegar a esta maturidade é nos colocar na Presença do Filho de Deus, da mesma maneira que o fruto deve ficar exposto à luz do sol para amadurecê-lo e prepará-lo para a colheita; por isso devemos nos colocar na Presença da Luz do Filho de Deus para fazer a mesma coisa.

Quando fizermos isso, a Vida de Deus se expressará em nós, a Vida de Deus será manifestada, e a Vida de Deus será projetada. E isso só acontecerá quando você sair do caminho e deixá-Lo viver a sua vida por você. O irmão Branham disse que o maior dom é sair do caminho. Portanto, se você orar por alguma coisa, ore para se tornar pequeno, para que Deus possa Se projetar em você.

Paulo estava muito consciente de sua própria humanidade, e sabia que as suas próprias habilidades o levaram a estar em guerra com o Deus que ele desejava servir. E em suas próprias habilidades, ele se afastou de Deus completamente e se tornou inimigo Daquele que ele pensava estar servindo. Ele sabia que se não fosse Deus encontrá-lo e derrubá-lo de seu cavalo e cegá-lo, ele nunca teria sabido que ele já estava cego. Após a sua conversão, Paulo nunca foi orgulhoso. Ele nunca foi arrogante. Nunca se gabou, mas sempre temia que a posição que lhe fora dada por Deus não fosse compreendida pelos homens para quem ele foi chamado para trazê-los à Cristo. E ele sabia que, se não fosse pela graça de Deus, ele não teria chegado ao conhecimento da própria verdade, e ninguém da Noiva pode compreender qualquer coisa acerca da Palavra a menos que isso seja revelado a Ela.

A Vida de Cristo Se Expressa no Amor

Portanto o importante não é o quanto da doutrina alguém conseguiu assimilar, ou o quanto dos dons espirituais alguém adquiriu, mas sim o quanto da Vida de Cristo está vivendo nele, e a Vida Se expressa no amor, que é o vínculo da perfeição.

Não Temais (17/07/1960) § 86 [sem tradução]

Agora, se você quer dizer: "Eu tenho o Espírito Santo que está na minha cabeça", amém, vá em frente. Eu não me importo com o que você tem. Você diz: "Eu tenho um... eu vi uma grande luz". Vá em frente e veja a grande luz. Amém. Se você viver a vida, eu creio que você conseguiu. Você diz: "Eu consegui falar em línguas". Amém. Se você viver a vida, eu creio que você conseguiu. Se você não viver a vida, você não conseguiu. Isso é tudo. Vê? Você tem que ter essa vida aí por trás. "Pelos seus frutos, os conhecereis". Isso mesmo. Eu creio em falar em línguas, e creio em gritar, e creio em todas as experiências pentecostais. Sim. Mas se isso não estiver amarrado com amor, nunca irá funcionar. OAmor é o que se coloca por cima.

Ainda que alguém diga ser cristão, ninguém poderá crer em sua confissão até que sua vida possa realmente dar testemunho disso. Mas quando o amor de Cristo está em sua vida, todos os demais dons e manifestações do Espírito terão a sua devida eficácia.

O Pecado Imperdoável (24/10/1954) § 47

Quando você tem o amor de Jesus Cristo em seu coração, quando Deus faz de você um cristão, quando Ele sela você em Seu Reino, você também pode cair pelo Espírito. Você pode fazer isso, aquilo ou aquilo outro, seja o que for. Mas sua vida combinará com o teu testemunho. Sua vida testifica tão alto, até que... Não importa o que você diz, as pessoas não creem nisso se você não viver isso. Eles não crerão em você. E nem você mesmo crê, e o público não crê nisso; então você está apenas se tornando miserável. Por que você não vem com um coração verdadeiro e diz: "Deus, eu confesso os meus erros, e creio em Jesus Cristo de todo o meu coração. Agora, Deus, dá-me o Espírito Santo"? Ele o fará. Isso mesmo. Ele o fará.

Então com isso voltamos novamente à questão do cristianismo artificial. Se alguém não vive a Vida de Cristo o seu testemunho será em vão, pois estará vivendo em uma hipocrisia. O irmão Branham disse que aqueles que professam a fé cristã sem vivê-la se convertem em uma grande pedra de tropeço para o mundo.

Hebreus Capítulo 4 (01/09/1957) §§ 216-217

Ouça. Preste atenção: "Também não há qualquer criatura que não se manifesta diante Dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos Seus olhos para ele... com Quem temos que prestar contas. Vendo, então, que temos um grande sumo sacerdote... (Ouça agora; para o enfermo) ...que passou aos céus, Jesus, o Filho de Deus, mantenhamos firme as nossas confissões". "Manter firme", não significa apenas continuar testemunhando. Se você não vive a vida, você não a mantém firme. Você está vivendo uma coisa hipócrita. É melhor você estar fora e apenas dizer que você é um pecador e esquecer isto. (Não diga que você é um cristão se você não consegue ser um)Não professe ser um cristão e viver outra coisa; você é o maior obstáculo que o mundo já teve. Se você é um pecador, admita-o e continue, acerte-se com Deus. Se você é um cristão, mantenha firme sua confissão; fique aí.

Epístolas Escritas Por Deus

Viver hipocritamente é o mesmo que contar uma mentira. Portanto, melhor que ser hipócrita é ser honesto e dizer a verdade ainda que ela machuque, vivendo exatamente aquilo que se fala. Todo o cristão é como uma epístola escrita por Deus e lida por todos a fim de que Ele seja conhecido. Quando Cristo injeta o Seu Espírito no eleito sua única identificação passa a ser com a Palavra da verdade vivendo uma vida justa, honesta e verdadeira.

A Religião de Jezabel (19/03/1961) § 5

Você precisa viver exatamente o que você fala. Se você mesmo não viver isso, como você poderia esperar alguém mais para vivê-la? Vê? Então vocês são epístolas escritas lidas por todos os homens; então sempre seja honesto, justo, verdadeiro. Diga a verdade, não importa o quão ruim machuque alguma coisa. Diga a verdade de qualquer maneira, porque você sempre pode dizer a mesma coisa a cada vez. E se você contar uma mentira, você teria que andar um milhão de milhas em volta, e ainda assim você teria que voltar a essa mentira novamente; e você simplesmente fez uma coisa horrível. Apenas seja honesto, e você sempre pode dizer isso da mesma maneira porque é a verdade.

O diabo ri daqueles que professam um cristianismo artificial, porém ele reconhece a autoridade daquele que não apenas confessa, mas vive a fé cristã, porque ele sabe que Deus responderá a sua oração.

Crendo em Deus (24/02/1952) § 150

E eu sei disto, que alguns de nós temos mais fé do que outros, e aqueles que têm fé em abundância devem orar por eles. Mas se você não vive o tipo correto de vida, é melhor você se afastar disto; o diabo rirá de sua oração. Mas quando você vive certo e faz o que é certo, e age certo e tem fé em Deus,Satanás tremerá quando você falar, porque Deus jurou que Ele cuidaria daquela oração. Isto é verdade.